Main content

Caroço na virilha: como surge, quais são as causas e como tratar?

Neste artigo, exploramos em profundidade as causas, sintomas e opções de tratamento dos caroços na virilha. Confira e cuide melhor da sua saúde!
27 nov 2018

Um caroço na virilha pode ser motivo de preocupação, mas nem sempre é um sinal de algo sério. Ele pode ter várias causas, desde uma simples irritação até condições mais complexas. Compreender as possíveis causas e tratamentos é o primeiro passo para lidar com essa situação, então por isso Dermaclub preparou todos os pontos mais importantes sobre os principais tipos de caroços que podem aparecer nessa região, o que eles podem significar e como tratar cada um deles, continue lendo para descobrir mais!

Como o caroço na virilha surge?


Um caroço na virilha pode aparecer por várias razões e geralmente é o resultado de um inchaço dos gânglios linfáticos. Os gânglios linfáticos são pequenas glândulas em forma de feijão que produzem células que combatem infecções e doenças. Eles podem inchar em resposta a uma infecção ou doença, resultando em um caroço na virilha. Este caroço pode ser sensível ao toque e o tamanho pode variar dependendo da causa subjacente.

Além disso, um caroço na virilha também pode ser causado por um cisto sebáceo, que é um nódulo cheio de líquido que se forma sob a pele, ou uma hérnia, que ocorre quando uma parte do intestino empurra através de um ponto fraco na parede abdominal. Outras possíveis causas incluem linfoma (um tipo de câncer que afeta os gânglios linfáticos), lipomas (acúmulos benignos de tecido adiposo) ou hidradenite supurativa (uma condição de pele crônica que causa cistos e abscessos). É importante procurar aconselhamento médico se você notar um caroço na virilha para determinar a causa e o tratamento adequado.


Quais são os tipos de caroço na virilha?


Mas nem todos os caroços na virilha são exatamente os mesmos e nem aparecem pelos menos motivos. Por isso, nós de Dermaclub separamos os principais tipos desses caroços, suas características e principais motivos para o seu aparecimento, confira: 


Hérnia inguinal


A hérnia inguinal é uma condição que ocorre quando parte do intestino ou tecido adiposo empurra através de um ponto fraco na parede abdominal inferior, geralmente na área da virilha. As hérnias inguinais são mais comuns em homens, mas também podem ocorrer em mulheres.

Existem dois tipos principais: hérnias inguinais indiretas, que são causadas por um defeito congênito e são mais comuns em crianças, e hérnias inguinais diretas, que tendem a ocorrer em adultos e são causadas principalmente pelo envelhecimento e pelo desgaste natural do corpo.

As causas da hérnia inguinal incluem qualquer coisa que aumente a pressão no abdômen, como levantar objetos pesados, constipação, tosse crônica ou esforço durante a micção. Além disso, fatores de risco incluem ser do sexo masculino, ter histórico familiar de hérnias inguinais, estar acima do peso e fumar.

Os sintomas de uma hérnia inguinal incluem um caroço na área da virilha que pode muitas vezes ser empurrado de volta para dentro do abdômen, e que muitas vezes se torna mais óbvio e desconfortável quando você se levanta, se curva ou tosse. 

Outros sintomas podem incluir dor ou desconforto na área da virilha, especialmente ao se curvar, tossir ou levantar; uma sensação de arrasto ou peso na virilha; e fraqueza ou pressão na virilha. Em alguns casos, as hérnias inguinais não apresentam sintomas e só são descobertas durante um exame físico de rotina.

Furúnculo


O furúnculo é uma infecção cutânea profunda e dolorosa que geralmente começa como um nódulo vermelho e sensível na pele. Com o tempo, ele se enche de pus e cresce, podendo formar uma cabeça amarela ou branca. Esta condição ocorre quando uma bactéria, geralmente a Staphylococcus aureus, entra na pele através de um corte ou arranhão e infecta um folículo piloso.

As causas do furúnculo incluem contato com uma pessoa infectada, suor excessivo, fricção da pele, bloqueio dos folículos pilosos e certas condições de saúde que enfraquecem o sistema imunológico. Além disso, pessoas com diabetes ou problemas de pele como acne e eczema têm maior risco de desenvolver furúnculos.

Os sintomas de um furúnculo incluem um caroço vermelho e inchado na pele, dor ou sensibilidade no local, pus no centro do caroço e possivelmente febre. Em alguns casos, vários furúnculos podem se juntar para formar um abscesso maior, conhecido como carbúnculo. 

Se você suspeita que tem um furúnculo, é importante procurar atendimento médico para evitar complicações potencialmente graves, como a propagação da infecção para o sangue (septicemia) ou para outras partes do corpo. O tratamento geralmente envolve a drenagem do furúnculo por um profissional de saúde e, em alguns casos, antibióticos podem ser prescritos.


Cistos


Os cistos são bolsas fechadas de tecido que podem se formar em qualquer parte do corpo. Eles podem ser preenchidos com ar, líquido ou material semi-sólido. Os cistos variam em tamanho; alguns são microscópicos, enquanto outros podem crescer até o tamanho de uma laranja. Embora a maioria dos cistos seja benigna, alguns podem ser cancerígenos ou ter potencial para se tornarem cancerígenos.

