Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

6 formas que uma viagem pode interferir na saúde da sua pele: descubra e proteja-se!

Veja como a sua pele pode reagir com uma viagem
Veja como a sua pele pode reagir com uma viagem

Entrevista com Dra. Lilia Guadanhim, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Não há nada melhor do que dar um tempo na rotina para viajar. Conhecer um lugar diferente e todas as suas origens, de fato, é revigorante. Por outro lado, querendo ou não, você sai da sua zona de conforto e se depara com outras novidades, como a mudança climática e até mesmo a falta de sono devido ao fuso horário. Além de afetar diretamente a sua vida, todos esses fatores também refletem na sua pele. Para esclarecer melhor, o DermaClub listou 6 maneiras que uma viagem pode prejudicar seu corpo e rosto e como evitá-las para curtir por aí com a pele linda e bem cuidada. Confira!

1) O voo de avião

Pode até ser um trajeto bem curtinho, mas uma viagem de avião acaba afetando a sua pele de diversas maneiras. Ao longo do voo, você normalmente enfrenta alguns fatores que não está acostumada, como as grandes altitudes, baixa umidade e a longa exposição ao ar condicionado. Em resposta, seu corpo reflete todas essas mudanças na pele. A partir daí, uma série de sintomas começa a aparecer, entre os mais comuns estão a vermelhidão e o ressecamento. “Sempre indico aos meus pacientes que levem na bagagem de mão um creme hidratante para o rosto e um de textura mais densa para as mãos”, recomendou a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo.

2) Mudança de clima

Já reparou que quando o tempo muda, a nossa pele logo fica diferente? Isso acontece porque o clima é um dos maiores fatores que influenciam na saúde do corpo. Quando viajamos, mesmo sendo de um estado para outro, as variações de temperatura e níveis de umidade do ar interferem na hidratação, sensibilidade e até na renovação da pele. Por isso, é importante tomar alguns cuidados específicos em cada temporada, e eles devem ser recomendados pelo seu dermatologista.

3) Poluição

Você pode viajar para qualquer lugar, mas a verdade é que não dá para fugir da poluição. “Esse dano externo incentiva a formação de radicais livres, que levam, entre outras coisas, à quebra de colágeno e consumo de vitaminas. Clinicamente, isso se traduz em sinais comuns do envelhecimento, como linhas finas, textura irregular e falta de luminosidade”, contou a médica.

O lado bom é que, mesmo sendo muito presente, existem formas de proteger a sua pele da poluição, como o uso combinado de antioxidantes e filtro solar. Esses produtos são essenciais para garantir máxima proteção à pele contra os danos externos, como a radiação UV, infravermelha e a poluição. Além disso, hoje, é possível encontrar dermocosméticos com textura antipoluição, que previnem a adesão dessas partículas na pele, e consequentemente, seus danos.

4) Falta de sono

Uma viagem também pode afetar bastante a qualidade do sono, principalmente quando ocorre mudança de fuso horário. E, como você já deve saber, dormir é quase sagrado para manter a beleza da pele em dia. Sendo assim, é recomendado descansar de 8 à 10 horas por noite. Menos que isso, muitos incômodos começam a surgir na sua pele, deixando-a com um aspecto opaco, sem viço e estimulando o aparecimento de olheiras.

5) Produtos de hotel

Produtos desconhecidos, como algumas amostras que costumamos ganhar em pousadas e hotéis, podem não combinar com a sua pele. Para prevenir qualquer reação adversa, tenha sempre em mãos seu kit próprio de cuidados com a pele. Não esqueça itens importantes, como solução micelar, sabonete facial, hidratante e protetor solar.

6) Esquecer da rotina de cuidados com a pele

Viajar é sair da mesmice. Além de deixar de lado temporariamente o trabalho, a casa e os estudos, acabamos esquecendo de algo essencial: a rotina de cuidados com a pele. Mesmo sendo uma viagem corrida, não deixe de seguir as indicações do seu dermatologista e realize os seus rituais faciais e corporais.

Gostou das dicas? Agora, é só colocá-las em prática. Sua pele agradece!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 05 de Setembro de 2017
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Lilia Guadanhim

Palavra do Dermatologista

Dra. Lilia Guadanhim

CRM: 133850

Formação em Medicina, Residência Médica em Dermatologia e Especialização em Cosmiatria pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo. Possui título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associação Médica Brasileira, além de ser membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da International Dermoscopy Society. Tem especializações em Cosmiatria - Toxina Botulínica e Preenchimento na França e Dermatoscopia - Oncologia Cutânea na Itália. É médica colaboradora da Unidade de Cosmiatria da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Verão e ar-condicionado: rotina de skincare e cuidados para evitar o ressecamento da pele

Verão e ar-condicionado: rotina de skincare e cuidados para evitar o ressecamento da pele

Corpo

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Corpo

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Corpo

Bolinhas no corpo: o que são? Quais são as causas? É foliculite ou alergia? Saiba como tratar

Bolinhas no corpo: o que são? Quais são as causas? É foliculite ou alergia? Saiba como tratar

Corpo

5 coisas que acontecem com a pele no inverno: dermatite, ressecamento, rosácea... veja as queixas mais comuns

5 coisas que acontecem com a pele no inverno: dermatite, ressecamento, rosácea... veja as queixas mais comuns

Corpo

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais