Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Como deve ser a ordem dos produtos na rotina de cuidados com a pele? Dermatologista explica!

.
.

Entrevista com Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Uma dúvida recorrente na hora de escolher os produtos da rotina de cuidados com o rosto é em relação à ordem de aplicação. Como deve ser a organização? As texturas influenciam? Pensando nisso, o DermaClub procurou a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que explicou como deve ser a sequência de dermocosméticos, a importância da escolha adequada dos veículos e qual é o intervalo ideal entre as aplicações dos produtos. Confira!

Descubra como deve ser organizada a rotina de cuidados com a pele

Segundo a médica, a ordem é simples: limpar, tonificar, tratar ou apenas hidratar e proteger contra os raios solares, para, então, aplicar a maquiagem. As etapas e tratamentos vão variar de acordo com as necessidades do paciente. “Quando limpa, a pele recebe melhor o produto e a hidratação deve ser realizada em seguida, por que a exposição ao ambiente pode, em alguns casos, piorar irritações já existentes”, explicou, alertando que o ideal é esperar um tempinho depois da aplicação do filtro para iniciarm o ake: de 15 a 20 minutos. “Costumo dizer às pacientes que é o tempo do café da manhã”, contou.

É importante lembrar que no período da noite, caso o rosto esteja maquiado, é preciso remover os produtos com um demaquilante e depois seguir para o ritual de skincare. “A limpeza remove os resíduos remanescentes e prepara a pele para o cuidado noturno”, disse.

Entenda qual a função das texturas e quais são as mais indicadas para cada tipo de pele

De acordo com a dermatologista, as texturas possuem três finalidades: adequação, adesão ao uso e redução de risco de irritações. Para atender esses três quesitos, os produtos variam entre as mais leves e de fácil aplicação, até as mais densas e a escolha deve se basear nas necessidades da pele do paciente. “Os sabonetes, barra ou líquido, podem ser mais suaves, como os syndets - detergentes sintéticos que não modificam o pH da pele -, ou normais. Já no caso dos hidratantes, texturas como gel creme e creme ‘carregam’ a pele, mas isso não é uma regra geral”, esclareceu.

Saiba como usar diferentes produtos sem atrapalhar suas finalidades

Para a especialista, o que determina se um produto pode ou não atrapalhar o funcionamento do outro é a finalidade que ele possui no tratamento. “De modo geral, deve-se esperar uns 15 minutinhos entre uma textura mais densa e uma mais leve, para uma não diluir a outra. Outra opção muito interessante é apostar nos dermocosméticos multifuncionais”, concluiu, explicando que a escolha deve ser feita com a ajuda de um dermatologista, que irá adequar faixa etária, tipo de pele e necessidade específica, aos cremes.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 24 de Março de 2016
Modificada em: 07 de Maio de 2019

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

Palavra do Dermatologista

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

CRM: 66293

Dra. Flávia Addor é dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo, com mestrado no Departamento de Dermatologia da Universidade de São Paulo e extensão universitária na Vrije university (Bruxelas). É membro da Academia Americana de Dermatologia e sócia titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além disso, a médica fez parte do corpo docente da Universidade de Santo Amaro em São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Manchas na pele

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Manchas na pele

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

Manchas na pele

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Manchas na pele

Mancha no buço: como tirar? O que pode ser? Dermatologista explica as causas e tratamentos para o problema

Mancha no buço: como tirar? O que pode ser? Dermatologista explica as causas e tratamentos para o problema

Manchas na pele

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais