Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Saiba quais são os melhores procedimentos para remover os pelos da barba + como evitar irritações e foliculite

Entenda qual a melhor maneira de realizar o barbear e evite reações na região
Entenda qual a melhor maneira de realizar o barbear e evite reações na região

Entrevista com Dra. Tatiana Nogueira Matos , membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Apesar de ser uma prática constante no dia a dia dos homens, o barbear ainda pode gerar dúvidas para muitos. Que tipo de produto devem ser usados antes, durante e depois do procedimento? Os pelos devem ser cortados em que direção? Como é possível evitar a foliculite pós-barba? O DermaClub conversou com a dermatologista Tatiana Matos, de Salvador, Bahia, que respondeu essas e outras dúvidas.

Descubra quais são os métodos mais utilizados para a retirada dos pelos da face

Os dois processos mais comuns para a retirada da barba são o uso de lâmina de barbear e de barbeadores elétricos. “A escolha do procedimento é muito individual e pode desencadear reações diferentes para cada tipo de pele. Existem também homens que retiram os fios com cera ou linha, que não são os mais indicados devido ao aumento da foliculite”, explicou, alertando ainda que a depilação a laser deve ser feita apenas por aqueles que possuem convicção de que não querem ter pelos, já que enfraquecem e desaparecem com o tempo.

Saiba se os cuidados com a pele mudam de acordo com o método escolhido

Segundo a dermatologista, os rituais e cuidados do dia a dia são os mesmos e incluem higienização, tonificação, esfoliação - ao menos uma vez por semana -, hidratação e proteção solar. “Durante o procedimento, indicamos o uso de espuma de barbear, caso o aparelho escolhido seja a lâmina. Já quando o barbeador é utilizado, a pele pode estar molhada ou seca”, esclareceu, lembrando que para evitar irritação na área é importante estipular um tempo entre um barbear e outro. A sugestão da médica é de no mínimo dois dias.

Acalme a pele após o procedimento para evitar irritações

De acordo com a especialista, antes da utilização da lâmina é preciso aplicar a espuma de barbear. “O produto vai hidratar a pele e diminuir o atrito provocado pelo uso do aparelho, diminuindo a irritação e o risco de cortes”, disse. Após o procedimento invista em água termal, cremes calmantes ou hidratantes específicos.

Entenda como deve ser realizada a retirada dos pelos

A médica explicou que os fios devem ser cortados sempre no sentido de crescimento e com o menor número de passadas de lâmina possível. “Cada vez que o aparelho passa na pele é preciso remover com água corrente os pelos que ficam presos. Isso irá manter a eficácia do aparelho”, alertou.

Dermatologista explica como evitar a foliculite pós-barba

A dermatologista Tatiana Matos separou algumas dicas para você incluir enquanto estiver fazendo barba e evitar a foliculite:

- É muito importante renovar sempre as lâminas usadas. Utilize o aparelho no máximo três vezes e então substitua por um novo;

- Use uma boa espuma de barbear, isso irá proteger a pele do atrito;

- Utilize água morna ou quente, os poros abertos facilitam o procedimento;

- Após o término, use água termal e cremes calmantes;

- Em alguns casos são indicados uso de ácidos no dia a dia - nunca após o barbear - para deixar a pele mais fina e evitar que os pelos encravem.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 25 de Fevereiro de 2016
Modificada em: 28 de Julho de 2021

Dra. Tatiana Nogueira Matos

Palavra do Dermatologista

Dra. Tatiana Nogueira Matos

CRM: BA16601

Especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia/SBD, formada pela Universidade Federal da Bahia , realizou residência em clínica médica no Hospital Santo Antônio/ Ba e dermatologia na Universidade de Santo Amaro/ São Paulo. Atua na área de Dermatologia clínica, estética, cirúrgica e laser. Participa de todos os principais congressos nacionais e internacionais para estar sempre atualizada nos melhores tratamentos para seus pacientes.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Protetor solar indicado pelos dermatologistas: veja tudo o que o produto precisa ter para proteger a sua pele

Protetor solar indicado pelos dermatologistas: veja tudo o que o produto precisa ter para proteger a sua pele

Dermatologista

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Hiperpigmentação da pele negra: porque as manchas aparecem com mais facilidade?

Dermatologista

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Neurodermatite e dermatite atópica são a mesma coisa?

Dermatologista

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Linhas de expressão na testa: veja como é possível amenizar esses sinais da pele!

Dermatologista

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

O que causa a acne adulta? Dermatologista explica todos os motivos da formação de cravos e espinhas na pele

Dermatologista

Manchas nas costas podem ser melasma? Dermatologista indica o melhor tratamento para as marcas

Manchas nas costas podem ser melasma? Dermatologista indica o melhor tratamento para as marcas

Dermatologista

Últimas Matérias

Vitamina C para o rosto: para que serve? 4 funções do produto para a pele Niacinamida e vitamina C podem ser usadas juntas? Descubra os benefícios desses ativos Como hidratar a pele sensível? Conheça os principais cuidados com a hidratação deste tipo de pele Qual é o melhor ácido hialurônico para a pele? Shampoo para queda de cabelo: para que serve? Como usar? Qual é o mais indicado? Sentir coceira na pele pode ser resultado da falta de hidratação?
Ver mais

escolha a loja de sua preferência