Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Alimentação, exposição ao sol, gravidez e mais: especialista esclarece 8 mitos e verdades sobre tatuagem

Dermatologista comenta 8 mitos e verdades sobre tatuagem
Dermatologista comenta 8 mitos e verdades sobre tatuagem

Entrevista com Dra. Mariana Pinheiro Machado, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Antes de tomar a decisão entre fazer ou não fazer uma tatuagem é comum ouvir muitas dicas e opiniões. “Vai doer”, “nunca mais vai sair da sua pele”, “não pode comer chocolate nem pegar sol” são apenas algumas das mais comuns. Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Mariana Pinheiro, do Rio de Janeiro, que desvendou essas afirmações. Acompanhe!

1) Grávidas não devem se tatuar. Verdade!

Para a especialista o melhor é evitar. “Durante a gestação, a mulher fica com o sistema imunológico alterado. Portanto, o risco de contrair infecções ou alergias aumenta. Além disso, caso o material não tenha sido esterilizado corretamente ou não seja descartável, há sempre a ameaça de se contaminar por vírus, como os da hepatite B e C e do HIV”, esclareceu, explicando que essas são doenças de transmissão vertical, ou seja, são conduzidas da mãe para o feto.

2) Tatuagem pode provocar queloides. Verdade!

Segundo a médica, qualquer pessoa pode desenvolver queloide no local tatuado. “É importante lembrar que, geralmente, há a predisposição individual e, eventualmente, uma tendência familiar”, explicou, diferenciando o quadro de uma cicatriz hipertrófica. “A reação fica restrita aos traços, enquanto que o queloide pode exceder a área da tatuagem”, concluiu.

3) Pomadas ou cremes hidratantes com ativos cicatrizantes podem ser usados na região. Verdade!

Os primeiros dias, enquanto o machucado ainda é recente, são ideais para a aplicação desse tipo de produto, já que a hidratação evita a descamação e beneficia todos os tipos de pele. Aposte em opções que apresentem ação antibiótica específica ou que sejam à base de pantenol. Produtos que contenham em sua formulação água termal são sempre bem vindos!

4) Alimentos condimentados, frutos do mar e chocolate não devem ser ingeridos. Mito!

A médica explicou que esses alimentos não possuem influência no processo de cicatrização da pele. Contudo, é preciso ficar atento! Pessoas que têm alergia ou intolerância alimentar a algum desses itens devem evitá-los.

5) Não é indicado expor a tatuagem ao sol. Verdade!

A radiação solar provoca a queimadura da pele, que, por sua vez, acelera o processo de descamação e renovação da região. Segundo a médica, expor o novo desenho à radiação pode alterar a cor e ainda atrapalhar a cicatrização. Portanto, nunca se esqueça de usar um protetor solar com no mínimo FPS30!

6) É preciso evitar a prática de exercícios físicos nos primeiros dias. Verdade!

Para a Dra. Mariana, o que acaba influenciando na cicatrização da tattoo é o contato com o suor. “O excesso de oleosidade aumenta o risco de infecções e atrapalha o processo de cicatrização”, concluiu.

7) A tatuagem não provoca reações na pele. Mito!

Segundo a dermatologista, o paciente pode desenvolver coceira, ardência, alergias, vermelhidão e dor a curto prazo, também chamado de pós-imediato. Enquanto que, no período pós-tardio, as reações mais comuns são a cicatriz hipertrófica e o queloide. Caso a pele apresente algum desses sintomas, procure um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia para uma avaliação precisa do quadro.

8) É necessário aguardar um ano para doar sangue. Verdade!

Respeitar esse tempo é importante devido ao risco de contaminação pelos vírus da hepatite B e C e também do HIV. Por isso, para evitar o contágio, certifique-se de que o material utilizado pelo(a) tatuador(a) é descartável e está esterilizado!

Depois de escolher um tatuador de confiança para realizar o procedimento, não se esqueça de aplicar essas dicas e conquistar um bom resultado, livre de complicações!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 21 de Março de 2016
Modificada em: 21 de Março de 2016

Dra. Mariana Pinheiro Machado

Palavra do Dermatologista

Dra. Mariana Pinheiro Machado

CRM: 52755958

Dra. Mariana Pinheiro Machado é graduada em medicina pela Universidade do Grande Rio. Em sua grade de estágios encontram-se grandes institutos como o INCA e a FIOCRUZ . Além disso, é membro da Sociedades Brasileira de Dermatologia, de Cirurgia Dermatológica e também de Laser em Cirurgia. Possui ainda título de Especialista em Dermatologia pela SBD.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Poros dilatados

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Poros dilatados

Últimas Matérias

Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar Conheça Lipikar Baume AP+M, da La Roche-Posay: o novo creme de hidratação profunda e ação anti-coceira
Ver mais