De acordo com os dermatologistas, os cuidados com a pele devem começar ainda na juventude, porém, com o passar dos anos, eles se modificam, já que surgem novas necessidades. A partir dos 45 anos, a mulher precisa de tratamentos especiais para manter o rosto hidratado e viçoso, principalmente pela influência da menopausa no organismo. O DermaClub conversou com a Dra. Vanessa Metz, dermatologista do Rio de Janeiro, que contou todos os cuidados com a pele madura. Confira!

A pele sofre alterações com o passar dos anos e precisa de cuidados especiais

Segundo a médica, depois dos 45 anos há uma degradação de colágeno - proteína de função estrutural - bem maior do que na juventude. “O maior problema é que não produzimos mais a substância com a mesma qualidade nem quantidade de antes, assim, a produção não acaba, mas se torna insuficiente. Por isso, é preciso se preocupar em estimular a formulação dessa proteína para tentar ajudar a pele”, explicou.

Dra. Vanessa Mez contou que também é possível reparar a degradação do ácido hialurônico - molécula presente no organismo que confere firmeza à pele. “A produção é interrompida e é preciso tratar topicamente com preenchedores para devolver o volume necessário”, afirmou.

Descubra quais as melhores opções de tratamento para peles maduras

Os sinais de envelhecimento costumam ser mais visíveis nesta época da vida, mas, de acordo com a Dra. Vanessa, com a tecnologia a favor dos médicos, o que não faltam são opções de tratamento. “Se a queixa da paciente for de rugas, podemos usar toxina butolínica; se for flacidez, investimos na radiofrequência ou no laser fracionado, por exemplo”, pontuou.

Segundo a dermatologista, ainda pode-se apostar em ativos como ácido hialurônico, matrixyl, peptídeos, LHA e ácido retinóico. “O melhor veículo para estas substâncias é o creme, já que a pele madura precisa de mais hidratação”, disse.

Descubra qual a influência da menopausa para a pele

Segundo a Dra. Vanessa, no caso das mulheres, a menopausa tem grande influencia sobre a pele. “Nesse momento, a perda de colágeno se intensifica e a pele fica mais ressecada”, explicou. Como é uma fase de alterações hormonais, não é possível controlar as ondas de calor que muitas sentem. “Para essas horas, o recomendado é usar água termal gelada, chá de camomila ou até mesmo gelo para amenizar a sensação”, indicou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.