As causas dos cistos são variadas e dependem do tipo de cisto. Alguns cistos, como os cistos sebáceos, são causados pelo bloqueio das glândulas sebáceas na pele. Outros, como os cistos ovarianos, podem ser causados por processos normais no organismo, como a ovulação. Além disso, certas doenças genéticas, infecções e lesões também podem levar à formação de cistos.

Os sintomas associados aos cistos também variam dependendo do tipo e localização do cisto. Alguns cistos, como os cistos renais ou hepáticos, podem não apresentar sintomas a menos que se tornem muito grandes. Outros, como os cistos ovarianos, podem causar dor abdominal, inchaço e alterações no ciclo menstrual. 

Cistos na pele, como cistos sebáceos ou cistos epidermóides, geralmente aparecem como nódulos visíveis sob a pele e podem se tornar inflamados ou infectados. Se você suspeita que tem um cisto, é importante procurar atendimento médico para um diagnóstico e tratamento adequados.

Íngua


A íngua, também conhecida como linfonodo inchado, é uma condição que ocorre quando os gânglios linfáticos, pequenas glândulas em forma de feijão que produzem células que combatem infecções e doenças, aumentam de tamanho. Isso geralmente acontece em resposta a uma infecção ou doença. As ínguas podem aparecer em várias partes do corpo, incluindo o pescoço, axilas, virilha e abaixo do queixo.

As causas do inchaço dos gânglios linfáticos são variadas e podem incluir infecções comuns, como resfriados e infecções na garganta, infecções mais graves, como HIV e certos tipos de câncer, como linfoma. Os sintomas associados à íngua dependem da causa subjacente, mas geralmente incluem um ou mais nódulos macios e sensíveis ao toque, dor ou sensibilidade na área do gânglio linfático inchado, sintomas gerais de infecção, como febre, suor noturno e perda de peso.

 Se você notar um inchaço persistente dos gânglios linfáticos, é importante procurar atendimento médico para determinar a causa e iniciar o tratamento adequado.

 

Infecções sexualmente transmissíveis (IST)

 

As Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) são doenças que são transmitidas principalmente através do contato sexual, incluindo sexo vaginal, anal e oral. Elas são causadas por uma variedade de organismos, incluindo bactérias, vírus e parasitas. Algumas das ISTs mais comuns incluem clamídia, gonorreia, sífilis, herpes genital, HPV e HIV/AIDS.

As causas das ISTs são variadas, mas todas envolvem a transmissão de um organismo infeccioso de uma pessoa para outra durante a atividade sexual. É importante notar que as ISTs podem ser transmitidas mesmo quando a pessoa infectada não apresenta sintomas.

Os sintomas das ISTs variam dependendo do organismo causador. Algumas ISTs, como clamídia e gonorreia, podem causar sintomas como dor ao urinar e secreção anormal. Outras, como o HIV, podem não apresentar sintomas por muitos anos. Além disso, algumas ISTs, como o HPV, podem não causar sintomas, mas podem levar a condições mais graves, como o câncer. 

Se você suspeita que pode ter uma IST, é crucial procurar atendimento médico para diagnóstico e tratamento. A prevenção, incluindo o uso consistente de preservativos e a vacinação contra certas ISTs, como HPV e hepatite B, também é fundamental.

Câncer


O câncer é uma doença caracterizada pelo crescimento descontrolado de células anormais no corpo. Existem muitos tipos diferentes de câncer, incluindo câncer de mama, pulmão, próstata, cólon e pele, entre outros. Cada tipo de câncer tem suas próprias características e pode se desenvolver em quase qualquer órgão ou tecido do corpo.

As causas do câncer são complexas e podem incluir fatores genéticos, ambientais e comportamentais. Algumas mutações genéticas que aumentam o risco de câncer podem ser herdadas, mas a maioria ocorre aleatoriamente durante a vida de uma pessoa. Fatores ambientais e comportamentais, como tabagismo, exposição ao sol, dieta pobre e falta de atividade física, também podem aumentar o risco de desenvolver câncer.

Os sintomas do câncer variam dependendo do tipo e estágio da doença, mas podem incluir perda de peso inexplicada, fadiga persistente, dor que não desaparece, alterações na pele e alterações nos hábitos intestinais ou urinários.
É importante notar que esses sintomas podem ser causados por condições que não são câncer, portanto, se você tiver algum desses sintomas, é importante procurar atendimento médico para um diagnóstico adequado. O diagnóstico precoce e o tratamento são fundamentais para melhorar as chances de sobrevivência ao câncer. Além disso, adotar um estilo de vida saudável pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver câncer.

Foliculite


A foliculite é uma inflamação dos folículos pilosos, as pequenas cavidades na pele onde os pelos crescem. Ela geralmente aparece como pequenas saliências vermelhas ou pústulas brancas ao redor dos folículos pilosos e pode ocorrer em qualquer parte do corpo onde haja pelos.

