Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Comida japonesa é saudável? Saiba tudo sobre as propriedades nutritivas dos pratos orientais

Descubra as vantagens e desvantagens da culinária japonesa
Descubra as vantagens e desvantagens da culinária japonesa

Redação por Helena Marques

Produtos relacionados

O oriente costuma ser sinônimo de disciplina e vida saudável, por isso, é comum associar a comida japonesa à saúde e bem-estar. No entanto, o que geralmente não é revelado são os perigos para a dieta que alguns desses alimentos escondem. Confira aqui o que está totalmente liberado e o que pode ser inimigo na sua alimentação.

Sashimi: ótima opção para quem procura por um prato delicioso e nutritivo

Não importa se você escolher entre fatias de salmão ou atum cruas, ambos os peixes têm omêga 3, substância que ajuda a reduzir os níveis de colesterol e triglicérides no sangue. Para os fãs do peixe alaranjado, ele é rico em vitamina A e potássio, que beneficia a visão e diminui a pressão arterial, respectivamente. Já quem prefere o atum, ele é abundante em ferro, que previne a anemia e também possui alta quantidade de vitamina B12.

Atenção ao molho shoyu!

O shoyo é feito de soja, alimento geralmente associado à boa saúde. Contudo, não contém isoflavona, substância que tem relação com prevenção de câncer e de doenças cardíacas. Além disso, o molho possui muito sódio e é relativamente calórico, tendo aproximadamente 53 calorias por 100ml.

O sushi pode ser inimigo da sua dieta

Apesar de o sushi conter peixes que têm substâncias importantíssimas para a nutrição, o gohan (arroz utilizado no recheio) possui carboidratos refinados que podem aumentar o risco de doenças do coração e causar inflamações no organismo. Além disso, esse arroz é preparado geralmente com açúcar, que é capaz de gerar picos de insulina.

Agora que você já sabe o outro lado da culinária japonesa, aprecie com moderação!

Publicada em: 23 de Agosto de 2016
Modificada em: 21 de Julho de 2021

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Bronzeamento natural: 6 dicas para se expor ao sol com cuidado e garantir um bronzeado saudável nesse verão

Bronzeamento natural: 6 dicas para se expor ao sol com cuidado e garantir um bronzeado saudável nesse verão

Pele morena

O excesso de melanina causa manchas na pele? Dermatologista esclarece e dá 5 dicas para evitar o problema

O excesso de melanina causa manchas na pele? Dermatologista esclarece e dá 5 dicas para evitar o problema

Pele morena

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Últimas Matérias

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam O que é rosácea: tratamento e controle das manchas vermelhas na pele com skincare e procedimentos O que é psoríase gutata? Dermatologista explica os sintomas de psoríase e como tratar a doença de pele Kit skincare outono/inverno com Cicaplast Baume B5 e Cicaplast Lábios para prevenir a pele ressecada Água termal para rosácea, dermatite atópica... 5 doenças de pele em que o produto é necessário
Ver mais

escolha a loja de sua preferência