Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Anticoncepcional: saiba quais são os efeitos do medicamento na pele

Descubra como a pílula anticoncepcional age na pele, suas vantagens e desvantagens
Descubra como a pílula anticoncepcional age na pele, suas vantagens e desvantagens

Entrevista com Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

A pílula anticoncepcional é um método contraceptivo que garante 99,9% de eficácia. Porém, além de evitar uma gravidez indesejada, o comprimido pode causar outros efeitos no corpo feminino, já que interfere nos picos hormonais do organismo. Por isso, o DermaClub conversou com a dermatologista Flávia Addor, de São Paulo, que explicou quais são os efeitos do remédio na pele e como a paciente deve agir em caso de consequências adversas.

Entenda como a pílula anticoncepcional age no corpo

A pílula anticoncepcional é um comprimido à base de hormônios que deve ser ingerido diariamente e sempre no mesmo horário, sob orientação médica. Estas substâncias são parecidas com as produzidas pelo corpo da mulher e impedem a ovulação, ou seja, impossibilita que o óvulo amadureça e saia do ovário, eliminando as chances de uma fecundação indesejada. A pílula ainda provoca alteração no muco, atrapalhando a passagem dos espermatozoides.

Dermatologista explica quais são os efeitos do remédio na pele

Segundo a médica, a interferência da pílula nos picos hormonais podem sim impactar a pele. “Negativamente, é possível ativar hormônios responsáveis pela melanização, induzindo à formação ou piora do melasma. Por outro lado, alguns comprimidos ajudam no controle da acne, pois inibem os picos hormonais na fase entre a ovulação e a menstruação”, esclareceu.

Entenda o que deve ser feito caso ocorram efeitos adversos na pele

De acordo com a Dra. Flávia, geralmente, a pílula deixa a pele mais “calma”, melhorando a oleosidade e a acne. “Caso ocorram efeitos contrários ao esperado, como excesso de produção de sebo, comedão, ressecamento ou qualquer outro problema, é importante consultar um dermatologista. Primeiro, serão descartados outros agentes que podem estimular o quadro, como doenças hormonais e cosméticos inadequados, por exemplo”, explicou, afirmando que após esse diagnóstico verifica-se a necessidade de trocar a pílula, associar outro antiandrogênico ou mesmo suspender o uso. “O ideal é, sempre que possível, ter uma abordagem multidisciplinar junto com o ginecologista”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 16 de Maio de 2016
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

Palavra do Dermatologista

Dra. Flávia Alvim Sant'Anna Addor

CRM: 66293

Dra. Flávia Addor é dermatologista formada pela Santa Casa de São Paulo, com mestrado no Departamento de Dermatologia da Universidade de São Paulo e extensão universitária na Vrije university (Bruxelas). É membro da Academia Americana de Dermatologia e sócia titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Além disso, a médica fez parte do corpo docente da Universidade de Santo Amaro em São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Ampola sérum anti-idade Liftactiv Specialist Peptide-C de Vichy: trata rugas, firmeza e luminosidade da pele

Ampola sérum anti-idade Liftactiv Specialist Peptide-C de Vichy: trata rugas, firmeza e luminosidade da pele

Dermatologista

Dermocosméticos em ampolas: o que têm de especial?

Dermocosméticos em ampolas: o que têm de especial?

Dermatologista

Manchas na pele X verão: quem tem melasma, vitiligo, marcas de acne pode se bronzear?

Manchas na pele X verão: quem tem melasma, vitiligo, marcas de acne pode se bronzear?

Dermatologista

Ampola de vidro em dermocosméticos: quais os benefícios? Como funciona? Como descartar corretamente?

Ampola de vidro em dermocosméticos: quais os benefícios? Como funciona? Como descartar corretamente?

Saúde

Como cuidar da pele durante o tratamento de câncer de mama: dicas de produtos e rotina de skincare

Como cuidar da pele durante o tratamento de câncer de mama: dicas de produtos e rotina de skincare

Saúde

Como usar ácidos na pele: 5 mandamentos fundamentais para incluir esse tratamento na rotina de skincare

Como usar ácidos na pele: 5 mandamentos fundamentais para incluir esse tratamento na rotina de skincare

Dermatologista

Últimas Matérias

Rotina de skincare da pele mista: passo a passo do ritual diurno e noturno, da limpeza profunda à hidratação Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão Foliculite: o que é? É um tipo de acne? Posso usar os mesmos produtos para cravos e espinhas?
Ver mais