Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Pintas: como diferenciar um sinal saudável de um melanoma?

Pintas podem ser um charme, mas tabém podem significar um melanoma: saiba como diferenciar um sinal saudável de um câncer da pele
Pintas podem ser um charme, mas tabém podem significar um melanoma: saiba como diferenciar um sinal saudável de um câncer da pele

Entrevista com Dr. Gilvan Alves, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

As pintas estão espalhadas por todo corpo e, muitas vezes, são consideradas um charme ou até uma marca registrada para algumas pessoas. Elas, também conhecidas como nevos melanocíticos, são comuns na pele clara, mas podem surgir em qualquer fototipo. São consideradas lesões benignas e não correm o risco de evoluir para um melanoma. Porém, como podemos diferenciar um sinal saudável de um câncer da pele? O Dr. Gilvan Alves, de Brasília, contou ao DermaClub como podemos distinguir as duas lesões. Veja só!

Pinta x câncer da pele: como diferenciar um sinal saudável de um melanoma

As pintas saudáveis são simétricas, regulares, de uma única cor, não aumenta de diâmetro e nem de tamanho. Por outro lado, “o melanoma é um sinal que aparece de repente, cresce rápido e tem uma borda irregular - muito parecida com um mapa - e possui variações de cor”, descreveu o médico. Por isso, precisamos ficar de olho nesses aspectos suspeitos.

Para que qualquer pessoa possa identificar uma lesão irregular, é fundamental usar o método ABCDE - assimetria, borda, cor, diâmetro e evolução da pinta - em todo o corpo, inclusive na palma das mãos e dos pés.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O melanoma pode ser prevenido com o uso do filtro solar e de barreiras físicas

De acordo com o dermatologista, “o melanoma está diretamente ligado à tendência genética e à radiação UV. Portanto, o uso regular do filtro solar pode ajudar a preveni-lo”, esclareceu. Para garantir que sua pele fique protegida, aposte em um produto com amplo espectro, com FPS 30, no mínimo, e tenha uma textura adequada ao seu tipo de pele. Para potencializar essa defesa opte também por um antioxidante e o uso de barreiras físicas, como chapéus e óculos.

Quando diagnosticado precocemente, o melanoma - considerado o tipo de câncer da pele mais grave que existe - tem cura. Não deixe de fazer o autoexame e consultar seu dermatologista regularmente.  

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 22 de Janeiro de 2018
Modificada em: 28 de Julho de 2021

Dr. Gilvan Alves

Palavra do Dermatologista

Dr. Gilvan Alves

CRM: 7940

Médico há mais de 20 anos, é mestre em Dermatologia pela Universidade de Londres e sócio efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). É membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica e de associações internacionais como a American Academy of Dermatology (EUA), International Academy of Cosmetic Dermatology (EUA) e da Royal Society of Dermatology (Reino Unido).

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Produtos com ácidos: como evitar a irritação da pele? Confira a opinião de uma dermatologista

Produtos com ácidos: como evitar a irritação da pele? Confira a opinião de uma dermatologista

Dermatologista

Harmonização facial: o que é? Quais os prós e contras desse procedimento estético?

Harmonização facial: o que é? Quais os prós e contras desse procedimento estético?

Dermatologista

Sérum: ácido hialurônico, vitamina C, ácido salicílico, retinol... qual é o mais indicado para a pele oleosa?

Sérum: ácido hialurônico, vitamina C, ácido salicílico, retinol... qual é o mais indicado para a pele oleosa?

Dermatologista

Vitamina C e retinol: como incluir os ativos na mesma rotina de skincare para otimizar o tratamento de manchas

Vitamina C e retinol: como incluir os ativos na mesma rotina de skincare para otimizar o tratamento de manchas

Dermatologista

Como tratar manchas escuras na pele do pescoço? Skincare com vitamina C, ácido tranexâmico e protetor solar

Como tratar manchas escuras na pele do pescoço? Skincare com vitamina C, ácido tranexâmico e protetor solar

Dermatologista

Como usar ácido tranexâmico para melasma? Veja a melhor forma de incluir o produto na rotina de skincare

Como usar ácido tranexâmico para melasma? Veja a melhor forma de incluir o produto na rotina de skincare

Dermatologista

Últimas Matérias

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam O que é rosácea: tratamento e controle das manchas vermelhas na pele com skincare e procedimentos O que é psoríase gutata? Dermatologista explica os sintomas de psoríase e como tratar a doença de pele Kit skincare outono/inverno com Cicaplast Baume B5 e Cicaplast Lábios para prevenir a pele ressecada Água termal para rosácea, dermatite atópica... 5 doenças de pele em que o produto é necessário
Ver mais

escolha a loja de sua preferência