Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

A luz visível pode causar melasma? Descubra e saiba como evitar a mancha escura na pele

Descubra se a luz visível pode causar manchas escuras na pele e saiba como prevenir o problema
Descubra se a luz visível pode causar manchas escuras na pele e saiba como prevenir o problema

Entrevista com Dra. Carolina Zaparoli , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Muitas mulheres se perguntam se a luz visível - a parte da luz solar que enxergamos - pode causar manchas escuras na pele. De acordo com a dermatologista Carolina Zaparoli, de São Paulo, essa radiação - que também pode ser emitida por lâmpadas, computadores e celulares - corresponde a cerca de 40% do total da radiação que chega ao planeta, que consegue penetrar profundamente na pele, além de atravessar o vidro das janelas. Aparentemente inofensiva, ela é capaz de ocasionar problemas na pele, como o temido melasma. Pensando nisso, o DermaClub esclareceu essa questão com a especialista. Confira!

Afinal de contas, a luz visível pode causar o melasma?

É sabido que a exposição solar, os hormônios da gravidez e as pílulas anticoncepcionais são alguns dos fatores que podem ocasionar o surgimento do melasma - manchas amarronzadas que aparecem no rosto e em outras partes do corpo. Entretanto, muitos estudos comprovam que, especificamente, a luz visível é a faixa da radiação solar que é responsável pelo desencadeamento dessas marcas na pele. Será verdade?

De acordo com a Dra. Carolina, “a chamada luz azul - parte da luz visível que possui maior energia - está relacionada com diversas doenças de pele, dentre manchas, queimaduras e o envelhecimento precoce”, esclareceu. Por penetrar de forma mais profunda, ela promove uma pigmentação mais difícil de tratar.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

É possível prevenir o melasma que surge através da luz visível com filtro solar

Segundo a Dra. Carolina, os filtros solares comuns não são capazes de nos proteger contra a luz visível e azul. “Estudos mostram que a melhor proteção para essa radiação é feita com filtros com cor”, explicou. Sendo assim, mesmo em ambientes fechados prefira apostar em um produto com cor que se fundem e se adaptam perfeitamente à pele. É importante frisar que essa proteção depende sempre do tipo e intensidade dos pigmentos que dão cor à fórmula - por isso, procure sempre o seu dermatologista antes de investir no melhor protetor solar.

Conheça os principais cuidados e tratamentos para o melasma

O tratamento do melasma exige paciência. As manchas podem clarear com o decorrer dos cuidados, porém, após algum tempo elas acabam voltando a escurecer novamente. Além disso, quanto mais antigas elas forem, mais difícil será clareá-las. “Sendo assim, para não agravar o problema, o uso de protetor solar é obrigatório e deve ser feito a cada duas horas, associado a cremes clareadores. Dê preferência a filtros que ofereçam proteção de amplo espectro, que protejam contra os raios UVA, UVB, luz visível e contra os danos do infravermelho e poluição”.

Além disso, a vitamina C, por ser mais suave, acaba se tornando uma ótima aliada no tratamento do melasma no verão - sempre em conjunto com o filtro solar. Outra opção é o peeling: “Um dos tratamentos estéticos mais eficazes no combate ao melasma, pois clareia a pele de forma gradual e mais rapidamente”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 19 de Fevereiro de 2018
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Carolina Zaparoli

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Zaparoli

CRM: 111.618

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e AMB, formada pela Universidade Metropolitana de Santos , realizou residência em dermatologia no Hospital Guilherme Álvaro em Santos. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Manchas na pele

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Manchas na pele

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

Manchas na pele

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Manchas na pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais