Existem vários tipos de cabelos, mas a dúvida que persegue a maioria das beauty addicts é a mesma: lavar os fios todo dia faz mal? Na hora de cuidar das madeixas, os conhecimentos das melhores formas de como se fazer são sempre bem-vindos, não é? Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba. Confira as dicas da médica!

Mito ou verdade: lavar o cabelo todo dia faz mal?

Mito! Quem tem o couro cabeludo oleoso ou pratica atividade física diariamente deve lavar os fios sempre que necessário, mesmo que seja todo dia. Já os cabelos ressecados não aceitam bem lavagens diárias, por isso, devem evitar a higienização frequente.

Existe um número de vezes correto para lavar os cabelos?

Não! Segundo a dermatologista, a higienização deve ser feita conforme a sua necessidade individual. “A lavagem pouco frequente do couro cabeludo pode levar ao surgimento de coceira e descamação, também conhecida como dermatite seborreica. Essa condição também é causada por outras razões em pessoas predispostas, como estresse, e é mais comum no inverno”, explicou a médica.

A quantidade de vezes que lavamos o cabelo muda de acordo com o tipo dos fios!

- Cabelos oleosos: produzem no couro cabeludo uma quantidade maior de secreção sebácea ao longo do dia, o que promove o brilho excessivo. Em alguns casos, a oleosidade é acompanhada de descamação, a chamada caspa oleosa. De acordo com a Dra. Juliana, pacientes com este perfil devem lavar os fios sempre que perceberem oleosidade, já que não há problemas em higienizações diárias.

- Cabelos secos: produzem pouca secreção sebácea, o que torna as madeixas opacas. Ao lavá-los diariamente, remove-se o pouco da secreção existente, tornando-os ainda mais sem brilho. Por este motivo, exceto em dias em que o couro cabeludo ou os fios estão sujos, não se recomenda a lavagem diária, mas sim em dias alternados.

Quais as recomendações para que o cabelo fique limpo por mais tempo?

“Durante a lavagem, deve-se utilizar shampoo apropriado ao tipo de cabelo. Os mais cremosos para fios secos e menos cremosos para os oleosos. Para uma higienização apropriada, o produto deve ser aplicado mais de uma vez. Além disso, é sempre bom lembrar que os condicionadores não devem ser aplicados na raiz”, afirmou Dra. Juliana.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.