Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Estrias: qual é o melhor tratamento? É possível remover essas marcas? Dermatologista esclarece as dúvidas

Esclareça todas as suas dúvidas sobre estrias e como tratar essas marcas na pele
Esclareça todas as suas dúvidas sobre estrias e como tratar essas marcas na pele

Redação por Livia Dambrosio

Estrias são cicatrizes que surgem devido à degradação das fibras de colágeno e elastina na pele. Embora seja uma marca considerada comum para muitas mulheres, existem algumas pessoas que ainda encaram essas linhas como um grande incômodo estético no corpo. Para quem pensa em acabar com essas marquinhas, o DermaClub conversou com alguns dermatologistas que esclareceram tudo sobre o assunto - desde o melhor tratamento, formas de prevenir até mitos e verdades. Veja só!

1. O que é estria?

De acordo com a dermatologista Mylenne Torres, de Natal, as estrias são depressões lineares na pele, que se formam em áreas propensas ao estiramento da pele. Essas marcas surgem na cor avermelhada ou arroxeada. Já as mais antigas são de tonalidade branca, atróficas e com um leve enrugamento.

1.1. Por que as estrias surgem?

As estrias surgem devido à degradação das fibras de elastina presentes na pele, que são responsáveis pela sua sustentação e elasticidade, que são resistentes, mas não suportam por muito tempo. Segundo a dermatologista Flávia Ravelli, de São Paulo, “se a pele esticar de forma excessiva há o aparecimento de lesões lineares, as estrias”, afirmou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

1.2. Onde surgem?

As estrias podem surgir em qualquer lugar do corpo, porém, são mais comuns em lugares que sofrem com o esticamento da pele, como:

- Braços;
- Barriga;
- Glúteos;
- Coxas;
- Seios;
- Costas.

1.3. Quais são os sintomas?

- Linhas avermelhadas ou arroxeadas;
- Coceira;
- Linhas brancas.

2. Quais são os tipos de estria?

Na verdade, não existem tipos, mas, sim, estágios da estria, que começa como uma inflamação, em que as marcas ficam com a coloração avermelhada ou arroxeada - que levam o nome de estrias recentes. Após um tempo, elas cicatrizam e se transformam em linhas brancas - que são chamadas de estrias envelhecidas.

3. Quais são as causas da estria?

Embora as causas que levam ao aparecimento de estrias ainda não estejam bem esclarecidas, alguns estudos indicam que os hormônios diminuem a resistência do colágeno na pele em pessoas que são geneticamente predispostas ao problema. Isso acaba desencadeando uma inflamação e o rompimento das fibras elásticas e colágenas, consequentemente formando as cicatrizes.

Além dos fatores genéticos, a Dra. Mylenne listou algumas condições que favorecem o surgimento das estrias:

- Crescimento na adolescência;
- Uso de corticoides;
- Ganho ou perda de peso de maneira rápida;
- Gravidez;
- Musculação intensa;
- Implantes mamários.

4. Como prevenir a estria?

Excluindo a causa genética, as estrias podem ser evitadas com alguns cuidados bem práticos com o corpo. A dermatologista Christiane Gonzaga, do Rio de Janeiro, listou os mais recomendados:

- É muito importante manter o corpo sempre hidratado com dermocosméticos hidratantes indicados pelo dermatologista;
- Beba cerca de dois litros de água por dia;
- Pratique exercícios físicos regularmente;
- Evite a ingestão de doces, gorduras, sal em excesso;
- Invista em uma alimentação balanceada, incluindo frutas, legumes e verduras;

5. Quais são os tratamentos para acabar com as estrias?

Segundo a Dra. Christiane, geralmente os tratamentos visam a renovação da pele e o aumento da produção de colágeno. Por isso, o resultado é mais eficiente em estrias recentes. Sendo assim, os melhores cuidados para amenizar essas marcas são:

5.1. Esfoliação: serve para fazer a descamação da pele superficial, promovendo o crescimento de uma nova. O ritual também aumenta o estímulo para formação de fibras de colágeno e elastina, melhorando a qualidade da pele na região.

