Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Como o excesso de açúcar pode prejudicar a saúde da sua pele? Descubra o que é a glicação!

Doces podem ser agradáveis ao paladar, mas, em excesso, acabam fazendo mal à pele
Doces podem ser agradáveis ao paladar, mas, em excesso, acabam fazendo mal à pele

Redação por Helena Gusmão

Produtos relacionados

Chocolates e docinhos, provavelmente, estão no topo da lista de comidas preferidas de muita gente. No entanto, sabemos que o consumo excessivo de açúcar pode causar vários danos ao organismo, mas não só isso: a pele também é afetada! Por isso, equilibrar a ingestão desse alimento é essencial para evitar efeitos negativos como a glicação, que acelera o envelhecimento precoce da pele.

Açúcar: entenda como esse tipo de alimento pode prejudicar a pele

Quando consumido em excesso, o açúcar pode promover no organismo um processo chamado de glicação. Trata-se de uma reação na qual carboidratos, como a glicose, se ligam permanentemente e danificam as proteínas, como o colágeno. Assim, a pele se torna mais flácida, com rugas e linhas de expressão.

Outro problema causado por esse alimento é o aumento da acne. Quando ingerimos açúcar refinado, refrigerantes e farinha branca, por exemplo, o corpo reage apresentando inflamações. Dessa forma, há um aumento na produção de sebo, que entope os poros, deixando a pele mais oleosa e resultando em cravos e espinhas.

Saiba quais são os cuidados necessários para evitar os danos do açúcar na pele

Para evitar os efeitos negativos do açúcar na pele, o primeiro passo é manter uma alimentação equilibrada, com consumo equilibrado de alimentos com alto índice glicêmico. Assim, também é preciso evitar comidas processadas, como massas, pães, doces e refrigerantes. Portanto, prefira uma dieta repleta de fibras, antioxidantes e gorduras boas.

Além disso, o cuidado com a pele também é essencial, associando o uso de dermocosméticos com ativos antiglicantes e antioxidantes. Essa combinação é capaz de reduzir as ações do açúcar que prejudicam proteínas como o colágeno e as fibras elásticas, e, assim, mantendo a firmeza e elasticidade da pele.

Publicada em: 18 de Agosto de 2017
Modificada em: 06 de Junho de 2022

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Ação antioxidante, antimanchas: conheça 4 benefícios da vitamina C para a pele negra

Ação antioxidante, antimanchas: conheça 4 benefícios da vitamina C para a pele negra

Vitaminas

Como o retinol (vitamina A) pode ajudar a combater os sinais do envelhecimento da pele madura?

Como o retinol (vitamina A) pode ajudar a combater os sinais do envelhecimento da pele madura?

Vitaminas

Niacinamida: qual a importância desse ativo no tratamento para espinhas?

Niacinamida: qual a importância desse ativo no tratamento para espinhas?

Vitaminas

Quais são os benefícios do retinol, vitamina A, para pele?

Quais são os benefícios do retinol, vitamina A, para pele?

Vitaminas

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Vitaminas

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Vitaminas

Últimas Matérias

Além das rugas no rosto: mitos e verdades do que acontece na pele da mulher durante a menopausa Mancha vermelha na pele do rosto: Conheça a solução para cada causa dessas marcas Alergia na pele que coça e fica vermelho e inchado: conheça as causas da urticária e como tratar Seborreia ou dermatite seborreica: o que é? Por que fica mais intensa no inverno? 5 dúvidas sobre a doença Ordem do skincare: passo a passo de quando aplicar cada produto na pele Menopausa precoce também pode afetar a pele? Conheça as causas e como lidar com esse problema
Ver mais

escolha a loja de sua preferência