Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

MINÉRAL 89 30ML DE R$119,90 POR R$99,90. APROVEITE AGORA

Como a herpes surge? Conheça os diferentes tipos da doença e saiba como tratá-los

A herpes é uma doença muito comum, causada pelo vírus HSV (Herpes Simples Humano). Mas você sabia que existem três tipos diferentes da doença? Confira!
A herpes é uma doença muito comum, causada pelo vírus HSV (Herpes Simples Humano). Mas você sabia que existem três tipos diferentes da doença? Confira!

Entrevista com Dra. Christiane Gonzaga, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

A herpes é uma doença muito comum, causada pelo vírus HSV (Herpes Simples Humano). Mas você sabia que existem três tipos diferentes da doença? Assim, ela exige tratamentos distintos. Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Christiane Gonzaga, do Rio de Janeiro, para entender tudo sobre as variações e como tratá-las. Confira!

Saiba como e os motivos pelos quais a herpes surge

De acordo com a médica, a doença é caracterizada por pequenas bolhas (vesículas), que podem surgir em qualquer área do corpo, porém são mais comuns nos lábios e na região genital. “A primeira infecção em um paciente que não teve contato anterior com o vírus, geralmente, é mais grave. Depois, os agentes infecciosos podem permanecer no organismo sem manifestar erupções ou sintomas e, posteriormente, podem ser reativados, de forma menos grave e com menor duração”, explicou.

Na maioria das vezes, as bolinhas são precedidas por alguns sintomas como ardor, coceira e formigamento na área em que surgem e as crises costumam durar de 7 a 10 dias. Além disso, a herpes está ligada à baixa imunidade, já que o vírus vence a defesa do organismo. O problema também pode ser causado devido ao estresse, fadiga ou exposição solar excessiva.

Descubra quais são os tipos de herpes e como é possível contrair a doença

A Dra. Christiane afirma que a herpes é extremamente contagiosa. O vírus pode ser contraído através do beijo e compartilhando talheres e copos com alguém que já esteja com o vírus ativo, por exemplo. Conheça as versões da doença:

- Herpes tipo 1: é o mais comum, sendo caracterizada pelas lesões orais;
- Herpes tipo 2: responsável pelas lesões nas regiões genitais e contraído por meio do ato sexual;
- Herpes tipo 3: também conhecido como herpes Zóster, é uma infecção originada do mesmo vírus que causa varicela (catapora). Os principais sintomas são dor e lesões na pele que persistem por semanas ou até meses.

Mas a herpes tem cura? Conheça os tratamentos existente para a doença

Segundo a dermatologista, a herpes não tem cura, mas é possível tratá-la. “Costuma-se indicar antivirais orais e tópicos, que facilitam na cicatrização da ferida. Além disso, iniciar o tratamento assim que sentir os primeiros sintomas é ideal para diminuir o tempo de duração da doença e reduzir a intensidade”, contou.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 17 de Janeiro de 2017
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Christiane Gonzaga

Palavra do Dermatologista

Dra. Christiane Gonzaga

CRM: 52646652

Dra. Christiane Gonzaga é especialista em Dermatologia, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. É membro da Sociedade Internacional de Dermatologia, membro da Sociedade Americana de Dermatologia Cosmética e membro da Academia Americana de Dermatologia. A especialista faz constantes atualizações nos mais importantes Congressos Dermatológicos nacionais e internacionais.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Queratina: o que é? Qual é a função da queratina nos cabelos? Como usar na rotina de cuidados capilar?

Queratina: o que é? Qual é a função da queratina nos cabelos? Como usar na rotina de cuidados capilar?

Dermatologista

SOS lábios: cuidados e procedimentos para deixar a sua boca ainda mais bonita

SOS lábios: cuidados e procedimentos para deixar a sua boca ainda mais bonita

Dermatologista

Os riscos da limpeza de pele excessiva: efeito rebote, irritação... Confira os principais

Os riscos da limpeza de pele excessiva: efeito rebote, irritação... Confira os principais

Dermatologista

Óleo de Melaleuca (Tea Tree Oil): para que serve? É seguro? Quais os benefícios para a pele oleosa?

Óleo de Melaleuca (Tea Tree Oil): para que serve? É seguro? Quais os benefícios para a pele oleosa?

Dermatologista

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Doenças de pele

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Dermatologista

Últimas Matérias

Mancha branca na pele: o que pode ser? Dermatologista lista as causas da descoloração Skincare: o que é? Dermatologista conta como montar uma rotina corretamente Sabonete para dermatite atópica: dermatologista explica como escolher a melhor fórmula Botox preventivo: desvende 5 mitos e verdades sobre o procedimento Peptídeos: 5 benefícios dessas moléculas na sua rotina de cuidados com a pele Microbioma da pele: o que é? Entenda o que são cuidados prebióticos, probióticos e pós-bióticos
Ver mais