Uma das maiores queixas nos consultórios de dermatologia são aquelas bolinhas ásperas que acometem homens e mulheres em regiões como braços, pernas, nádegas e até rosto. Mas você sabia que o problema tem nome? Foi batizado de queratose pilar e pode ter coloração avermelhada ou castanha. Também sofre com o incômodo? O DermaClub te explica por que acontece e como é possível se livrar das lesões. Confira!

O que é a queratose pilar e por que ela acontece?

As principais causas da condição cutânea estão associadas ao acúmulo de queratina, que bloqueia a abertura do folículo e forma manchas parecidas com acne. De acordo com especialistas, as bolinhas costumam aparecer em peles secas e extrassecas. Apesar de seu nome não ser popularmente conhecido, o problema é e estima-se que atinge cerca de 40% da população mundial. Além disso, ainda existe mais incidência em pessoas com tendência à dermatite atópica, pode ser estimulado por estresse, clima seco e processos alérgicos.

Veja 5 cuidados para tratar e melhorar o aspecto da pele com queratose pilar

1) Um dos principais atos que colaboram para a melhora evidente das bolinhas ásperas é a hidratação, visto que, na maioria dos quadros, a causa é a falta de nutrição da pele. Por isso, invista sempre em cremes potentes para a rotina diária de cuidados com o corpo para amenizar a textura.
2) No banho, a esfoliação - realizada de uma ou até duas vezes por semana - também ajuda a melhorar o aspecto da pele. Já em casos mais graves, o dermatologista pode indicar esfoliantes químicos - que são formulados com ácidos, sem grânulos.
3) Não cutuque os pelos encravados para evitar cicatrizes e manchas na pele, e dificultar o tratamento ou até promover infecção na região.
4) Evite banhos quentes e prolongados para que a pele não fique ainda mais ressecada e irritada.
5) Não se esqueça de procurar um dermatologista para analisar sua pele e indicar os produtos e procedimentos ideais para manter sua pele bonita, equilibrada e saudável.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.