Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

MINÉRAL 89 30ML DE R$119,90 POR R$99,90. APROVEITE AGORA

Dermatologista explica quais são os efeitos que o álcool pode causar na pele e organismo

Descubra quais efeitos a bebida alcoólica pode provocar na pele e organismo
Descubra quais efeitos a bebida alcoólica pode provocar na pele e organismo

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

As bebidas alcoólicas fazem parte dos momentos de descontração e lazer de muitas pessoas, mas podem provocar algumas reações indesejadas no corpo. Seja no momento da ingestão ou mesmo nos dias seguintes, a pele acaba sofrendo com efeitos da bebida. Segundo a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, as consequências que o álcool causa na pele podem ter duas vertentes:

1) Bebidas alcoólicas X rosácea

A médica explicou que a rosácea é uma doença característica de peles reativas, em que toda a vascularização do rosto se dilata com muita rapidez quando entram em contato com determinadas substâncias. “Bebidas alcoólicas, comidas apimentadas ou quentes e até mesmo um banho muito quente podem estimular a dilatação dos vasos. Isso acontece em todas as pessoas, porém, é mais evidente em quem possui rosácea. Em relação ao álcool, especificamente, as bebidas fermentadas provocam maior reação”, esclareceu.

2) Bebidas alcoólicas X qualidade da pele

De acordo com a dermatologista, o consumo excessivo de álcool pode provocar alguns danos na pele com o passar dos anos. “A grande maioria das pessoas bebe e não lembra de ingerir água também e isso causa desidratação. Como consequência, o paciente apresenta o olho fundo e uma pele sem vida e com bolsas, a famosa ‘cara de ressaca’”, explicou.

Além disso, quando o consumo excessivo se estende por longos prazos, o corpo vai sendo cada vez mais prejudicado e envelhecido. “Há cada vez menos hidratação, mais oxidação, a pele fica amarelada e apresenta olheiras cada vez mais profundas. Até a resistência do sistema imunológico é afetada, o que pode desenvolver dermatites e alergias”, atentou.

Apesar dos efeitos do álcool, o vinho pode ser um bom aliado contra o envelhecimento precoce

Ainda que a bebida alcoólica em excesso provoque efeitos negativos na pele, o vinho apresenta em sua composição um importante antioxidante, o resveratrol. “Não há problema nenhum em tomar uma taça de vinho no fim de semana, mas também existem outras maneiras de obter a substância por via oral. Para o dia a dia, pode-se apostar nas cápsulas do antioxidante ou em sucos de uva concentrados”, concluiu. Além disso, pode-se complementar a suplementação oral com a utilização de produtos tópicos contendo resveratrol, os quais auxiliam no tratamento do envelhecimento biológico da pele. Consulte seu dermatologista para conhecer as opções disponíveis.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 16 de Junho de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

SOS lábios: cuidados e procedimentos para deixar a sua boca ainda mais bonita

SOS lábios: cuidados e procedimentos para deixar a sua boca ainda mais bonita

Dermatologista

Os riscos da limpeza de pele excessiva: efeito rebote, irritação... Confira os principais

Os riscos da limpeza de pele excessiva: efeito rebote, irritação... Confira os principais

Dermatologista

Óleo de Melaleuca (Tea Tree Oil): para que serve? É seguro? Quais os benefícios para a pele oleosa?

Óleo de Melaleuca (Tea Tree Oil): para que serve? É seguro? Quais os benefícios para a pele oleosa?

Dermatologista

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Água termal no tratamento da psoríase realmente funciona? Confira a opinião de uma dermatologista

Dermatologista

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Vitamina C, ácido hialurônico, ácido glicólico... Quais substâncias podem ser usadas no sol e na praia?

Dermatologista

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Vitamina B3 (niacinamida): o que é? Conheça a substância e o que ela pode fazer pela sua pele

Dermatologista

Últimas Matérias

Sabonete para dermatite atópica: dermatologista explica como escolher a melhor fórmula Botox preventivo: desvende 5 mitos e verdades sobre o procedimento Peptídeos: 5 benefícios dessas moléculas na sua rotina de cuidados com a pele Microbioma da pele: o que é? Entenda o que são cuidados prebióticos, probióticos e pós-bióticos Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto Queratina: o que é? Qual é a função da queratina nos cabelos? Como usar na rotina de cuidados capilar?
Ver mais