5.2. Ácido retinoico: é uma substância derivada da vitamina A e muito utilizado para o tratamento tópico das estrias. Pode deixar a pele mais sensível, causando vermelhidão e descamação, e só deve ser usado depois da indicação médica. Mantenha a região hidratada, o que, além de amenizar a irritação, preserva as fibras.

5.3. Peelings: são semelhantes aos ácidos, porém, costumam ter uma concentração mais elevada de ativos que proporcionam descamação e vermelhidão local. O procedimento pode, ou não, ser associado à sessões de dermoabrasão, que estimulam a produção de colágeno, promovendo a uniformização da pele e permitindo uma melhor penetração dos ativos.

5.4. O laser fracionado: também pode ser utilizado e gera pequenas áreas de dano térmico, além da cicatrização do tecido lesado, promovendo a produção de colágeno.

6. Mitos e verdades sobre estrias

6.1. É inevitável ter estrias na gravidez.

Mito! Não é inevitável, mas, sim, comum as mulheres terem estrias durante a gravidez. Isso acontece devido ao aumento da produção hormonal associado ao ganho de peso e estiramento do abdômen. Porém, é possível evitar as cicatrizes nesta fase com alguns cuidados bem simples como: adotar uma alimentação balanceada, beber água, praticar atividade física e hidratar bastante o corpo cooperam para evitar as marcas.

6.2. Óleos hidratantes podem prevenir estrias.

Verdade! A hidratação é a palavra chave para otimizar a produção de colágeno e evitar a formação das estrias. Os óleos são super hidratantes e podem ser encontrados na sua forma pura ou na formulação de vários cremes para o corpo.

6.3. Homens não têm estrias.

Mito! Assim como as mulheres, os homens também têm estrias, mesmo apresentando uma predisposição menor. As marcas costumam aparecer na região dos braços em pacientes que malham ou fazem alguma atividade física. Isso acontece devido a hipertrofia, que nada mais é que o aumento de massa muscular dos bíceps. O crescimento tenciona a fibra responsável pela elasticidade da região, provocando as lesões de estria.

6.4. Estria não tem cura.

Verdade! A estria é uma lesão de caráter estético, sem gravidade e não tem cura. Uma vez formada, ela não desaparece completamente, mas com procedimentos clínicos e cuidados diários, as marcas podem ser amenizadas.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 22 de Maio de 2018
Modificada em: 22 de Maio de 2018

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Criolipólise: o que é, vale a pena, quais são os benefícios do tratamento estético?

Tratamento de pele

Além das rugas: 7 utilidades da toxina botulínica (botox) que você não conhecia

Além das rugas: 7 utilidades da toxina botulínica (botox) que você não conhecia

Tratamento de pele

Ano novo, pele renovada: 5 tratamentos para investir em 2020

Ano novo, pele renovada: 5 tratamentos para investir em 2020

Tratamento de pele

Ácido salicílico: posso usar de dia? Entenda a relação dessa substância com a exposição solar

Ácido salicílico: posso usar de dia? Entenda a relação dessa substância com a exposição solar

Tratamento de pele

Depilação a laser vale a pena? Dermatologista indica os prós e contras do procedimento no rosto e corpo

Depilação a laser vale a pena? Dermatologista indica os prós e contras do procedimento no rosto e corpo

Tratamento de pele

Comecei o tratamento antiacne e estou com mais espinhas: dermatologista esclarece o que pode ser

Comecei o tratamento antiacne e estou com mais espinhas: dermatologista esclarece o que pode ser

Tratamento de pele

Últimas Matérias

Blemish + Age UV Defense, de SkinCeuticals: conheça o protetor solar que trata a oleosidade e o envelhecimento Máscara Minéral 89 de Vichy: conheça o novo boost de hidratação e fortalecimento para a pele Guia de beleza para homens: cuidados com a pele masculina, couro cabeludo e barba Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados Pele perfeita sem maquiagem: rotina de skincare para uma pele bonita e saudável Como cuidar das sobrancelhas em casa: especialista dá dicas para manter a região impecável
Ver mais