Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Filtro solar físico é indicado para todos os tipos de pele. Saiba o motivo e aposte no produto!

Saiba porque o filtro solar físico é ideal para todos os tipos de pele e como usar o produto
Saiba porque o filtro solar físico é ideal para todos os tipos de pele e como usar o produto

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Muitas vezes, achar o filtro solar ideal demanda tempo, paciência e muitos testes. "O dermatologista indica as melhores opções para as necessidades daquela pele, mas o paciente tem a liberdade para escolher o produto que se sente mais confortável ao usar", disse a dermatologista Vanessa Metz, Rio de Janeiro. Mas você sabia que existe um protetor ideal para todos os tipos de pele? Descubra!

Entenda por que os filtros físicos podem ser usados por todos os tipos de pele

Segundo especialistas, ao contrário dos filtros químicos, que podem ser absorvidos pela pele, os filtros físicos permanecem apenas em sua superfície, criando uma barreira que reflete os raios solares. Esses filtros, conhecidos por sua elevada segurança, são adequados para todos os tipos de pele. O produto ainda possui ampla proteção contra raios UVA e UVB, que são refletidos quando entram em contato com a superfície protegida da pele.

Saiba quais são as principais características do filtro físico

- Possuem em sua fórmula ativos como o óxido de zinco e dióxido de titânio, responsáveis pela formação da camada que protege a pele,não sendo absorvidos pelo organismo;

- O produto é leve e pode ser espalhado com facilidade;

- É possível encontrar versões com cor, que protegem e corrigem as imperfeições de uma só vez, uniformizando a tonalidade da pele e protegendo contra a luz visível;

- Os protetores solares físicos são resistentes à água, mas ainda assim devem ser reaplicados durante o dia, de 2 em 2 horas conforme a orientação da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Isso garante a proteção durante todo o período de exposição à radiação.

Filtros físicos são indicados para aplicação em peles sensíveis/sensibilizadas

Os filtros físicos podem ser usados por qualquer tipo de pele, da mais oleosa à extremamente seca. Porém, há um tipo de pele específico que se beneficia com as características do produto. As peles reativas, sensíveis ou sensibilizadas por procedimentos dermatológicos - como peelings e lasers - tem a chance de reação reduzida se utilizar um filtro físico quando comparado com o uso de filtros químicos.

Visite um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia e inicie já a sua rotina de cuidados diários com a pele, incluindo a proteção solar!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 07 de Março de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais