Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Será que uma queimadura solar pode deixar mancha na pele? Confira a opinião de uma dermatologista / Foto: Ben Scott, Unsplash.com
Será que uma queimadura solar pode deixar mancha na pele? Confira a opinião de uma dermatologista / Foto: Ben Scott, Unsplash.com

Entrevista com Dra. Lilia Guadanhim, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Passar o dia inteiro no sol: esse é o objetivo de muita gente que vai à praia durante o verão. Voltar para casa com a marquinha de biquíni pode parecer fácil, mas, o que algumas pessoas não sabem é que isso pode ser muito pouco saudável. Muitas vezes, um dia de exposição constante pode resultar em uma queimadura solar e, consequentemente, em uma mancha ou até algo pior. O DermaClub entrevistou a dermatologista Lilia Guadanhim que explicou como evitar as marcas e a melhor maneira de tratar a lesão.

Queimadura solar pode se tornar uma mancha de melasma?

O melasma é uma doença multifatorial, que tem predisposição genética e um fator hormonal importante, mas o principal gatilho para a formação desta mancha, sem dúvidas, é a exposição solar! A médica ainda ressalta: “É importante reforçar que nem só a queimadura solar pode desencadear o melasma – o bronzeado, o mormaço e até o calor dos dias ensolarados podem funcionar como fatores agravantes ou desencadeantes para a mancha”.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Mancha na pele causada pelo sol: como esse problema acontece?

Como o próprio nome já diz, as manchas solares acontecem com a exposição da pele ao sol. Elas surgem com o aumento da produção de melanina, que ocorre numa tentativa de proteger o DNA celular da agressão causada pelos raios UV. Sendo assim, a Drª Lilia manda um recado para as pessoas que adoram pegar aquela corzinha na praia: “Não existe bronzeado saudável. Brinco com os pacientes que as maneiras dermatologicamente corretas de bronzear a pele é usando autobronzeadores e maquiagens com efeito bronze”.

A médica ainda alerta que a exposição solar deve ser evitada pois 90% dos casos de câncer de pele são relacionados à radiação ultravioleta e 85% do envelhecimento (manchas e rugas) é causado pelo sol. Por isso, não deixe de aplicar o protetor solar todos os dias e, principalmente, em momentos de alta exposição.

Como tratar a mancha solar e o melasma?

O primeiro passo em todo tratamento de melasma é, sem dúvidas, o uso regular de protetor solar. “O filtro deve ser usado todo dia, mesmo em lugares fechados ou dias nublados, e o protetor de escolha deve ter FPS, no mínimo, 30 (em geral recomendamos acima de 50), amplo espectro (proteção contra UVA e UVB), de preferência com cor de base – a cor acrescenta uma camada de proteção “extra” contra a luz visível que também mancha a pele”, indicou. Além disso, a médica recomenda:

- O uso de produtos clareadores que podem ser usados de acordo com a intensidade da mancha e a sensibilidade da pele de cada um;

- Procedimentos que podem ser úteis, como microagulhamento, peelings e lasers.

Se tratarmos a queimadura, é possível evitar a formação da mancha?

Em geral, se houve queimadura, o estrago já está feito. Mas vale a pena tomar alguns cuidados, entre eles:

- Proteger bem a sua pele do sol, com o uso de filtro solar (reaplique a cada 2 ou 3 horas se estiver em algum lugar aberto), aposte em um chapéu de aba larga, óculos escuros e procure ficar na sombra.

- Suspenda qualquer produto que possa deixar a pele sensível, com ardência, vermelhidão ou descamação;

- Hidrate bem a sua pele, várias vezes ao dia!

- Prefira produtos em sérum ou creme, de preferência que contenham substâncias calmantes ou com atividade anti-inflamatória, como niacinamida, aloe vera ou pantenol.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 20 de Dezembro de 2019
Modificada em: 26 de Fevereiro de 2020

Dra. Lilia Guadanhim

Palavra do Dermatologista

Dra. Lilia Guadanhim

CRM: 133850

Formação em Medicina, Residência Médica em Dermatologia e Especialização em Cosmiatria pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo. Possui título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associação Médica Brasileira, além de ser membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da International Dermoscopy Society. Tem especializações em Cosmiatria - Toxina Botulínica e Preenchimento na França e Dermatoscopia - Oncologia Cutânea na Itália. É médica colaboradora da Unidade de Cosmiatria da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Manchas na pele

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Manchas na pele

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

Manchas na pele

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Manchas na pele

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais