Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Produtos com ácidos: como evitar a irritação da pele? Confira a opinião de uma dermatologista

Dermatologista explica como evitar a irritação na pele causada pelo uso de ácidos
Dermatologista explica como evitar a irritação na pele causada pelo uso de ácidos

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A sua pele está irritada? Fique de olho, pois esse pode ser o efeito colateral de algum produto que você incluiu há pouco tempo na rotina de skincare! Muitas substâncias causam esse problema na pele, especialmente os ácidos com poder descamativo em altas concentrações. Mas qual é a melhor forma de evitar essa irritação e continuar usando o ácido normalmente no ritual de beleza? O DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon, que esclareceu a dúvida.

Os ácidos podem causar irritações na pele? Entenda porque isso acontece

Existem vários tipos de ácidos, mas alguns são mais irritativos que outros - um exemplo é o ácido retinóico, em concentrações muito elevadas. De acordo com a médica, ele tem uma ação mais direta: “Desencadeando inflamações, causando ressecamento e alterando a função de barreira cutânea”, explicou. Com isso, a pele tem uma perda transepidérmica, que acontece de uma forma muito rápida, deixando o rosto mais ressecado e reativo a outros produtos que são aplicados em seguida.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Para esclarecer melhor, Drª Carolina detalhou a seguinte situação: “Você aplica um ácido e no dia seguinte já vê que a sua pele mudou, com uma textura mais fina e toque sensível. Com isso, no momento em que você aplicar um creme hidratante ou um tratamento, o produto vai deixar a região mais irritada”.

Todos os ácidos deixam a pele sensível?

Com uma concentração muito alta, vários ácidos - especialmente o retinóico e seus derivados -, podem desencadear essa reação na pele, principalmente em quem já sofre com a sensibilidade. Já os ácidos de fruta, por exemplo, têm menos chances de causar algum efeito colateral, mas não exclui a possibilidade de irritar o rosto. Sendo assim, a dermatologista resume: “Existem vários tipos de ácidos renovadores e todos eles podem causar um impacto reativo”.

Produtos relacionados

Quais são os cuidados para evitar essa irritação?

Para evitar esses problemas, a solução é fazer uma receita combinada. “Geralmente, utilizamos produtos que possuem ácidos e substâncias que vão fazer a reparação de barreira ou que têm uma atividade mais anti-inflamatória e calmante para balancear essa irritação”.

No entanto, ao usar um ácido que não tem essa combinação - sempre recomendado pelo dermatologista, claro -, o ideal é alternar o seu uso ou aplicar um hidratante prebiótico como o próximo passo da rotina. Além disso, não deixe de usar o protetor solar. Lembre-se que essas substâncias deixam a pele mais fotossensível e o uso do filtro evita a irritação causada pelo sol.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 13 de Agosto de 2021
Modificada em: 13 de Agosto de 2021

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Dermatologista

Ácido hialurônico para a pele oleosa: o sérum é a melhor escolha? Deve ser usado com outro ácido?

Ácido hialurônico para a pele oleosa: o sérum é a melhor escolha? Deve ser usado com outro ácido?

Ácidos

Ácido para o rosto: por que incluir na rotina de skincare? Qual é o mais indicado para o seu tipo de pele?

Ácido para o rosto: por que incluir na rotina de skincare? Qual é o mais indicado para o seu tipo de pele?

Ácidos

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Dermatologista

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Dermatologista

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

Dermatologista

Últimas Matérias

Pele hidratada: veja como o verão pode deixar sua pele ressecada e saiba como corrigir o problema Acne hormonal: como tratar a oleosidade, cravos e espinhas no rosto por ovários policísticos (SOP) Tratamento com ácido hialurônico: em quanto tempo dá resultados? Hiperpigmentação pós-inflamatória: o que é? Acne e foliculite causam esse quadro? Peeling químico, depilação a laser: como cuidar da pele sensível após esses procedimentos no verão? Envelhecimento precoce antes dos 30: como tratar e prevenir manchas, flacidez e rugas na pele
Ver mais

escolha a loja de sua preferência