Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Extração de cravos em casa: 3 coisas que podem acontecer com a sua pele se você tentar fazer isso sozinha

Entenda os riscos de espremer cravos da pele em casa - das cicatrizes às inflamações / Foto: Pexels
Entenda os riscos de espremer cravos da pele em casa - das cicatrizes às inflamações / Foto: Pexels

Redação por Livia Dambrosio

Você adora extrair cravos (comedões) em casa, mas já parou para pensar no mal que esse hábito pode causar à sua pele? Além de agravar muito o quadro do comedão, podendo transformar o cravo em uma espinha inflamada, esse hábito acaba refletindo em outros problemas, como a formação de manchas escuras e cicatrizes hipertróficas no rosto. Para compreender melhor o risco dessa manipulação, o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon, que revelou 5 coisas que podem acontecer com a sua pele se você tentar fazer isso sozinho em casa. Dá só uma olhada no que ela disse e saiba a maneira mais segura de praticar esse ritual.

“Posso extrair cravos em casa?”

Não, você não pode remover cravos em casa e a médica explica o porquê. “Quando um comedão é manipulado ele pode se transformar em vários problemas, como em uma espinha, e desencadear o aparecimento de uma cicatriz”, revelou. Por isso é tão importante excluir esse hábito da sua vida!

Para entender melhor essas lesões, a especialista conta como os comedões são formados e os tipos que existem na pele. “O cravo é o aumento da secreção da glândula sebácea e esse acúmulo acaba ficando retido dentro do poro. Esse processo pode formar dois tipos de cravos: o fechado, que não tem contato com a superfície da pele (é só uma elevação) e o aberto, aquele pontinho preto mais comum”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

3 riscos de remover cravos em casa sozinho

O cravo precisa ser removido de uma forma segura para que ele seja extraído completamente. Normalmente quando esprememos um cravo em casa, fica um pedacinho da secreção dentro do poro e isso acaba desencadeando um processo inflamatório mais grave. Com esse argumento a dermatologista alerta: “O cravo não deve ser extraído em casa em hipótese alguma!”. Veja 3 coisas que podem acontecer com a sua pele se você tentar fazer isso sozinho:

Espinhas: formam-se quando a secreção do cravo não é removida do poro por completo, refletindo em uma inflamação.

Cicatrizes: quando o paciente aplica muita força na manipulação e acaba lesionando a pele, resultando nessa marca.

Manchas na pele: acontece depois que o cravo é espremido brutalmente o que resulta no excesso de formação de melanina no local.

Qual é a maneira mais segura de remover cravos?

A forma mais segura de remover cravos é com um dermatologista ou profissional de estética qualificado. A Drª Carolina explica a forma correta de realizar o ritual: “O ideal é que a pele seja preparada, o profissional utilize substâncias para gerar o amolecimento dessa secreção e gerar uma dilatação dos poros com vapor, por exemplo”. Com esse processo, o cravo sairá da pele por completo e com facilidade sem causar nenhum dano à pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 03 de Novembro de 2020
Modificada em: 04 de Novembro de 2020

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Pele oleosa na gravidez: dermatologista explica as espinhas, cravos e excesso de oleosidade durante a gestação

Pele oleosa na gravidez: dermatologista explica as espinhas, cravos e excesso de oleosidade durante a gestação

Pele oleosa

Pele oleosa e com manchas: 5 produtos que podem fazer a diferença na sua rotina de skincare

Pele oleosa e com manchas: 5 produtos que podem fazer a diferença na sua rotina de skincare

Pele oleosa

Gel de limpeza Cerave: conheça esse cuidado composto por ativos hidratantes feito para a pele normal e oleosa

Gel de limpeza Cerave: conheça esse cuidado composto por ativos hidratantes feito para a pele normal e oleosa

Pele oleosa

Cicatriz hipertrófica de acne no rosto: dermatologista lista 6 tratamentos para as marcas de espinhas

Cicatriz hipertrófica de acne no rosto: dermatologista lista 6 tratamentos para as marcas de espinhas

Acne e espinha

"Mascne": máscara de proteção pode causar espinhas? Dermatologista explica como tratar e prevenir essas lesões

"Mascne": máscara de proteção pode causar espinhas? Dermatologista explica como tratar e prevenir essas lesões

Pele oleosa

Jato de plasma: benefícios + como cuidar da pele após o procedimento que trata acne, manchas e rugas

Jato de plasma: benefícios + como cuidar da pele após o procedimento que trata acne, manchas e rugas

Acne e espinha

Últimas Matérias

Dermocosméticos em ampolas: o que têm de especial? Manchas na pele X verão: quem tem melasma, vitiligo, marcas de acne pode se bronzear? Ampola de vidro em dermocosméticos: quais os benefícios? Como funciona? Como descartar corretamente? Como cuidar da pele durante o tratamento de câncer de mama: dicas de produtos e rotina de skincare Como usar ácidos na pele: 5 mandamentos fundamentais para incluir esse tratamento na rotina de skincare Creme para olhos: 9 ativos super poderosos para tratar olheiras, rugas e ressecamento na região
Ver mais