O melasma é uma doença de pele que tem como principal sintoma o aparecimento de manchas acastanhadas na pele. Suas causas não são totalmente conhecidas, mas o aparecimento tem relação com a exposição solar em geral. Apesar da incidência ser maior no público feminino, o Dermaclub entrevistou a Dra. Nicole Perim, de Belo Horizonte, Minas Gerais, para esclarecer como ocorre a doença no organismo masculino.

Dermatologista explica como a doença se desenvolve

O melasma se caracteriza pelo aumento da produção de melanina, pigmento responsável por dar cor à pele. Quando produzida em excesso, a substância se deposita no corpo, levando ao escurecimento da região. Segundo a médica, essas manchas ocorrem, principalmente, na face. “Testa, maçãs do rosto e buço são os locais mais sucetíveis, mas também pode surgir no colo e na lateral dos braços”, explicou a médica.

Entenda as principais causas da doença

Segundo a dermatologista, a ocorrência da doença nos homens é muito pequena, entretanto, é preciso ter cuidado. “O melasma é menos frequente no sexo masculino, que representam apenas 10% dos casos. Geralmente, os fatores raciais, genéticos e a exposição solar e à luz visível são determinantes para o aparecimento da doença”, esclareceu.

Descubra quais são os tratamentos indicados para o melasma

A médica conta que o tratamento é um desafio na prática dermatológica, já que ainda não se consegue garantir o desaparecimento efetivo das manchas, mas é possível amenizá-las. Abaixo, dicas da Dra. Nicole:

- Utilização de proteção solar adequada, principalmente os que possuem filtros físicos em sua composição. Bloqueadores com cor são uma excelente escolha, pois conseguem disfarçar o aspecto das marquinhas;

- Compostos como hidroquinona, arbutin, ácido azelaico, ácido retinoico, ácido glicólico, vitamina C e ácido ferúlico são recomendados e encontrados em dermocosméticos;

Converse com o seu médico dermatologista para que ele possa indicar os melhores tipos de produtos para a sua pele e o tratamento ideal para o seu caso!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.