Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

O anticoncepcional faz bem ou mal à pele? Dermatologista explica como o método contraceptivo age neste órgão

Alguns anticoncepcionais possuem funções para além de somente prevenir a gravidez. Você sabe quais os efeitos dele na pele? Veja
Alguns anticoncepcionais possuem funções para além de somente prevenir a gravidez. Você sabe quais os efeitos dele na pele? Veja

Entrevista com Dra. Christiane Gonzaga, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Você já se questionou quais os efeitos do uso contínuo da pílula anticoncepcional na sua pele? Muitas mulheres costumam ficar sob o efeito do remédio por anos, e ele pode sim te trazer benefícios, mas também há contraindicações para o seu uso. Pensando nisso, o DermaClub conversou com a dermatologista carioca Christiane Gonzaga para entender melhor os efeitos do medicamento na pele. Dá uma olhada!

Saiba quais são os benefícios que o anticoncepcional oferece

De acordo com a médica, existem alguns anticoncepcionais com funções para além de somente prevenir a gravidez que atuam também na regularização dos ciclos menstruais, diminuição das dores e inchaços, dentre outros fatores. Assim, o medicamento é indicado para mulheres que sofrem com essas questões e até mesmo para aquelas que possuem cistos no ovário devido às alterações hormonais. Além disso, ela completa que “outros problemas decorrentes de disfunções hormonais também podem apresentar melhora com o uso de anticoncepcionais, entre eles: o hirsutismo, acne e ovários policísticos”.

Descubra qual a influência da pílula na pele

Antes de recorrer à pílula anticoncepcional como tratamento de acne, contudo, é necessário verificar se a sua acne é de fato causada por fatores hormonais. A dermatologista revelou que, caso seja realmente ocasionada por alterações hormonais, a pílula traz benefícios, pois atua na diminuição da produção de sebo e oleosidade da pele. “As mulheres que produzem muitos hormônios andrógenos podem observar uma pele mais oleosa e propensa à formação de cravos e espinhas, por isso, deve-se optar por uma pílula que contenha estrogênio e progesterona, reduzindo a quantidade de andrógenos no corpo”, explicou.

Os efeitos da pílula na pele são positivos ou negativos? Veja quais são as alterações mais comuns

A Dra. Christiane aponta que o organismo de cada mulher é único e por isso devem-se realizar exames para verificar as alterações hormonais e identificar o quadro de cada um. “Para algumas mulheres a pílula não é indicada, pois contém uma concentração de hormônios que podem levar a efeitos negativos, como a trombose ou até mesmo no ganho de peso e aumento da retenção de líquidos e celulites. Já para outras, o uso constante dos anticoncepcionais pode levar a uma regulação do ciclo menstrual e melhoras na pele e cabelo”, completou.

O anticoncepcional é recomendado para qualquer pessoa?

A médica destaca que o anticoncepcional não é indicado para todas as pessoas. É importante que sejam realizados exames para identificar o histórico de risco e familiar da paciente, visto que, sem a indicação e acompanhamento médico, há uma série de riscos de desenvolvimento de trombose venosa profunda. Além disso, para aquelas que desejam o anticoncepcional apenas para melhorar a pele, ela aponta que “é importante observar se a acne é realmente causada por fatores hormonais. Caso não seja, outros tratamentos podem ser indicados e apresentarão maior eficácia”.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 14 de Fevereiro de 2017
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Christiane Gonzaga

Palavra do Dermatologista

Dra. Christiane Gonzaga

CRM: 52646652

Dra. Christiane Gonzaga é especialista em Dermatologia, Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. É membro da Sociedade Internacional de Dermatologia, membro da Sociedade Americana de Dermatologia Cosmética e membro da Academia Americana de Dermatologia. A especialista faz constantes atualizações nos mais importantes Congressos Dermatológicos nacionais e internacionais.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Acne neonatal: o que é? Quais são as causas? Como tratar as espinhas no bebê

Tratamento de pele

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Tratamento de pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Tratamento de pele

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Tratamento de pele

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais