Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Saiba qual é a importância de usar produtos antioxidantes e antiglicantes para a saúde da pele

Saiba por que é importante associar produtos antioxidantes e antiglicantes contra o envelhecimento da pele
Saiba por que é importante associar produtos antioxidantes e antiglicantes contra o envelhecimento da pele

Entrevista com Dra. Juliana Neiva, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

O envelhecimento é um processo natural, mas que pode ser acelerado por agentes intrínsecos e extrínsecos, como má alimentação, exposição excessiva ao sol e à poluição. Na busca por um tratamento rejuvenescedor da pele, uma das apostas é a associação de produtos antiglicantes e antioxidantes. Pensando nisso, o DermaClub te explica o que são esses dermocosméticos, para quais casos eles são indicados e como incluí-los na rotina de cuidados.

Entenda por que a pele envelhece

O envelhecimento da pele está diretamente ligado a fatores genéticos e ao estilo de vida das pessoas. É possível notar o aparecimento de rugas e linhas de expressão, perda de viço e elasticidade do rosto e de ressecamento durante o processo de envelhecimento. “Para ajudar na preservação e recuperação do corpo, além do uso regular do filtro solar, é essencial o uso de produtos com ação antioxidante e antiglicante. Estes dermocosméticos são aliados na defesa, pois recuperam das agressões”, afirmou a dermatologista Juliana Neiva, do Rio de Janeiro.

Descubra o que é a glicação e qual importância de usar produtos antiglicantes

De acordo com a médica, a glicação é um processo que agride o colágeno - fibra responsável pela sustentação e firmeza da pele. Isso acontece graças à ligação de açúcares no colágeno e à dificuldade da pele renova-lo, o que acelera o envelhecimento. “Esta ação é tão agressiva quanto a dos radicais livres, promovendo rugas, perda de elasticidade e de tonicidade”, comentou.

Os antiglicantes são capazes de reverter esse processo e frear o envelhecimento, melhorando o aspecto visual do rosto e a saúde da pele. Para a especialista, esses produtos devem ser usados a partir dos 25 anos como método de prevenção.

Saiba o que é um dermocosmético antioxidante e como aplicá-lo

O antioxidante, por sua vez, neutraliza os radicais livres presentes no organismo. Estas substâncias atrapalham o funcionamento normal do corpo e aceleram o envelhecimento. Para combatê-las existem dois tipos de antioxidantes: os naturais, que são a catalase e a glutationa peroxidase; e os que são obtidos através da alimentação ou aplicação de dermocosmeticos, como a vitamina C, E e os flavonóides.

A médica ainda explica que para aplicar o produto é preciso estar com o rosto limpo. “Use um sabonete específico, em seguida tonifique a região e, logo depois, use o antioxidante. Para finalizar, passe o filtro solar”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 20 de Julho de 2016
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Juliana Neiva

Palavra do Dermatologista

Dra. Juliana Neiva

CRM: 663883

Dra. Juliana Neiva é médica Pós-graduada em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO). Possui título de Especialista em Dermatologia, pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). Sempre atualizada, frequenta os mais importantes congressos nacionais e internacionais. Fez inúmeros cursos e workshops em Dermatologia Clínica e Estética, ministrados pelos principais especialistas estrangeiros na área. Além disso, é colunista em rádios e autora do livro Guia Prático da Beleza por dentro e por fora.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Mancha branca na pele: o que pode ser? Dermatologista lista as causas da descoloração

Mancha branca na pele: o que pode ser? Dermatologista lista as causas da descoloração

Manchas na pele

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele

Rotina de pele oleosa para clarear manchas de acne: passo a passo para uniformizar o tom da pele

Manchas na pele

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Queimadura solar pode se tornar uma mancha? Dermatologista esclarece o assunto

Manchas na pele

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Manchas roxas na pele: o que podem ser? Dermatologista esclarece as possíveis causas do problema

Manchas na pele

3 produtos que não devem ser usados no sol: como evitar manchas e queimaduras na pele no verão

3 produtos que não devem ser usados no sol: como evitar manchas e queimaduras na pele no verão

Manchas na pele

O peeling químico queimou a minha pele: o que fazer? Como tratar a queimadura e amenizar a mancha escura

O peeling químico queimou a minha pele: o que fazer? Como tratar a queimadura e amenizar a mancha escura

Manchas na pele

Últimas Matérias

Efeitos da COVID-19 na pele: dermatologista explica como a doença também pode se manifestar no corpo Entenda a diferença entre os 3 séruns anti-idade de La Roche-Posay: Salicyli C10, Retinol B3 e Hyalu B5 Repair Heróis da vida real: relato de um dermatologista que trabalha na linha de frente contra a COVID-19 Rotina de skincare na quarentena para cada tipo de pele + dicas para cabelo e corpo Aparelhos removedores de cravos: funcionam? Quais os riscos? Como remover de forma segura e como evitar Coceira na pele após o banho: entenda porque isso acontece e como tratar
Ver mais