Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Pele sensível + proteção da pele: por que usar um filtro solar mineral ou físico?

Descubra a importância do filtro solar mineral e entenda por que ele é a melhor forma de proteção solar para a pele sensível
Descubra a importância do filtro solar mineral e entenda por que ele é a melhor forma de proteção solar para a pele sensível

Entrevista com Dra. Gabriella Albuquerque, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Vermelhidão, aspereza e coceira. Você vem sentindo esses incômodos na pele? Eles podem indicar que a sua região cutânea anda bem sensível e que precisa de atenção. Além dos cuidados diários, como a hidratação, é importante proteger a pele frágil com o uso do filtro solar mineral ou físico. Mas, por que esse tipo de protetor é o mais indicados para quem tem tendência à sensibilidade? A fim de esclarecer o assunto, o DermaClub entrevistou a dermatologista, Gabriella Albuquerque, do Rio de Janeiro. Confira!

A importância da proteção solar para quem tem pele sensível

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), quanto maior o índice de radiação solar, mais chances tem a pele de sofrer danos - que podem variar de uma vermelhidão até o aparecimento de manchas, do envelhecimento precoce até o câncer de pele. “A pele sensível reage com mais facilidade aos estímulos físicos e químicos, como frio, calor, irritação e alergia”, explicou a médica, enfatizando que o excesso de exposição ao sol sem proteção pode piorar o quadro de sensibilidade.

Por que os protetores físicos ou minerais são mais indicados para a pele sensível?

Existem dois principais tipos de formulações de filtros solares: a química e a física (ou mineral). “Os protetores orgânicos, também conhecidos como químicos, absorvem os raios UV, transformando-os em radiação de baixa energia. Já os filtros físicos ou minerais (protetores inorgânicos) são aqueles que refletem a luz ultravioleta”, contou. Isso significa que, por não haver nenhuma reação química, os filtros físicos são recomendados para todos os tipos de pele, inclusive as mais sensíveis.

Além da tecnologia avançada na proteção, a dermatologista lembra que, atualmente, surgiram os filtros físicos micronizados, “os nanotecnológicos, que conseguem ter melhor dispersão das partículas por serem bem pequenas e não deixam aquele aspecto esbranquiçado ao ser aplicado na pele”, completou. O produto é composto por dois ativos 100% minerais, o óxido de zinco e o dióxido de titânio, substâncias bem toleradas pela pele sensível.

Desta forma, como excesso de exposição solar pode agravar a sensibilidade, é importante que o protetor seja aplicado diariamente e reaplicado a cada duas horas. Aposte em produtos resistentes à água e com alta proteção contra a radiação UVA e UVB.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 28 de Setembro de 2017
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Gabriella Albuquerque

Palavra do Dermatologista

Dra. Gabriella Albuquerque

CRM: 52.71503-4

A Dra. Gabriella Albuquerque, do Rio de Janeiro, é membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Ao longo de sua carreira, a Dra. Gabriella tem capítulos de livros publicados, artigos em revistas dermatológicas e ministra aulas em diversos congressos, cursos e workshops para outros dermatologistas.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais