Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

6 cuidados que quem tem pele sensível precisa ter na hora da depilação

Quem tem pele sensível pode fazer depilação, sim. Basta seguir alguns cuidados sugeridos por um médico dermatologista
Quem tem pele sensível pode fazer depilação, sim. Basta seguir alguns cuidados sugeridos por um médico dermatologista

Entrevista com Dra. Tatiane Curi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Na rotina de muitas mulheres, a depilação é um ritual de beleza indispensável, mas não dá para negar que é um pouco doloroso, principalmente para quem tem a pele sensível. Para garantir uma remoção de pelos mais tranquila, é importante praticar alguns cuidados com o corpo antes, durante e depois do procedimento. A dermatologista Tatiane Curi, de São Paulo, explicou algumas dicas para tornar a técnica mais segura neste caso. Confira!

Quem tem a pele sensível pode se depilar?

Embora o procedimento deva ser mais cauteloso, pessoas com a pele sensível podem, sim, se depilar. No entanto, a médica afirma que é importante ter alguns cuidados durante e, principalmente, após o ritual para evitar o desenvolvimento de reações na área, como ardência, coceira e vermelhidão. “Primeiramente, é essencial escolher o melhor método de depilação para a pele sensível. Depois do procedimento, deve-se utilizar produtos calmantes e hidratantes”, indicou a dermatologista.

O tipo de depilação mais indicado para a pele sensível

Sempre fica aquela dúvida: qual é a melhor técnica de depilação a ser feita? De acordo com a Dra. Tatiane, para responder essa pergunta, deve-se levar em conta o tipo de pele do paciente e as características do pelo. No caso da pele sensível, a técnica mais indicada é a laser. “Este é o método mais seguro, desde que seja realizado por um profissional habilitado, já que é um procedimento quase definitivo. Além disso, atualmente existem aparelhos pouco dolorosos e bem confortáveis na aplicação”, garantiu, explicando que esse método também minimiza as chances de foliculite e auxilia no clareamento de manchas escuras.

6 cuidados necessários com a pele sensível antes, durante e após a depilação

1) Fique atenta aos sinais do seu corpo antes de se depilar: “Se a pele estiver previamente irritada ou com alguma infecção, devemos evitar qualquer tipo de trauma de depilação no local, seja cera, laser, cremes, aparelhos ou linha. A lesão prévia pode se agravar, aumentando e piorando um quadro alérgico ou infeccioso pré-existente”, explicou;

2) A higienização é fundamental: “Mantenha sempre a pele limpa antes do processo, pois pode facilitar a entrada de bactérias pela região em que os pelos foram removidos, causando foliculite - bolinhas vermelhas ou lesões com aspecto semelhante a espinhas”, atentou;

3) Atenção ao processo da depilação: ao optar pela cera, seja quente ou fria, nunca reutilize o material. Nele, pode conter bactérias, fungos ou até vírus, resultando em infecções;

4) Use roupas confortáveis: no dia de se depilar, evite peças apertadas ou de tecidos que dificultam a transpiração. De acordo com a médica, a pele sensível, muitas vezes, precisa ser arejada. Essa atitude evita que os pelos encravem, principalmente em áreas de dobras.

5) Aposte nos produtos certos depois da depilação: “Dermocosméticos com ativos calmantes ou anti-inflamatórios melhoram a vermelhidão causada pela agressão da retirada dos pelos”;

6) Evite a exposição solar: essa dica vale para qualquer tipo de processo depilatório! Segundo a dermatologista, como a pele está sensível, as chances de manchas aumentam. Ao se expor à radiação UVA e UVB, não esqueça de aplicar o filtro solar.

Agora, ficou mais fácil depilar a pele sensível sem se preocupar com complicações!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 12 de Setembro de 2017
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Tatiane Curi

Palavra do Dermatologista

Dra. Tatiane Curi

CRM: 108107

Medica, Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Especializada em Cosmiatria pela Universidade de Santo Amaro, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associacao medica Brasileira. Também é sócia efetiva da sociedade Brasileira de Dermatologia e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatologia. Além disso, é medica do corpo clinico do Hospital Sírio Libanes - SP.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Tratamento de pele

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Tratamento de pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Tratamento de pele

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Tratamento de pele

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais