Vem pro clube! quer ganhar descontos o ano todo e ainda trocar seus pontos por produtos? cadastre-se

ja faz parte
do clube?

como comprar

ainda não faz
parte do clube?

cadastre-se

Vem pro clube! É rápido, fácil e grátis. CADASTRE-SE

Você sabia que a idade da sua pele pode ser diferente da sua idade real? Entenda!

A idade da sua pele pode ser mais jovem ou mais velha do que aquela que você realmente apresenta, sabia? Saiba como driblar os sinais do foto envelhecimento precoce
A idade da sua pele pode ser mais jovem ou mais velha do que aquela que você realmente apresenta, sabia? Saiba como driblar os sinais do foto envelhecimento precoce

Entrevista com Dra. Lilia Guadanhim, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Os anos passam, a idade chega e o envelhecimento cronológico se torna inevitável. De fato, não podemos parar o relógio e ser jovens para sempre, mas é possível garantir uma aparência saudável e bonita por mais tempo. Muita gente não sabe, mas a idade da pele é bem diferente daquela que consta em nossa certidão de nascimento. Mas, para ter um rosto jovem e cheio de viço, é necessário adotar alguns hábitos. Para esclarecer melhor o assunto, convidamos a dermatologista Lilia Guadanhim, de São Paulo. Veja só!

Entenda porque a idade da pele é diferente da cronológica

Tem muita gente que se espanta ao perguntar a idade de uma pessoa e achá-la mais nova ou mais velha do que tinha imaginado. Isso acontece porque a idade cronológica, aquela que consta em nossa certidão de nascimento, é bem diferente da biológica, que se mostra em nosso rosto e corpo. De acordo com a médica, “a idade influencia apenas o envelhecimento cronológico, mas os hábitos de vida, como a alimentação e a rotina de cuidados são determinantes para o aspecto envelhecido ou jovial da pele”, esclareceu.

Envelhecimento cronológico e o fotoenvelhecimento: descubra a diferença

De acordo com a dermatologista, existem dois tipos de envelhecimento: “O intrínseco é determinado pelo envelhecimento cronológico, e está relacionado à idade real da pessoa; o extrínseco é determinado pelos hábitos de vida, grau de exposição solar (fotoenvelhecimento) e poluição, além da alimentação, fumo e exercícios físicos”, explicou.

3 cuidados que previnem os sinais do envelhecimento precoce da pele

A pele começa a envelhecer ainda na juventude, por volta dos 20 ou 30 anos - quando a produção de colágeno diminui. De acordo com a Dra. Lília, o envelhecimento é acelerado devido à uma série de fatores, “como a exposição solar demasiada, poluição do ar, fumo, má alimentação, privação de sono, estresse crônico, entre outros fatores”, afirmou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Por isso, os primeiros cuidados com a pele são fundamentais. Para prevenir este cenário, a dermatologista indica:

1) Filtro solar: com FPS mínimo de 30, que tenha proteção contra os raios UVA e UVB. O produto deve ser usado diariamente - mesmo nos dias nublados, chuvosos ou em lugares fechados. Prefira dermocosméticos com toque seco, que protegem a pele contra os danos causados pela radiação infravermelha e ainda possuem ação antioxidante. O filtro solar também suaviza as linhas finas, evita a degradação do colágeno e controla o excesso de oleosidade;

2) Ácido retinoico: tretinoína, retinol e adapaleno, são exemplos de ativos capazes de estimular a produção de colágeno, melhorar a textura da pele, diminuir linhas finas e manchas superficiais;

3) Vitamina C: com ação antioxidante, esse ativo ajuda a proteger a pele dos danos causados pelo sol, estimula a produção de colágeno e possui ação clareadora. Porém, é importante ressaltar que apenas um médico dermatologista é capaz de indicar qual o melhor produto para o seu tipo de pele!

Lembre-se: uma pele bonita e jovem é o resultado de uma rotina de cuidados e de um estilo de vida mais saudável!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 17 de Outubro de 2017
Modificada em: 23 de Maio de 2019

Dra. Lilia Guadanhim

Palavra do Dermatologista

Dra. Lilia Guadanhim

CRM: 133850

Formação em Medicina, Residência Médica em Dermatologia e Especialização em Cosmiatria pela Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo. Possui título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e Associação Médica Brasileira, além de ser membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da International Dermoscopy Society. Tem especializações em Cosmiatria - Toxina Botulínica e Preenchimento na França e Dermatoscopia - Oncologia Cutânea na Itália. É médica colaboradora da Unidade de Cosmiatria da Escola Paulista de Medicina - Universidade Federal de São Paulo.

Ficou com dúvidas?

Encontre aqui o seu dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia mas perto de você!

recomendadas para você

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista indica como fazer limpeza de pele profunda em casa com segurança

Dermatologista

4 melhores produtos para a redução de acne e cravos + controle da oleosidade + ação anti-idade

4 melhores produtos para a redução de acne e cravos + controle da oleosidade + ação anti-idade

Envelhecimento

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

DIU de cobre pode causar espinhas? Dermatologista esclarece a dúvida e indica cuidados para tratar a acne

Dermatologista

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Como diminuir a oleosidade do cabelo: produtos e cuidados para tratar a caspa, coceira e dermatite seborreica

Dermatologista

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Escova de limpeza facial (FOREO): como usar? Como limpar? Dermatologista dá dicas de como higienizar e cuidar

Dermatologista

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Ácido hialurônico é bom para pele oleosa? Dermatologista esclarece a questão

Dermatologista

Últimas Matérias

Traços da tatuagem: dermatologista e tatuadora indicam todos os cuidados para manter o desenho perfeito Falhas no cabelo: o que é alopecia areata? Causas e tratamento para a doença que motiva a queda de cabelo Ácido salicílico: para que serve? Qual é a função? Como usar na rotina de skincare? Dermatologista indica Skincare no verão: 4 produtos para prevenir queimadura solar, mancha, câncer de pele e envelhecimento precoce Cabelo caindo muito: estresse, química, alimentação... 5 fatores que podem causar a queda dos fios Foliculite decalvante: o que é? Como tratar o problema que causa queda de cabelo e calvície
Ver mais