As causas da foliculite são variadas, mas a condição é mais frequentemente causada por uma infecção bacteriana, particularmente pelo Staphylococcus aureus. Outros possíveis causadores incluem fungos, vírus e danos físicos aos folículos pilosos, como atrito de roupas apertadas ou barbear. 

Fatores de risco para foliculite incluem uso regular de certos tipos de medicamentos, como corticosteroides tópicos, ter pele danificada ou ferida, estar acima do peso e ter um sistema imunológico enfraquecido.

Os sintomas da foliculite incluem uma erupção cutânea que pode ser coceira ou dolorosa, cheia de pus e que pode se formar crostas ou descamar. Em alguns casos, a foliculite pode causar bolhas cheias de pus que estouram e formam uma crosta. Se a foliculite for grave ou recorrente, ou se estiver associada a outros sintomas, como febre, é importante procurar atendimento médico. 

O tratamento geralmente envolve medidas de autocuidado, como compressas quentes e medicamentos de venda livre, mas em casos mais graves, podem ser necessários antibióticos ou antifúngicos prescritos por um médico.

Informações sobre a foliculite que pode causar caroço na virilha

 

Como tratar o caroço na virilha?


O tratamento para um caroço na virilha depende muito da causa subjacente. Se o caroço for causado por uma infecção, seu médico pode prescrever antibióticos. Se for causado por uma hérnia, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica. Em todos os casos, é crucial procurar aconselhamento médico se você notar um caroço na virilha para determinar a causa e o tratamento adequado.

Embora o Creme Hidratante Corporal Cerave não trate diretamente os caroços na virilha, manter a pele hidratada é uma parte importante do cuidado geral da pele. O CeraVe é um hidratante que contém ceramidas e ácido hialurônico, que ajudam a restaurar a barreira natural da pele e a reter a umidade. 

Ele é adequado para todos os tipos de pele e é não comedogênico, o que significa que não obstrui os poros. Além disso, o CeraVe é leve e de rápida absorção, tornando-o confortável para uso diário. Manter a pele hidratada pode ajudar a prevenir a secura e a descamação, melhorar a textura e a aparência da pele e fortalecer a barreira da pele contra agressores externos. 
 

Para prevenir caroço na virilha, mantenha a pele hidratada com os cremes hidratantes de CeraVe

Como evitar o aparecimento dos caroços na virilha?


Embora nem todos os caroços na virilha possam ser evitados, existem algumas medidas que você pode tomar para reduzir o risco. Manter uma boa higiene pessoal é fundamental. 

Isso inclui tomar banho regularmente e usar roupas limpas, o que pode ajudar a prevenir infecções bacterianas que podem levar ao inchaço dos gânglios linfáticos. Além disso, evitar lesões na área da virilha, como cortes ou arranhões, também pode ajudar a prevenir o aparecimento de caroços.

Outra medida importante é manter um sistema imunológico forte. Isso pode ser alcançado através de uma alimentação saudável, exercícios regulares, sono adequado e controle do estresse. Um sistema imunológico saudável é mais capaz de combater infecções que podem causar inchaço dos gânglios linfáticos. Além disso, se você tiver uma condição de saúde subjacente que aumente o risco de caroços na virilha, como HIV ou câncer, é importante seguir o tratamento recomendado pelo seu médico. 

É perigoso ter caroço na virilha?


Um caroço na virilha pode ser motivo de preocupação, mas nem sempre é um sinal de algo sério. Muitas vezes, um caroço na virilha é o resultado do inchaço dos gânglios linfáticos, que pode ocorrer em resposta a uma infecção ou doença. Isso é geralmente inofensivo e resolve-se por si só uma vez que a infecção subjacente é tratada. 

Portanto, embora nem todo caroço na virilha seja perigoso, é importante procurar atendimento médico se você notar um caroço na virilha. Isso é especialmente importante se o caroço for doloroso, estiver crescendo, durar mais de algumas semanas, ou se for acompanhado de outros sintomas, como febre ou perda de peso inexplicada.


Quando devo me preocupar com um caroço na virilha?


 Embora um caroço na virilha possa ser inofensivo na maioria das vezes, existem algumas situações em que você deve procurar atendimento médico. Se o caroço for acompanhado de dor ou desconforto, se estiver crescendo rapidamente, se persistir por mais de duas semanas ou se vier acompanhado de outros sintomas como febre, suores noturnos ou perda de peso inexplicada, é importante procurar ajuda médica.

Além disso, se o caroço na virilha for duro e imóvel, isso também pode ser motivo de preocupação, pois pode ser um sinal de uma condição mais séria, como câncer. Portanto, embora nem todo caroço na virilha seja motivo de alarme, é sempre melhor errar pelo lado da cautela e procurar aconselhamento médico para descartar qualquer possível problema de saúde grave. 
 

 

Clube de Vantagens Dermclub
 

Publicada em: 27 de Novembro de 2018
Modificada em: 14 de Março de 2024

Orientation message
For the best experience, please turn your device