Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Você sabe quais são os tipos de manchas na pele? Descubra e saiba como tratá-los!

Sinais de nascença ou consequência de maus hábitos? Cada tipo de mancha na pele demanda um cuidado específico
Sinais de nascença ou consequência de maus hábitos? Cada tipo de mancha na pele demanda um cuidado específico

Entrevista com Dra. Tatiane Curi, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Produtos relacionados

Algumas manchas na pele são sinais de nascença ou podem surgir com o tempo, como consequências de exposição solar excessiva, alergias, doenças e envelhecimento. Em conversa com a dermatologista Tatiane Curi, de São Paulo, o DermaClub procurou saber quais são os tipos de manchas que podem aparecer na pele e os tratamentos para cada uma. Confira!

Conheça os tipos de manchas que podem surgir na sua pele

De acordo com a médica, as alterações na coloração da pele são causadas pelo depósito de pigmentos na derme e pela diminuição ou aumento da melanina - proteína responsável pela coloração da pele -, e seus efeitos podem ser classificados nas seguintes divisões:

1) Leucodermias ou Acromias: manchas brancas ocasionadas pela diminuição e ausência de melanina, respectivamente. Esses sintomas são comuns no albinismo, vitiligo e pitiríase versicolor - popularmente conhecida como pano branco;

2) Hipercromias ou manchas escuras: acontecem devido à produção excessiva de melanina. São comuns nas efélides (as famosas sardas), nevus (pintas e sinais), melasma - manchas escuras que aparecem, principalmente, na face da mulher devido ao sol, alterações hormonais, anticoncepcionais, gravidez e predisposição genética. E ainda existem as fitofotodermatoses, que são causadas por queimaduras e exposição solar de frutas cítricas como o limão, entre outras;

3) Manchas por depósito de substâncias exógenas: encontradas tanto na dermatite ocre, que são manchas arroxeadas ou marrons localizadas nas pernas e tornozelos devido à alteração vascular; quanto na carotenodermia, reconhecida por ser uma descoloração amarelada que ocorre devido ao depósito de carotenos na pele, pigmentos vegetais com cores que variam do amarelo ao vermelho.

Como é possível identificar que tipo de mancha de pele é cada uma?

De acordo com a Dra. Tatiane, nem sempre é fácil fazer essa identificação apenas observando. “A conversa com o paciente, a análise do seu histórico clínico e saber quais são os medicamentos que está tomando é imprescindível para realizar o diagnóstico”, disse. Algumas vezes também é necessário fazer uma biópsia para complementar e confirmar qual é a mancha existente.

Quais os tratamentos recomendados para cada mancha específica?

Para a médica, a primeira atitude a se tomar é identificar a causa da mancha para depois definir as opções terapêuticas. Para as manchas mais escuras, os tratamentos podem incluir medicamentos tópicos como clareadores e ácidos, intervenção cirúrgica ou a exclusão de medicamentos da rotina do paciente.

Já para manchas brancas, o cuidado depende da causa. Podem ser utilizados tratamentos que estimulem a célula que dá cor à pele, assim como medicamentos tópicos imunomoduladores e antifúngicos específicos orais.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 11 de Janeiro de 2017
Modificada em: 27 de Julho de 2021

Dra. Tatiane Curi

Palavra do Dermatologista

Dra. Tatiane Curi

CRM: 108107

Medica, Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia. Especializada em Cosmiatria pela Universidade de Santo Amaro, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associacao medica Brasileira. Também é sócia efetiva da sociedade Brasileira de Dermatologia e Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatologia. Além disso, é medica do corpo clinico do Hospital Sírio Libanes - SP.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Queda de cabelo por estresse: descubra o que fazer para tratar e evitar esse problema!

Queda de cabelo por estresse: descubra o que fazer para tratar e evitar esse problema!

Dermatologista

Protetor solar para o rosto: porque reaplicar o produto? Como retocar o protetor solar com cor?

Protetor solar para o rosto: porque reaplicar o produto? Como retocar o protetor solar com cor?

Dermatologista

Como disfarçar marcas de espinhas: passo a passo para esconder as cicatrizes e manchas de acne

Como disfarçar marcas de espinhas: passo a passo para esconder as cicatrizes e manchas de acne

Manchas na pele

Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados

Skincare para pele negra: 7 dúvidas mais comuns sobre a rotina de cuidados

Dermatologista

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica

Neurodermatite: o que é? Como tratar? É a mesma coisa que dermatite atópica? Dermatologista explica

Dermatologista

Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam

Dermatite de contato: o que é, quais os sintomas e como tratar as bolinhas na pele que coçam

Dermatologista

Últimas Matérias

Effaclar Sérum Ultra Concentrado: guia completo de como usar o produto na rotina de skincare da pele acneica Creme para área dos olhos: dermatologista indica o melhor produto hidratante e para rugas Caspa pode causar a queda de cabelo? Saiba como acabar com a perda dos fios e tratar a dermatite seborreica Manchas vermelhas no corpo que coçam e se espalham: o que pode ser? Alergia, psoríase ou dermatite atópica? Como diminuir a caspa da dermatite seborreica: rotina capilar + cuidados com o couro cabeludo descamando Peeling para acne em casa: pode ser feito? Dermatologista indica como fazer o tratamento com segurança
Ver mais

escolha a loja de sua preferência