Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Dermatologista explica quais são os tipos de rugas que existem, como evitá-las e tratá-las

Saiba como corrigir e evitar o surgimento de ruguinhas e linhas de expressão
Saiba como corrigir e evitar o surgimento de ruguinhas e linhas de expressão

Entrevista com Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Com o passar do tempo, é natural que haja um declínio da produção de elementos da pele, como o colágeno, a elastina e o ácido hialurônico. Estes são importantes para sua estrutura e, quando presentes, minimizam as chances das rugas aparecerem de forma precoce. É possível evitar que as marcas sejam profundas e, de acordo com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, existem diversas opções de tratamento contra o envelhecimento. Saiba mais abaixo!

Descubra por que o rosto desenvolve rugas e como evitá-las

Segundo a médica, a redução da sustentação, firmeza e elasticidade são os principais agentes internos que provocam as linhas. “A pele tende a ficar franzida em áreas de contração muscular e movimentos constantes. Uma das principais formas de evitar esse tipo de marca é se protegendo da exposição solar excessiva, já que a radiação ultravioleta A é a grande responsável pela alteração do colágeno”, explicou.

Entenda quais são os níveis que as marcas podem apresentar

De acordo com a Dra. Flávia, existem duas classificações:

- Rugas dinâmicas: são as primeiras a serem notadas, conhecidas também como linhas de expressão, e não aparecem no repouso;

- Rugas estáticas: são visíveis mesmo sem movimentos faciais e muito comuns em rostos maduros.

A única diferença entre elas é a profundidade, que também sofre influência de fatores genéticos, espessura da pele e quantidade de exposição solar.

Saiba como é feito o tratamento das rugas em cada caso

Para uma aparência mais natural, o ideal é uma combinação de dermocosméticos e/ou medicamentos orais e tratamentos clínicos, que serão escolhidos de acordo com a situação. “O dermatologista faz uma avaliação para indicar os procedimentos adequados para a área, profundidade, tipo de pele, idade e quantidade de exposição solar. Podem ser realizados lasers, toxina botulínica, produtos tópicos derivados do retinol, preenchedores e até a cirurgia plástica”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 01 de Julho de 2016
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

Palavra do Dermatologista

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

CRM: 66293

Dra. Flávia Addor é dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo, com mestrado no Departamento de Dermatologia da Universidade de São Paulo e extensão universitária na Vrije university (Bruxelas). É membro da Academia Americana de Dermatologia e sócia titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além disso, a médica fez parte do corpo docente da Universidade de Santo Amaro em São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Retinol B3 de La Roche-Posay: o primeiro retinol em sérum adaptado para peles sensíveis

Retinol B3 de La Roche-Posay: o primeiro retinol em sérum adaptado para peles sensíveis

Envelhecimento

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais