Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica

Saiba o que é neurodermatite e como tratar
Saiba o que é neurodermatite e como tratar

Entrevista com Dra. Carolina Reato Marçon, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Você já ouviu falar em neurodermatite? Esse termo popular se refere a uma doença de pele chamada neurodermite e pode causar grande desconforto em quem a possui. Esse problema pode aparecer em qualquer lugar do corpo e causa aquela sensação de coceira incontrolável. Mas será que a neurodermite é a mesma coisa que dermatite atópica? Como ela deve ser tratada? A Dra. Carolina Marçon foi nossa convidada para contar tudo sobre esse problema de pele para você. Confira!

Neurodermite e dermatite atópica? Nada a ver!

A Dra. Carolina explica que a neurodermite é um processo inflamatório causado por um evento inicial, uma picada de mosquito ou uma alergia, por exemplo, que é secundário ao ato de coçar - é aí que mora o problema. “O evento inicial gera mais inflamação, e a inflamação faz coçar mais. Com esse ciclo vicioso, algumas pessoas acabam coçando a pele como mecanismo de escape ou ansiedade. Em alguns pontos do corpo em que a pessoa fica coçando e cutucando vai se formando um nódulo ou lesão”, explica a dermatologista. A coceira da neurodermite causa vermelhidão, espessamento da pele e até mesmo nódulos, conforme o estímulo externo for aumentando.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Entretanto, confundir a neurodermite com dermatite atópica é um erro, como esclarece a médica. Mas afinal, o que é dermatite atópica? “A dermatite atópica é uma dermatose crônica inflamatória, de caráter multifatorial”, diz a dermatologista. “Basicamente é uma alteração da função de barreira da pele. A pele com dermatite, assim, tende a ser mais seca, mais sensível, com vários graus de intensidade.”

Dermatite atópica pode evoluir para neurodermite

Apesar de serem doenças completamente diferentes, uma dermatite atópica pode virar neurodermite. “O paciente que tem dermatite atópica e coça muito as lesões pode evoluir para uma neurodermite, já que a coceira está relacionada com o processo inflamatório”, explica a médica. Com relação ao tratamento, a dermatologista é taxativa: “O tratamento da neurodermite tem como ponto número um parar de coçar, porque interrompendo o estímulo, é controlado o processo inflamatório e a sequência de fatos que levam ao espessamento da pele”.

Se o caso é a evolução de uma dermatite para uma neurodermite, alguns medicamentos podem auxiliar. “O que deve ser feito é tratar a dermatite: usar cremes que façam reparo de barreira ou imunomoduladores tópicos, dependendo do caso. Nas lesões únicas de neurodermite, podemos utilizar corticóide oclusivo”. Em alguns casos, a Dra. Carolina diz que as lesões mais graves podem até mesmo evoluir para nódulos na pele.

Uma rotina de skincare pode ajudar 

A rotina de skincare é realidade diária para quem tem problemas com a pele. De acordo com a médica, se houver uma dermatite atópica, ela pode até mesmo auxiliar a amenizar o problema. "Se a neurodermite for secundária à dermatite atópica, é possível sim melhorar com produtos que reforçam e reparam a barreira”, explica Carolina. “Porém, se for uma lesão isolada, na perna, por exemplo, uma rotina de skincare não vai fazer tanta diferença. É tratar a neurodermite e parar de cutucar”, enfatiza a especialista.

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 30 de Agosto de 2021
Modificada em: 30 de Agosto de 2021

Dra. Carolina Reato Marçon

Palavra do Dermatologista

Dra. Carolina Reato Marçon

CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatite seborreica no rosto: quais são as causas e melhor rotina de skincare para tratamento?

Dermatite seborreica no rosto: quais são as causas e melhor rotina de skincare para tratamento?

Dermatite

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Dermatologista

Qual é o melhor shampoo para caspa? Saiba qual produto escolher para tratar a dermatite seborreica

Qual é o melhor shampoo para caspa? Saiba qual produto escolher para tratar a dermatite seborreica

Dermatite

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Dermatite

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Dermatologista

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

Dermatologista

Últimas Matérias

Sintomas da foliculite: como tratar? 7 cuidados para acabar com as bolinhas vermelhas no corpo Qual é o melhor sérum com ácido hialurônico? Conheça os benefícios de 5 produtos Protetor solar com ácido hialurônico e niacinamida: benefícios desse produto na skincare anti-idade Pele glow: saiba como garantir esse efeito na sua rotina de skincare e maquiagem para um visual mais iluminado Protetor solar para pele negra: qual é o melhor produto? Precisa ter cor? Veja o FPS mais indicado Ácido hialurônico: a partir de qual idade deve ser usado?
Ver mais

escolha a loja de sua preferência