Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Saiba como cuidar da pele em cada faixa etária: dos 20 até acima dos 60 anos

Descubra os cuidados certos para a sua pele de acordo com a sua idade
Descubra os cuidados certos para a sua pele de acordo com a sua idade

Redação por Juliana Oliveira

Produtos relacionados

Como a pele muda continuamente ao longo dos anos, cada fase da vida exige cuidados específicos para mantê-la com o aspecto saudável e bonito, de acordo com as particularidades de cada idade. Além disso, apesar da limpeza, a hidratação e a fotoproteção serem procedimentos essenciais independentemente da faixa etária, o uso de produtos e procedimentos coerentes com a maturidade da pele é fundamental para garantir a sua eficácia. Descubra os cuidados ideais para cada idade!

Mulheres com 20 anos têm mais tendência à oleosidade na pele
Mulheres com 20 anos têm mais tendência à oleosidade na pele

20 anos: a pele oleosa exige cuidados especiais

Essa faixa etária é caracterizada por uma tendência maior à oleosidade da pele e, por isso, é importante limpá-la duas vezes ao dia com sabonete líquido ou espuma de limpeza e utilizar, sempre, hidratantes livres de óleo. Segundo a Dra. Dailana Louvain, de São José dos Campos (SP), a hidratação deve ser com produtos oil free. “Eles podem, ainda, conter ação matificante ou função de redução do tamanho dos poros”, explicou, recomendando a limpeza de pele como tratamento, pois é ideal para combater as cicatrizes das espinhas.

Os primeiros sinais do envelhecimento surgem por volta dos 30 anos
Os primeiros sinais do envelhecimento surgem por volta dos 30 anos

30 anos: os primeiros sinais do envelhecimento da pele

Já para os 30 anos, quando a pele começa a apresentar os seus primeiros sintomas de amadurecimento, é interessante fazer uso de antirrugas, como aqueles que possuem vitamina C e E em sua fórmula. “A hidratação deve se estender até a região do pescoço e colo, com preferência a dermocosméticos livres de óleo e associados à substâncias antioxidantes”, explicou Dra. Dailana.

A proteção solar deve ser ainda mais intensificada nessa faixa etária, já que a radiação tende a acelerar o envelhecimento. Entre os tratamentos recomendados, está o uso da toxina botulínica, que ajuda a prevenir o surgimento de linhas de expressão.

A desidratação é característica da pele de mulheres com 40 anos
A desidratação é característica da pele de mulheres com 40 anos

40 anos: tratamento da desidratação e das manchas na pele

Mais desidratada na faixa dos 40 anos, a pele exige o uso de ativos como o ácido retinoico, ácido glicólico, ácido hialurônico e as vitaminas C e E de modo a combater o surgimento das manchas e atenuar os efeitos do envelhecimento. “Produtos hidratantes, antioxidantes e ácidos são usados, nessa faixa etária, com o objetivo de promover a restauração e a nutrição da pele”, explicou a dermatologista.

Além disso, tratamentos específicos, como a toxina botulínica para prevenir as linhas de expressão, luz intensa pulsada para clarear as manchinhas e laser fracionado para ativar o colágeno são recomendados para mulheres com essa idade, de acordo com a médica.

Para combater a flacidez e outros sinais do envelhecimento, mulheres na faixa dos 50 anos devem investir na hidratação
Para combater a flacidez e outros sinais do envelhecimento, mulheres na faixa dos 50 anos devem investir na hidratação

50 anos: diga adeus aos sinais do envelhecimento na pele

Nesse momento, a pele da mulher tende a ficar mais flácida e desidratada, o que sugere o uso prolongado dos mesmos ativos indicados na faixa dos 40 anos: ácido hialurônico e ácido retinóico, por exemplo, que atuam com precisão na hidratação e no combate às rugas, respectivamente. Como a pele madura tende a se tornar mais fina e sensível, suscetível ao surgimento de marcas e manchas, alguns tratamentos também podem ser indicados. “Procedimentos complementares como lasers, peelings, toxina botulínica, preenchimento e lifting podem ser recomendados para amenizar os sinais do tempo na pele”, indicou Dra. Dailana.

A faixa dos 60 anos exige cuidados redobrados com a sensibilidade da pele
A faixa dos 60 anos exige cuidados redobrados com a sensibilidade da pele

60 anos: cuidados redobrados com a sensibilidade da pele

O amadurecimento da pele torna os sulcos e rugas ainda mais pronunciados, o que exige a continuação de procedimentos hidratantes e ricos em ativos, como os sugeridos para os 40 e 50 anos de idade. A sensibilidade, aliás, é outro fator que merece atenção redobrada nesse momento: é preciso vigiar ainda mais a pele, evitar feridas (a cicatrização é mais lenta) e intensificar a fotoproteção.

Publicada em: 28 de Outubro de 2016
Modificada em: 16 de Fevereiro de 2018

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Psoríase leve, moderada, grave: conheça os graus da doença de pele e como tratar as manchas vermelhas no corpo

Manchas na pele

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Argila branca: para que serve? Ajuda a tratar manchas na pele? Controla a oleosidade? 6 dúvidas sobre o ativo

Manchas na pele

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

O que é bom para foliculite na virilha? Cuidados para diminuir as bolinhas vermelhas e prevenir as manchas

Manchas na pele

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Como diminuir manchas de espinhas: 5 dicas de tratamentos e produtos

Manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Quanto tempo demora para sair uma espinha interna? Como tratar a acne sem causar manchas na pele

Manchas na pele

Mancha no buço: como tirar? O que pode ser? Dermatologista explica as causas e tratamentos para o problema

Mancha no buço: como tirar? O que pode ser? Dermatologista explica as causas e tratamentos para o problema

Manchas na pele

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais