Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

INCA estima mais de 180 mil novos diagnósticos de câncer de pele no Brasil em 2016. Saiba como prevenir-se!

Veja dicas de como se prevenir do câncer de pele
Veja dicas de como se prevenir do câncer de pele

Entrevista com Dra. Vanessa Metz, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

O câncer de pele é o mais comum na população e, sem cuidado e acompanhamento, pode ser fatal. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), são estimados mais de 180 mil novos diagnósticos no Brasil para o ano de 2016. O que muitos não sabem é que apenas uma queimadura solar é capaz de dobrar o risco de surgimento do melanoma, o tipo mais agressivo da doença de pele. O DermaClub conversou com médicos da Sociedade Brasileira de Dermatologia e te explica como se proteger para evitá-lo. Confira!

Proteger-se da radiação solar é a principal medida para prevenir o câncer de pele

A exposição solar é responsável não só pelo envelhecimento precoce, mas também pelo câncer de pele. Segundo especialistas, cerca de 90% dos melanomas estão relacionados à exposição a radiação UV. A doença pode ser fatal, porém, se diagnosticada logo no início, possui tratamento eficaz para ser vencida. Os tipos mais comuns são três:

- Carcinoma basocelular: é o menos agressivo, ocorre com mais frequência em regiões constantemente expostas, como o rosto;

- Carcinoma espinocelular: pode surgir em áreas sadias ou comprometidas por antigas cicatrizes ou feridas crônicas, sua evolução ocorre de maneira rápida;

- Melanoma: o mais perigoso entre eles, surge de pintas ou manchas que podem ser antigas ou novas.

Há algumas décadas, era comum tomar banho de sol sem proteção solar. Com o envelhecimento dessa geração, os casos da doença aumentaram e podem acontecer quase 200 mil novos casos no ano de 2016, de acordo com institutos especializados. Por esse motivo é tão importante aplicar e reaplicar durante o dia o protetor solar.

Saiba mais sobre o melanoma, o tipo de câncer mais agressivo

A grande maioria dos casos de melanoma estão relacionados à exposição solar excessiva, porém essa não é a única forma de contrair a doença. “Se expor sem proteção pode gerar manchas e pintas pelo corpo. O caso pode ocorrer em qualquer área que tenha melanócitos, as células que produzem melanina”, explicou a dermatologista Vanessa Metz, da cidade do Rio de Janeiro.

Entenda os sintomas para procurar ajuda médica

Cuidar da pele adequadamente requer alguns hábitos, o mais importante é se consultar com um dermatologista frequentemente. Quando não há nenhum histórico ou problema que acometa a pele do paciente, o indicado pela Dra. Vanessa é a visita anual. Caso contrário, a consulta deve ser feita, no mínimo, a cada seis meses.

Além de indicar os melhores produtos para as necessidades do seu corpo, o médico é capaz de analisar as características de pintas e manchas novas ou não. Nem todas as marcas se tornam câncer de pele, é preciso estar atento a simetria, bordas, cor, diâmetro e qualquer mudança ou evolução do sinal.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 19 de Janeiro de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Vanessa Metz

Palavra do Dermatologista

Dra. Vanessa Metz

CRM: 52794953

Dra. Vanessa Metz é especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, formada em medicina pela Faculdade Souza Marques e pós-graduada em dermatologia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro. Foi vice-presidente da Associação dos Dermatologistas da UERJ (ADUERJ) no ano de 2009 e professora substituta do serviço de Dermatologia do Hospital Universitário Pedro Ernesto no ano de 2010. É sócia efetiva da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e membro da Academia Americana de Dermatologia (AAD). Está em constante atualização participando de cursos e congressos no Brasil e exterior para trazer aos seus pacientes o que há de mais moderno.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Poros dilatados

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Poros dilatados

Últimas Matérias

Guia de beleza para homens: cuidados com a pele masculina, couro cabeludo e barba Novos hábitos de saúde e beleza com o fim da quarentena: dermatologista indica como serão os cuidados Pele perfeita sem maquiagem: rotina de skincare para uma pele bonita e saudável Como cuidar das sobrancelhas em casa: especialista dá dicas para manter a região impecável Como cortar o cabelo em casa: veja 3 dicas para aparar pontas, franja e até raspar a cabeça Peptídeos: o que são? Quais os benefícios? Como usar na pele? Conheça os vários tipos dessa proteína
Ver mais