Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo

 A alopecia areata é uma condição que gera falhas e queda de cabelo. Saiba como tratá-la!

A alopecia areata é uma condição que gera falhas e queda de cabelo. Saiba como tratá-la!

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Que a queda de cabelo pode estar relacionada a uma série de problemas não é novidade para ninguém. No entanto, o que poucos sabem é que o quadro também pode ser um sintoma de alopecia areata. A doença, que é caracterizada pelo surgimento de falhas no cabelo, costuma resultar em áreas arredondadas ou ovais no couro cabeludo e causar bastante incômodo. Mas o que será que causa a alopecia? Para esclarecer essa e outras dúvidas, nós conversamos com a dermatologista Carolina Marçon, de São Paulo. Veja só o que ela nos contou!

O que é a alopecia areata?

De maneira simples, a alopecia areata é considerada uma doença autoimune e não contagiosa que resulta nas falhas no couro cabeludo e na queda de cabelo. “Ninguém sabe exatamente e detalhadamente o mecanismo por trás da alopecia, mas sabe-se que envolve uma autoimunidade da produção de anticorpos contra os folículos pilossebáceos, ou seja, a raiz dos fios”, explica a dermatologista. Com isso, surgem áreas arredondadas com ausência de fios no couro cabeludo ou a queda completa dos cabelos. Embora seja mais comum em jovens, vale lembrar que a alopecia areata é uma condição que pode resultar nas falhas de cabelo em qualquer faixa etária.

As principais causas da alopecia areata

Ainda que as causas da alopecia areata sejam desconhecidas, acredita-se que a doença esteja ligada à alguns fatores, como:

- Predisposição genética;
- Doenças autoimunes, como vitiligo e lúpus;
- Estresse;
- Ansiedade;

Por isso, antes de buscar formas para lidar com a alopecia areata, é importante identificar o fator responsável pelas falhas e a queda de cabelo. Dessa forma, é possível garantir o melhor tratamento para o seu caso, aliviar os sintomas e favorecer o crescimento dos fios.

Saiba como tratar a alopecia areata

Segundo a Drª Carolina, o tratamento para alopecia areata pode variar de acordo com as características da queda de cabelo e a faixa etária do paciente. Mas, de maneira geral, ele costuma ser feito com injeções de cortisona nas áreas com falhas. “Já nos casos refratários, a alopecia pode ser tratada com imunossupressores de uso sistêmico”, afirma a dermatologista.

Além disso, também é possível fazer alguns tratamentos tópicos, como o uso de difenciprona, que é uma substância com capacidade imunomoduladora, ou seja, que atua nos mecanismos de resposta imune para estimular uma resposta natural para queda de cabelo. Mas lembre-se: qualquer tipo de tratamento deve ser feito sob orientação médica.

Produtos relacionados

É possível prevenir o surgimento da alopecia?

Por se tratar de uma doença autoimune associada a fatores emocionais, a alopecia não possui grandes formas de prevenção. Ainda assim, existem alguns cuidados que podem ajudar a impedir os fatores que resultam nas falhas de cabelo. “Para os pacientes que possuem essa predisposição e já lidaram com as quedas, é importante buscar mecanismos de controle de estresse para aliviar os quadros da alopecia areata, como acompanhamento psicológico, meditação e atividades físicas”, finaliza a profissional.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 29 de Abril de 2021
Modificada em: 29 de Abril de 2021

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Como fazer o cabelo crescer: 8 produtos e cuidados que vão acelerar o crescimento dos fios

Como fazer o cabelo crescer: 8 produtos e cuidados que vão acelerar o crescimento dos fios

Queda de cabelos

Queratina para cabelo: alisa? Qual a função? Como usar? 6 dúvidas sobre o ingrediente

Queratina para cabelo: alisa? Qual a função? Como usar? 6 dúvidas sobre o ingrediente

Queda de cabelos

Mancha avermelhada na pele do couro cabeludo: o que é? Conheça as causas e tratamentos para esse problema

Mancha avermelhada na pele do couro cabeludo: o que é? Conheça as causas e tratamentos para esse problema

Couro cabeludo

Dor no couro cabeludo: o que pode ser? 5 causas + como tratar o couro cabeludo dolorido

Dor no couro cabeludo: o que pode ser? 5 causas + como tratar o couro cabeludo dolorido

Couro cabeludo

Shampoo Dercos Energizante de Vichy: conheça o produto com ação antiqueda que deixa seu cabelo mais forte

Shampoo Dercos Energizante de Vichy: conheça o produto com ação antiqueda que deixa seu cabelo mais forte

Queda de cabelos

Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto

Esfoliante para o couro cabeludo: ajuda com a caspa? Resseca o cabelo? 4 mitos e verdades sobre o assunto

Couro cabeludo

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície Verão e ar-condicionado: rotina de skincare e cuidados para evitar o ressecamento da pele
Ver mais