Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Olheiras são hereditárias? Dermatologista explica como as manchas se formam e ensina a tratá-las

Saiba se as olheiras são hereditárias e como amenizar a aparência delas
Saiba se as olheiras são hereditárias e como amenizar a aparência delas

Entrevista com Dra. Juliana Jordão, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Além de surgir depois de uma noite de sono ruim, as olheiras podem ser causadas por influências hereditárias, tendo algumas características particulares, como a pigmentação mais acentuada. Mas, mesmo assim, elas podem ser minimizadas com cuidados simples do dia a dia. Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Juliana Jordão, de Curitiba, no Paraná, que explicou como são os tratamentos e ainda deu dicas para disfarçar a coloração escura. Olha só!

Descubra o que são olheiras hereditárias e por que elas acontecem

Segundo a médica, as olheiras escuras têm caráter hereditário e são muito comuns em pacientes de pele morena, negra ou com descendência árabe e indiana. “Há acúmulo de melanina na região das pálpebras, o que as tornam mais intensas. Além disso, a pele fina da região favorece a visibilidade de vasos sanguíneos, que, quando estão dilatados - como em períodos de insônia, congestão nasal ou pré-menstrual - se tornam ainda mais escuras”, explicou.

Saiba como é possível evitar a manifestação das olheiras

Para prevenir a manifestação e a acentuação de olheiras hereditárias é preciso ter alguns cuidados. Confira as indicações da Dra. Juliana Jordão:

- Use filtro solar: isso vai evitar o aumento do pigmento melânico;
- Mantenha o nariz desobstruído: pacientes que possuem rinite devem manter o quadro sob controle;
- Corrija problemas com insônia;
- Caso haja inchaço na pálpebra, realize compressas frias com chá de camomila ou água termal;
- É muito comum o aspecto ressecado na região, dessa forma, mantenha a hidratação em dia com cremes ou antirrugas;

Para camuflar a coloração, a dermatologista recomenda o uso de bases e corretivos. “Dê preferência aos produtos com filtro solar”, reforçou.

Entenda como é realizado o tratamento das olheiras

De acordo com a médica, o primeiro passo é tentar clarear a região com cremes despigmentantes - como ácido kójico ou tranexâmico. “No caso de não haver resposta, a próxima alternativa é a realização de procedimentos como peelings clareadores, luz intensa pulsada, laser e a aplicação de radiofrequência pulsada com multiagulhas”, contou, afirmando que o objetivo das técnicas é o clareamento parcial da pele. Considerando que a causa principal é hereditária, é comum a necessidade de manutenção do tratamento.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 15 de Março de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Juliana Jordão

Palavra do Dermatologista

Dra. Juliana Jordão

CRM: 23783

Graduada pela Faculdade Evangélica do Paraná e especialista em dermatologia pelo Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e em Clinical Fellowship em Laserterapia na Bélgica. É membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Atualmente ministrando aulas de Laserterapia e Cosmiatria nos Congressos Brasileiro de Dermatologia, de Cirurgia Dermatológica, Simpósio Anual de Cosmiatria e Laser, entre outros. Além de aplicar treinamento em Fotodermatologia para outros médicos dermatologistas em diversas cidades do Brasil.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatologista

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais