Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Vitiligo no cabelo: é possível? Entenda como a doença se manifesta nos fios

Vitiligo pode aparecer no cabelo? Confira a matéria e entenda!
Vitiligo pode aparecer no cabelo? Confira a matéria e entenda!

Entrevista com Dra. Lilia Guadanhim, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Manchas brancas, na sua maioria simétricas, que podem aparecer em qualquer parte do corpo configuram o principal sintoma do vitiligo - uma doença de pele crônica e autoimune que, normalmente, acontece em pessoas com predisposição genética e pode ser deflagrada através de problemas emocionais, como o estresse. Embora seja muito comum na pele, será que é possível o problema também surgir no cabelo? Para esclarecer o assunto o DermaClub entrevistou a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo. Confira!

Como surge o vitiligo na pele?

De acordo com a médica, acontece uma quebra do chamado privilégio imunológico: “As células de defesa do paciente não reconhecem e atacam os melanócitos (células responsáveis pela pigmentação da pele), o que acaba levando à perda de cor”, explicou. A doença que se caracteriza através de manchas brancas, geralmente simétricas, pode acometer qualquer parte do corpo - desde as mais restritas ou extensas.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

O vitiligo também pode surgir no cabelo?

A Dra. Lilia afirma que o vitiligo pode, sim, se manifestar no couro cabeludo e cabelo, sendo nesta região chamado de Poliose. “O quadro é bem similar com o da pele, nota-se uma área bem delimitada de fios brancos e sem pigmento. A grande maioria dos casos são assintomáticos, mas raramente pode haver coceira, sensibilidade ou dor na área afetada”, revela.

Quais são as opções de tratamento para a doença nessa região?

A dermatologista indica as melhores terapias para o caso: “Em geral, para quadros restritos ao couro cabeludo, o tratamento é feito com cremes ou soluções tópicas. Já nos casos mais extensos e que acometem outras áreas do corpo podem ser tratados com fototerapia e medicações orais”, advertiu.

Lembre-se que a estratégia de tratamento deve ser definida sempre pelo dermatologista, em conjunto com o paciente!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

 

Publicada em: 24 de Abril de 2018
Modificada em: 28 de Julho de 2021

Dra. Lilia Guadanhim

Palavra do Dermatologista

Dra. Lilia Guadanhim

CRM: 133850

Formação em Medicina, Residência Médica em Dermatologia e Especialização em Cosmiatria pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo. Possui título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associação Médica Brasileira, além de ser membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da International Dermoscopy Society. Tem especializações em Cosmiatria - Toxina Botulínica e Preenchimento na França e Dermatoscopia - Oncologia Cutânea na Itália. É médica colaboradora da Unidade de Cosmiatria da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Queda de cabelo por estresse: descubra o que fazer para tratar e evitar esse problema!

Queda de cabelo por estresse: descubra o que fazer para tratar e evitar esse problema!

Dermatologista

Protetor solar para o rosto: porque reaplicar o produto? Como retocar o protetor solar com cor?

Protetor solar para o rosto: porque reaplicar o produto? Como retocar o protetor solar com cor?

Dermatologista

Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados

Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados

Dermatologista

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica

Doenças de pele

Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam

Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam

Doenças de pele

O que é rosácea: tratamento e controle das manchas vermelhas na pele com skincare e procedimentos

O que é rosácea: tratamento e controle das manchas vermelhas na pele com skincare e procedimentos

Doenças de pele

Últimas Matérias

Effaclar Sérum Ultra Concentrado: guia completo de como usar o produto na rotina de skincare da pele acneica Creme para área dos olhos: dermatologista indica o melhor produto hidratante e para rugas Caspa pode causar a queda de cabelo? Saiba como acabar com a perda dos fios e tratar a dermatite seborreica Manchas vermelhas no corpo que coçam e se espalham: o que pode ser? Alergia, psoríase ou dermatite atópica? Como diminuir a caspa da dermatite seborreica: rotina capilar + cuidados com o couro cabeludo descamando Peeling para acne em casa: pode ser feito? Dermatologista indica como fazer o tratamento com segurança
Ver mais

escolha a loja de sua preferência