Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

6 dicas para recuperar a pele do rosto e corpo das agressões sofridas no verão, como acne solar e manchas

Saiba como recuperar a pele das agressões sofridas pelo sol durante o verão
Saiba como recuperar a pele das agressões sofridas pelo sol durante o verão

Entrevista com Dra. Tatiana Nogueira Matos , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

As águas de março fecham oficialmente o verão, porém, os efeitos da estação serão lembrados durante todo o outono. Excesso de exposição solar, acne e manchas são algumas das marcas que a temporada mais quente do ano pode deixar na pele. Pensando nisso, o DermaClub separou 6 dicas para você cuidar do corpo e se recuperar das agressões!

1) Exagerou no sol? Saiba como cuidar da pele

Segundo a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, a principal atitude que se deve tomar depois da exposição solar é aplicar hidratante por todo o corpo. “É interessante buscar produtos com substâncias calmantes em suas formulações. Além disso, evite esponjas, banhos muito quentes e não se esqueça de beber muita água!”, pontuou, alertando que em caso de dores, diarreia e calafrios deve-se procurar um médico imediatamente.

2) Pele descascada tem solução

O primeiro e mais importante cuidado é não remover as casquinhas! A médica Tatiana Matos, de Salvador, explicou que a pele descasca devido a uma queimadura provocada pelos raios solares e o calor intenso, que provocam maior divisão das células e o desprendimento do corpo. “Para minimizar a descamação é preciso hidratar. Para isso, aposte em cremes, água termal e na ingestão de líquidos. Também deixe a esfoliação e as esponjas de lado e dê preferencia aos banhos frios e rápidos”, concluiu.

3) Saiba como tratar a acne solar

De acordo com especialistas, a acne solar é influenciada pelas queimaduras provocadas pela radiação solar. Isso aumenta a produção de sebo e diminui as células de defesa, deixando a região mais vulnerável ao quadro. O tratamento é similar ao da acne comum e o melhor a se fazer é procurar um dermatologista para indicar os produtos e procedimentos adequados. E não se esqueça: nada de espremer os cravos e as espinhas para não agravar as inflamações!

4) Descubra como minimizar as manchas causadas pelo sol

A longo prazo a exposição solar tem diferentes efeitos na pele, um deles está ligado às manchas. Estas marcas surgem pelo acúmulo de radiação na pele e são muito comuns na face, dorso das mãos e dos braços, colo, ombros, que são áreas de grande contato com o sol. Por ser uma resposta do corpo a longo prazo, o ideal é utilizar o filtro solar diariamente para evitar o problema. O tratamento é realizado a partir de procedimentos e produtos clareadores, mas deve ser indicado por um dermatologista.

5) Frutas, perfumes e refrigerante mancham a pele?

Existem algumas substâncias, que, quando em contato com a pele, não causam nenhuma reação, mas se forem expostas ao sol podem causar reações. É o caso das frutas cítricas - laranja, limão, tangerina -, refrigerantes e perfumes. Geralmente, formam manchas escuras, que desaparecem de forma espontânea e progressiva. De qualquer forma, procure um dermatologista e mantenha a pele protegida!

6) Peelings e depilação a laser estão liberados!

Com o inverno se aproximando, o sol começa a se distanciar do hemisfério e, consequentemente, a intensidade da radiação diminui. Esse é o período ideal para retomar os procedimentos interrompidos, como peelings, luz intensa pulsada e a depilação a laser.

Lembre-se que é importante consultar um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia, que vai indicar os melhores produtos e procedimentos para o seu tipo de pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 14 de Março de 2016
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Tatiana Nogueira Matos

Palavra do Dermatologista

Dra. Tatiana Nogueira Matos

CRM: BA16601

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, formada pela Universidade Federal da Bahia , realizou residência em clínica médica no Hospital Santo Antônio/ Ba e dermatologia na Universidade de Santo Amaro/ São Paulo. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos nacionais e internacionais para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatologista

Últimas Matérias

Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar Conheça Lipikar Baume AP+M, da La Roche-Posay: o novo creme de hidratação profunda e ação anti-coceira
Ver mais