Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Quem tem a pele sensível pode fazer peeling e microagulhamento? Dermatologista esclarece os cuidados

Você tem a pele sensível e pensa em fazer peeling ou microagulhamento? Veja se pode fazer os procedimentos
Você tem a pele sensível e pensa em fazer peeling ou microagulhamento? Veja se pode fazer os procedimentos

Entrevista com Dra. Sineida Berbert Ferreira , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Quem tem a pele sensível possui uma série de características bem particulares. A principal é a sua grande probabilidade de reação quando entra em contato com certas substâncias. Também chamada de reativa, quem tem esse tipo de pele precisa tomar alguns cuidados específicos com procedimentos dermatológicos para evitar manchas vermelhas, coceira e irritação. Mas quem tem tendência à sensibilidade pode passar por tratamentos mais agressivos, como peeling e microagulhamento? O DermaClub entrevistou a dermatologista Sineida Berbert, do Paraná, para esclarecer o assunto. Confira!

Quais fatores podem estimular a sensibilidade da pele?

De acordo com a médica, a pele sensível é aquela que reage com muita intensidade a vários fatores externos. Dentre eles, podemos citar as mudanças climáticas - frio, vento, calor intenso. “Ela também tem grande dificuldade de se adaptar ao uso de cosméticos, e sofre influências de fatores, como alimentação, estresse e alterações hormonais”, explica.

A reação mais comum deste tipo de pele é a vermelhidão. Mas a dermatologista afirma que ela também pode apresentar vasos aparentes, descamação, aspereza, forte sensação de estiramento e ardência.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quem tem pele sensível pode fazer peeling e microagulhamento?

Antes de esclarecer a pergunta, é importante entender como cada tratamento é feito. Os peelings, por exemplo, são procedimentos estéticos realizados com substâncias ácidas que promovem descamação e renovação da camada superficial ou média da pele - dependendo da sua profundidade. Segundo a Dra. Sineida, “essa técnica gera descamação, vermelhidão e ressecamento para surgir uma pele renovada. Como esse processo é considerado agressivo, o tratamento é contraindicado para pacientes que possuem a pele sensível”, afirma.

Já o microagulhamento é um método realizado com um roller que contém microagulhas bem finas. O dermatologista desliza essa ferramenta pela pele, que acaba promovendo um pequeno trauma com sangramento e vermelhidão. Esse tratamento induz a formação de colágeno e melhora marcas de rugas, manchas e cicatrizes. Com isso, a dermatologista avisa: “pelas características do procedimento, a técnica também é contraindicada para pacientes com pele sensível”. atenta.

5 procedimentos e cuidados para pacientes com a pele sensível

1) Quem tem a pele sensível pode fazer tratamentos com laser, luz intensa pulsada e fotobioestimulação com LEDS;

2) Devem dar preferência a dermocosméticos sem parabenos;

3) Utilizar sempre água termal para acalmar e refrescar o rosto;

4) Lavar o rosto com sabonetes suaves e indicados para pele sensível, além de soluções micelares;

5) Usar todos os dias filtro solar com alto fator de proteção solar;

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 29 de Junho de 2018
Modificada em: 22 de Maio de 2019

Dra. Sineida Berbert Ferreira

Palavra do Dermatologista

Dra. Sineida Berbert Ferreira

CRM: 12283

Médica graduada pela Universidade Federal Fluminense do Rio de Janeiro e com Residência Médica em Dermatologia clinica e cirúrgica pela mesma universidade -UFF. Título de especialista da Sociedade Brasileira de Dermatologia da SBD. Título de especialista em Hansenologia pela SBH. Título especialista em dermatologia pela AMB. International Fellow American academy of dermatology. Proprietária e diretora clínica da clínica de Dermatologia Dra Sineida Berbert Ferreira em Maringá -Pr. Membro do conselho científico da Psoríase Brasil. Autora livro “Doutor eu tenho muito suor “- Grupo Gen - AC farmacêutica - 2000.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Uso de máscara de proteção e skincare: dermatologista explica como adaptar a rotina durante a quarentena

Dermatologista

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Quarentena e doenças de pele: crises de dermatite atópica e psoríase podem agravar-se com a falta de sol?

Dermatologista

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Estresse, sono desregulado, má alimentação... Entenda como a quarentena pode afetar a sua pele

Dermatologista

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Vitamina C na alimentação x vitamina C em dermocosméticos: entenda os benefícios e diferenças de cada tipo

Dermatologista

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Cabelo saudável na quarentena: como o cabelo pode sofrer com o estresse, má alimentação e sono desregulado

Dermatologista

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatite atópica pode agravar-se com o estresse? Dermatologista explica a piora das crises

Dermatologista

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais