Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Pele oleosa durante a menopausa: é possível? Como lidar? Dermatologista explica tudo sobre esse tipo de pele

A pele oleosa também pode piorar na menopausa? Descubra e saiba como cuidar
A pele oleosa também pode piorar na menopausa? Descubra e saiba como cuidar

Entrevista com Dra. Luciana Kalache, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

A menopausa é uma fase bastante delicada para toda mulher. As mudanças são bem características: embora a tendência seja ficar com a pele mais ressecada e sem viço, será que existem casos em que a menopausa possa deixar a pele oleosa? A fim de esclarecer essa questão, o DermaClub conversou com a dermatologista Luciana Kalache, de Curitiba. Veja só!

Quais são as características da pele da mulher durante esse período?

De acordo com a médica, durante a menopausa acontece uma redução hormonal brusca na mulher: “Ocorre uma queda do estrogênio muito acentuada, que leva a alteração visível e significativa da pele como uma flacidez mais acentuada, devido à perda de fibras elásticas e colágeno, acentuação de rugas e o ressecamento”, esclareceu.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

A pele pode ficar oleosa durante a menopausa?

Embora o ressecamento da pele seja o sintoma mais comum, existe a possibilidade sim das mulheres apresentarem uma pele mais oleosa durante a menopausa. “Isso por que com a queda do estrogênio, acontece uma acentuação de outro hormônio que não cai na mesma velocidade: a testosterona, que pode levar ao aumento de pelo, da oleosidade e inclusive da acne”, explicou a dermatologista.

Como cuidar da pele oleosa nessa fase da vida?

É essencial que, nesse período, a mulher utilize produtos adequados para o seu tipo de pele. Segundo a Dra. Luciana, em geral, a pele madura requer limpeza e uma hidratação maior para diminuir a flacidez. “Mas para garantir o tratamento correto, de acordo com as características da sua pele, é importante consultar um dermatologista para realizar uma análise das necessidades e indicar os produtos adequados - tanto de limpeza, quanto hidratação e antioxidantes”, ressaltou.

Quais produtos e ativos devemos apostar durante essa fase da vida?

A dermatologista sugere alguns ativos: “Eu gosto muito de indicar a vitamina C, resveratrol e retinol para pacientes que estão na fase da menopausa”. Tudo isso a fim de melhorar desde as linhas até a firmeza e para tentar contornar os problemas de flacidez e perda de hidratação, que é o mais observado nessas mulheres.

O LHA, derivado do ácido salicílico, é outro ativo que pode ser usado na pele madura e oleosa, já que tem uma composição mais suave e atuam fazendo uma esfoliação na pele, bem como o AHA (complexo de ácido glicólico e cítrico) e ainda o ácido anísico, que também tem poder renovador. Estas substâncias conseguem melhorar a textura da pele, diminuir a oleosidade, eliminar espinhas ao mesmo tempo que previnem e minimizam a profundidade das rugas.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 11 de Maio de 2018
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Luciana Kalache

Palavra do Dermatologista

Dra. Luciana Kalache

CRM: PR025411

Médica formada pela Universidade Federal do Paraná, realizou residência de Clínica Médica no Hospital de Clínicas da UFPR e especialização em Dermatologia pelo Serviço de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba. É membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, participa de vários congressos anualmente, além de ministrar aulas em eventos de importância nacional e estadual. Atua na área de dermatologia clínica e cirúrgica, atendendo crianças e adultos no tratamento dermatológico médico e estético.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

7 formas de minimizar poros abertos: microagulhamento, Serozinc, tônico... Confira as mais eficazes

Poros dilatados

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Protetor solar com cor de alta cobertura entope os poros? Entenda e saiba como usar o produto

Poros dilatados

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros superdilatados: o que são e como tratar esses pontinhos escuros no rosto? Entenda

Poros dilatados

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Tem a pele oleosa, com poros aparentes e espinhas? Confira 4 benefícios do uso contínuo de Serozinc

Poros dilatados

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Pele oleosa: rotina diurna ideal para combater o brilho excessivo, poros abertos, espinhas e cravos no rosto

Poros dilatados

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Cravo: pele com poros abertos tem mais tendência a formar comedões? Descubra

Poros dilatados

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais