Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Dermatilomania: o que é? Saiba mais sobre esse distúrbio

Entenda o que é a dermatilomania e saiba qual o tratamento adequado para essa doença / Foto: Getty Images
Entenda o que é a dermatilomania e saiba qual o tratamento adequado para essa doença / Foto: Getty Images

Entrevista com Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Você conhece ou já ouviu falar em dermatilomania? Ao contrário do que muitos pensam, ela não é uma doença de pele. Na verdade, é considerada um transtorno compulsivo relacionado diretamente com a pele. Em outras palavras, a dermatilomania (ou skin picking disorder), é a necessidade excessiva de mexer, arranhar, machucar ou agravar ferimentos existentes no corpo, principalmente irregularidades, como acne, verrugas, foliculite, picadas de mosquito, etc. Para entender melhor sobre esse problema, o DermaClub entrevistou a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo.

Entenda o que é a dermatilomania e suas causas

De acordo com a médica, “a dermatilomania é o hábito compulsivo de manipular a pele criando ou agravando lesões pré-existentes, como espremer espinhas de forma excessiva, ou arrancar cascas de ferida retardando a cicatrização” - existem pessoas que fazem isso até mesmo durante o sono, sem perceber.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A maioria dos quadros desse distúrbio está relacionada com a ansiedade, mas pode ter um componente neurológico e psicológico, como depressão, baixa autoestima ou até mesmo o Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC).

Como saber se tenho dermatilomania? Conheça os sinais do transtorno

Quem tem dermatilomania apresenta vários sinais suspeitos, mas que, muitas vezes, não são notados pelo próprio paciente, como: passar horas examinando a pele procurando por alguma imperfeição, problemas de autoestima, insatisfação com seu corpo, além da manipulação das lesões presentes na região.

A Drª Flávia explica que, se você ou alguma pessoa notar esses sintomas, o recomendado é procurar ajuda profissional o mais rápido possível: “O dermatologista é um médico treinado para este fim, podendo suspeitar da manipulação da pele”.

Dermatilomania tem controle! Saiba como driblar esse problema:

Como o problema tem raízes emocionais, é importante procurar ajuda psicológica. Muitas vezes é necessário isolar a área comprometida com curativos para impedir a escoriação, cortar as unhas bem curtas.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 12 de Julho de 2019
Modificada em: 24 de Setembro de 2019

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

Palavra do Dermatologista

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

CRM: 66293

Dra. Flávia Addor é dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo, com mestrado no Departamento de Dermatologia da Universidade de São Paulo e extensão universitária na Vrije university (Bruxelas). É membro da Academia Americana de Dermatologia e sócia titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além disso, a médica fez parte do corpo docente da Universidade de Santo Amaro em São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

AHA: entenda o que são e quais os benefícios dos alfa-hidroxiácidos para a pele do rosto

AHA: entenda o que são e quais os benefícios dos alfa-hidroxiácidos para a pele do rosto

Dermatologista

Acne da mulher adulta: cravos e espinhas vs. rugas - dermatologista dá dicas de como combater

Acne da mulher adulta: cravos e espinhas vs. rugas - dermatologista dá dicas de como combater

Dermatologista

Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados

Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados

Dermatologista

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo

Doenças de pele

Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19

Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19

Dermatologista

Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo

Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo

Dermatologista

Últimas Matérias

Rotina de skincare anti-idade: 4 passos práticos para prevenir e minimizar os sinais do envelhecimento Do retinol ao ácido hialurônico: 5 ativos que realmente funcionam contra as rugas Botox no rosto: 6 mitos e verdades sobre a aplicação de toxina botulínica Jato de plasma: benefícios + como cuidar da pele após o procedimento que trata acne, manchas e rugas Como tirar manchas do rosto: dermatologista indica 10 ativos que realmente funcionam SKINCONSULT: saiba como a Inteligência Artificial de Vichy pode identificar sinais de envelhecimento da pele
Ver mais