Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Alergia na pele pós-peeling químico: é comum acontecer? Saiba como prevenir o quadro de sensibilidade

 Descubra como evitar a alergia de pele causada pelo peeling químico

Descubra como evitar a alergia de pele causada pelo peeling químico

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Você fica com alergia na pele ou desenvolve algum tipo de irritação após fazer peeling em casa ou no consultório? De acordo com a dermatologista Carolina Marçon, de São Paulo, esse tipo de procedimento estético pode deixar a pele mais sensibilizada, o que favorece o risco de alergia e vermelhidão. Mas será que é possível prevenir essa sensibilidade? O DermaClub conversou com a médica, que esclareceu o assunto e revelou os cuidados necessários para evitar esses tipos de alergia na pele. Confira!

Como funciona o peeling químico?

De acordo com a dermatologista, o peeling químico promove a descamação da pele. “O procedimento consiste na aplicação de substâncias químicas na pele que têm a função de destruir as camadas da epiderme e, com isso, eliminá-las para que nasça uma nova camada com qualidade melhor”, explica. É importante ressaltar que existem diferentes tipos de peeling - superficial, médio e profundo - e cada um deles atua de maneira específica na pele do rosto. “O superficial é aquele que elimina apenas as primeiras camadas da epiderme, enquanto o peeling médio atinge todas elas. Já o peeling profundo, é conhecido como fenol e atua até a derme reticular, que é a camada mais profunda da derme”, afirma a Drª Carolina.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O peeling químico pode causar alergia de pele? Como isso acontece?

Você pode até duvidar, mas o peeling químico pode, sim, causar alergias de pele, principalmente quando não há cuidados necessários após o procedimento. O motivo por trás disso é bem simples: a remoção da epiderme. “A epiderme é a camada que retém água na pele e a protege contra agentes agressores. A partir do momento em que ela é retirada, a pele fica mais sensível, o que contribui para desidratação e ressecamento”, explica a profissional. Justamente por isso, é importante ter em mente que o peeling requer o uso prévio de substâncias que ajudem a preparar a pele para receber o procedimento. “O uso inadequado e a falta de cuidados no peeling pode resultar em vermelhidão, coceira, ressecamento intenso, manchas e marcas de peeling químico”, alerta.

É possível prevenir esse tipo de alergia de pele?

Para evitar os tipos de alergia na pele causadas pelo peeling químico, a Drª Carolina adianta: é preciso investir em produtos hidratantes e calmantes. Nesse caso, é necessário levar em consideração as características e necessidades da sua pele. “Quem tem tendência à oleosidade e à acne, por exemplo, o hidratante deve ser específico para a reparação de barreira sem obstruir os poros do rosto. Já para a pele seca, o ideal é uma hidratação mais intensiva com o uso de produtos com óleo e creme”, revela.

Ainda assim, é importante que os dermocosméticos contenham alguns ativos hidratantes, como a vitamina E, ceramidas e ácido hialurônico, por exemplo, para promover a recuperação da barreira protetora da pele de maneira mais rápida e eficaz.

Cuidados necessários após o peeling químico

1. Após fazer o peeling, é importante usar um protetor solar com FPS alto, para proteger a pele da radiação solar e da luz visível;

Produtos relacionados

2. Lavar a pele com sabonete sem parabenos ou substâncias com perfume, a fim de evitar irritação e alergia da pele;

Produtos relacionados

3. Optar pelo uso de cremes cicatrizantes para estimular a renovação da pele;

Produtos relacionados

4. Não puxar ou arrancar a pele que está descamando a fim de evitar cicatrizes;

5. Borrifar água termal para acalmar a pele e evitar os sintomas da alergia de pele, como vermelhidão e ardência.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 09 de Agosto de 2021
Modificada em: 09 de Agosto de 2021

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

Esfoliação

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Esfoliação

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Tudo sobre esfoliação: como esfoliar a pele do rosto, corpo, couro cabeludo, melhores produtos, peeling...

Esfoliação

"Esfoliei demais e minha pele está vermelha e sensível": dermatologista explica o que fazer

"Esfoliei demais e minha pele está vermelha e sensível": dermatologista explica o que fazer

Esfoliação

Microdermoabrasão: o que é? Para que serve? Devo fazer? Como cuidar da pele depois? Dermatologista explica

Microdermoabrasão: o que é? Para que serve? Devo fazer? Como cuidar da pele depois? Dermatologista explica

Esfoliação

O que são AHAS, BHAS e PHAS? Dermatologista explica as diferenças e os benefícios entre os tipos de ácidos

O que são AHAS, BHAS e PHAS? Dermatologista explica as diferenças e os benefícios entre os tipos de ácidos

Esfoliação

Últimas Matérias

Peeling para acne em casa: pode ser feito? Dermatologista indica como fazer o tratamento com segurança Queda de cabelo por estresse: descubra o que fazer para tratar e evitar esse problema! Protetor solar para o rosto: porque reaplicar o produto? Como retocar o protetor solar com cor? Rotina fácil de cuidados com a pele durante o inverno: 9 produtinhos para você apostar na estação Saiba quais cuidados são importantes na hora de fazer a hidratação da pele seca e sensível Como disfarçar marcas de espinhas: passo a passo para esconder as cicatrizes e manchas de acne
Ver mais

escolha a loja de sua preferência