Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Veja como fazer esse ritual em casa com ajuda de um profissional
Veja como fazer esse ritual em casa com ajuda de um profissional

Entrevista com Dra. Tatiane Curi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A limpeza de pele profunda é um tratamento que traz muitos benefícios para a pele, especialmente para quem tem a pele oleosa, mista e acnéica. Essa técnica ajuda no controle da oleosidade, diminui a formação de cravos e espinhas, ameniza o aspecto de manchas e ainda proporciona a renovação das células mortas. É comum o procedimento ser feito nos consultórios ou clínicas de estética, mas você sabia que é possível realizar uma limpeza de pele caseira? O DermaClub conversou com a dermatologista Tatiane Curi que indicou todos os passos desse ritual em casa e o que você precisa para montar seu kit de limpeza de pele.

O que é a limpeza de pele profunda?

A limpeza de pele profunda é um tratamento realizado no consultório dermatológico com a intenção de remover comedões (os famosos cravos abertos e fechados), controlar a oleosidade da pele e prevenir a formação de espinhas, como explica a profissional: “Ela diminui e previne as lesões inflamatórias e não inflamatórias, proporcionando uma higienização mais completa da superfície da pele”.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais os benefícios da limpeza de pele profunda feita em casa?

De acordo com a médica, esse tipo de limpeza de pele proporciona uma higienização mais caprichada e controlada da região. Além de remover cravos com segurança, sem deixar manchas na pele, o tratamento também colabora para a diminuição do aparecimento das lesões inflamatórias. “Outro benefício é a renovação das células mortas que, ao mesmo tempo, melhora a circulação local. O resultado desse procedimento também proporciona uma maior facilidade na penetração de princípios ativos de dermocosméticos utilizados pelo paciente em casa”, revelou a profissional.

Tatiane ainda conta que todo tipo de pele pode fazer esse tratamento, desde as oleosas até as mais secas e sensíveis - a diferença está na periodicidade em que a limpeza é feita: “Peles com tendência à acne, provavelmente precisam de uma limpeza de pele mais frequente e com produtos adstringentes ou seborreguladores. Já as peles sensíveis ou com patologias, como rosácea, utilizam ativos com menos conservantes e esfoliantes, além de produtos testados em peles reativas”, aconselhou.

É possível fazer a limpeza de pele em casa com segurança?

Sim, é possível fazer a limpeza da pele profunda em casa com segurança. Basta seguir as etapas indicadas pela dermatologista:

1) Higienização da pele: a primeira coisa que deve ser feita é limpar a pele para remover qualquer acúmulo de produto ou maquiagem, usando um gel de limpeza. Esse dermocosmético não pode conter ativos agressivos, como alguns tipos de ácidos, mas o ideal é que tenha função seborreguladora e desengordurante.

Produtos relacionados

2) Esfoliação manual: usar um esfoliante ajuda a complementar a higienização e afinar gradualmente a camada superficial da pele. Drª Tatiane indica o uso de produtos com microesfoliantes ou grânulos bem delicados, sem fazer muita fricção para não ocorrer uma sensibilização exagerada na pele. “Na ausência de esfoliantes em cremes ou produtos, existe a opção de usar dispositivos vibratórios ou escovas de limpeza que facilitariam essa esfoliação”, recomendou.

Produtos relacionados

3) Vaporização e extração: essa etapa auxilia na remoção de comedões. Mas neste passo, a dermatologista faz um alerta: "Essa extração feita por uma pessoa não qualificada, no caso o paciente, pode ser incorreta e resultar em lesões ou até cicatrizes. Portanto, o conselho é realizar a extração somente com a ajuda de especialistas”, atentou.

4) Hidratação: essa etapa é ótima e pode ser realizada de várias maneiras. “Borrifar água termal é uma opção que amamos indicar, pois hidrata, acalma e aumenta a quantidade de minerais anti inflamatórios e antioxidantes na superfície da pele”, contou a médica. Outra alternativa para esse passo são as máscaras faciais hidratantes que podem ser usadas logo após a higienização.

Produtos relacionados

“Neste caso, o ideal é optar por uma máscara com ativos específicos para o seu tipo de pele - por exemplo, peles mais ressecadas e maduras, o ideal é investir em um produto com ácido hialurônico; para as peles acneicas, optar por ativos seborreguladores; já a pele sensível ou com rosácea, apostar nas substâncias calmantes e hidratantes”.

5) Proteção: por último, e não menos importante, a última etapa é a aplicação do protetor solar. “O produto ajuda a evitar manchas ou irritações, já que a superfície da pele pode ficar levemente sensível após a limpeza”, finalizou.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 19 de Abril de 2021
Modificada em: 19 de Abril de 2021

Dra. Tatiane Curi

Palavra do Dermatologista

Dra. Tatiane Curi

CRM: 108107

Medica, Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Especializada em Cosmiatria pela Universidade de Santo Amaro, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associacao medica Brasileira. Também é sócia efetiva da sociedade Brasileira de Dermatologia e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatologia. Além disso, é medica do corpo clinico do Hospital Sírio Libanes - SP.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Sabonete para acne: conheça o melhor produto para o rosto + rotina de skincare para cravos e espinhas

Sabonete para acne: conheça o melhor produto para o rosto + rotina de skincare para cravos e espinhas

Limpeza de pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais