Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Mitos e verdades sobre queda de cabelo: o que pode ser? Shampoo antiqueda funciona? Confira!

Shampoo antiqueda funciona? Estresse causa queda de cabelo? Confira esse e outros mitos e verdades sobre esse problema / Foto: Andrew Worley, Unsplash.com
Shampoo antiqueda funciona? Estresse causa queda de cabelo? Confira esse e outros mitos e verdades sobre esse problema / Foto: Andrew Worley, Unsplash.com

Entrevista com Dra. Sineida Berbert Ferreira , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Seu cabelo está caindo muito? A queda de cabelo pode estar relacionada a uma série de problemas - como infecções, doenças do couro cabeludo (dermatite seborreica, psoríase ou alopecia), alterações hormonais (menopausa) e deficiências nutricionais. Por trás desse problema, existem muitas dúvidas sobre a perda das madeixas: Qual seria o melhor remédio para a queda de cabelo? O shampoo antiqueda funciona? O estresse e a química podem causar a perda dos fios? O DermaClub entrevistou a dermatologista Sineida Berbert, do Paraná, que esclareceu mitos e verdade sobre o assunto.

Mito ou verdade: o uso de shampoo antiqueda funciona no tratamento?

Verdade, porém não é a única solução. A médica explica que o shampoo antiqueda é um excelente coadjuvante no tratamento da queda de cabelo. Mas, para que o seu uso seja eficaz, é importante entender o papel do produto na rotina de cuidados capilares, que é: “reparar a estrutura do fio”, afirma a profissional.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Mito ou verdade: é necessário fazer uso de outro dermocosmético ou medicamento?

Verdade. O uso de uma máscara ou ampola capilar melhora o aspecto da haste capilar e evita a sua quebra. “Além disso, é importante a associação de medicamentos sejam de uso tópico como o minoxidil, ou de uso sistêmico conforme o diagnóstico clínico, que vão desde inibidores de 5-alfa redutase, a antiandrógenos e nutracêuticos”, garantiu a dermatologista.

Mito ou verdade: o estresse pode causar a queda dos fios?

Verdade. A profissional esclarece que o estresse é uma das principais causas de queda de cabelos. “Uma queda de até 100 fios ao dia é normal, pois é a quantidade respeita as fases de crescimento do pelo, porém, em situações estressantes existe uma maior secreção do hormônio cortisol, levando uma perda maior do cabelo”, contou.

Existem outras formas específicas de queda de cabelo, como a alopecia areata, que é uma doença autoimune, também agravada e desencadeada pelo estresse. “As áreas mais afetadas são do cabelo e da barba que, às vezes, sofrem a queda de todos os pelos do corpo (alopecia areata universal)”, disse a médica.

Mito ou verdade: ao contrário do que dizem, a química não pode causar a queda dos fios?

Mito. “O uso de tinturas, alisamentos e progressivas, assim como o secador e a chapinha, podem produzir a quebra e a fratura dos fios, levando à queda, assim como podem produzir um processo de dermatite de contato e induzir a perda dos fios”, atentou a dermatologista.

Mito ou verdade: uma boa alimentação ajuda na saúde dos fios?

Verdade. A saúde da pele, unhas e cabelos começa por uma boa alimentação. “Por isso, é fundamental a ingestão de proteínas, vitaminas A, C, H e ômega 3, encontradas nas carnes, ovos, cereais integrais, frutas, vegetais verdes escuros, salmão, nozes e castanhas”, esclareceu. Em alguns casos, devemos complementar o cardápio com suplementos nutricionais recomendado pelo dermatologista para cada caso em particular.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 06 de Dezembro de 2018
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Sineida Berbert Ferreira

Palavra do Dermatologista

Dra. Sineida Berbert Ferreira

CRM: 12283

Médica graduada pela Universidade Federal Fluminense do Rio de Janeiro e com Residência Médica em Dermatologia clinica e cirúrgica pela mesma universidade -UFF. Título de especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia da SBD. Título de especialista em Hansenologia pela SBH. Título especialista em dermatologia pela AMB. International Fellow American academy of dermatology. Proprietária e diretora clínica da clínica de Dermatologia Dra Sineida Berbert Ferreira em Maringá -Pr. Membro do conselho científico da Psoríase Brasil. Autora livro “Doutor eu tenho muito suor “- Grupo Gen - AC farmacêutica - 2000.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Poros dilatados

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Poros dilatados

Últimas Matérias

O tratamento oncológico e as consequências na pele Como e por que devemos cuidar da pele durante o tratamento de radioterapia? Como proteger a pele durante a quimioterapia A minha pele está sensível? Coceira, descamação, irritação na pele: 5 sinais de sensibilidade + como tratar Saiba porque o cuidado com a pele durante o tratamento oncológico pode ser vital 5 dicas indispensáveis para cuidar da pele durante a jornada do tratamento contra o câncer
Ver mais