Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Peeling: qual é o mais indicado para a pele oleosa?

Conheça o procedimento mais recomendado para a pele oleosa
Conheça o procedimento mais recomendado para a pele oleosa

Entrevista com Drª Camila Rosa, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

O peeling é um dos procedimentos estéticos mais comuns quando o assunto é skincare. Tanto o peeling químico quanto o peeling físico ajudam a manter a beleza da pele do rosto, pois promovem a renovação celular e removem as células mortas. Porém, a escolha das substâncias utilizadas no procedimento faz toda a diferença, principalmente quando falamos de pele oleosa. Afinal, quais são os melhores tipos de peeling para quem tem o rosto oleoso? Para tirar essa dúvida, o DermaClub conversou com a dermatologista Camila Rosa, que contou tudo sobre o assunto. Confira!

Peeling físico ou peeling químico: o que são? Qual é a diferença entre os dois?

O grande benefício do peeling, seja ele químico ou físico, é garantir que a pele se renove, como explica a Dra. Camila: “São produtos que, ao serem aplicados na pele, geram uma remoção da camada epiderme, por meio da lesão programada. Dependendo do produto e da concentração, o dano pode atingir até a derme”. Enquanto o peeling físico promove uma esfoliação mecânica, a partir de produtos abrasivos, o peeling químico promove essa descamação a partir de substâncias e ativos específicos. 

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Porém, a dermatologista destaca que é essencial ter cautela ao realizar esse tipo de procedimento: “Os peelings precisam ser aplicados com muito cuidado, pois são capazes de gerar complicações, como manchas, cicatrizes e feridas, e podem piorar a pele em vez de melhorar. Quanto mais profundo um peeling, maiores são as chances de complicação”. Por isso, cada tipo de pele deve ser preparada para o procedimento.

Peeling e micropeeling: as vantagens para a pele oleosa

Segundo a Dra. Camila, a pele oleosa pode obter vantagens com praticamente todos os tipos de peeling, graças à sua ação abrasiva de remoção de células mortas e impurezas. “As peles oleosas se caracterizam por excesso de oleosidade, poros mais aparentes, tendência a cravos e espinhas e cicatrizes de acne. Pensando nessas características, os peelings de uma maneira geral, por meio do seu mecanismo de ação, irão ajudar a melhorar esse aspecto da pele”, diz a médica. 

Ácido salicílico é o queridinho do procedimento

Se você tem a pele oleosa, já deve conhecer esse amigo de longa data: o ácido salicílico. E não é para menos! Esse ativo, presente em muitos produtos de skincare, pode potencializar ainda mais os benefícios do peeling para quem sofre com produção excessiva de sebo na região do rosto. “De uma maneira geral, a maioria dos peelings pode ser utilizada para melhorar a oleosidade, pelo efeito de renovação celular e diminuição da espessura da pele.  Porém, o ácido salicílico é um dos mais utilizados, pela sua ação queratolítica e esfoliante, que gera uma regulação da oleosidade”, comenta a dermatologista. 

Produtos relacionados

Cuidados pós-peeling: como manter a skincare da pele 

Por mais que seja um procedimento comum e, de certa forma, simples, o peeling demanda cuidados especiais com a pele, que pode ficar delicada e sensível. É contraindicado, por exemplo, fazê-lo de forma semanal. “Quando é um peeling superficial, ele pode ser aplicado a cada duas ou três semanas. Porém, para uma nova sessão, a pele deve estar totalmente recuperada”, esclarece a médica.

Dra. Camila lembra que os cuidados no pós-peeling devem ser feitos seguindo as recomendações do dermatologista, já que isso é indispensável para o bom resultado do procedimento. Os cuidados diários na rotina de skincare também não podem ficar de fora. “Após a recuperação da pele, deve-se manter a rotina de cuidados básicos, como a limpeza da pele, hidratação e fotoproteção, com produtos específicos para a pele oleosa, para que seja mantido o efeito alcançado pelo procedimento”, finaliza a especialista. 

Produtos relacionados

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Março de 2022
Modificada em: 19 de Maio de 2022

Drª Camila Rosa

Palavra do Dermatologista

Drª Camila Rosa

CRM: 143799

Camila Rosa médica graduada pela UNIRIO. Dermatologista com título de especialista pela SBD e SBCD. Membro da Skin of color Society. Pós Graduada em Dermatologia Oncológica no Hospital Sírio-Libanês. Atualmente responsável pelo setor de pele negra da clínica Dermacolor em São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Como combater poros abertos, cravos e espinhas? Listamos 5 atitudes que podem te ajudar!

Como combater poros abertos, cravos e espinhas? Listamos 5 atitudes que podem te ajudar!

Poros dilatados

É possível fechar os poros abertos? Que cuidados com a pele oleosa devem ser adotados?

É possível fechar os poros abertos? Que cuidados com a pele oleosa devem ser adotados?

Poros dilatados

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Últimas Matérias

Qual a melhor vitamina C para pele? Tudo o que o produto precisa ter para transformar sua rotina de skincare Ácido hialurônico: benefícios da substância para todos os tipos de pele Niacinamida pode usar de dia? O melhor momento para incluir esse produto na rotina de skincare Pele oleosa: como cuidar? Quais erros na rotina de skincare podem piorar a oleosidade da pele? Qual é o melhor creme para rugas? Tudo o que o produto precisa ter para combater o envelhecimento da pele Sensibilidade no couro cabeludo: o que pode causar? Veja como tratar esse problema
Ver mais

escolha a loja de sua preferência