Main content

Dermatite perioral: tratamento, causas, sintomas e cuidados para se ter com esse tipo de dermatite no rosto

Saiba o que é dermatite perioral, quais os sintomas,os cuidados necessários e como tratar essa condição de pele nesse post de Dermaclub.
16 dez 2020

A dermatite é uma doença de pele bastante comum. Além do tipo atópica, a mais famosa que é causada por uma reação alérgica, existem outros tipos de dermatite que surgem em várias regiões do corpo e do rosto, como é o exemplo da dermatite perioral. Você já ouviu falar nela? é uma dermatose que aparece ao redor da boca e nariz, formando lesões vermelhas, que causam muita coceira, ressecamento e descamação. Se você tem esse problema ou percebeu alguns desses sintomas na sua pele, precisa se informar mais sobre o assunto! Foi pensando nisso que o DermaClub conversou com a dermatologista Carolina Marçon, que esclareceu tudo sobre essa dermatite no rosto.

O que é a dermatite perioral? Descubra as causas dessa doença de pele

A dermatite perioral é uma dermatose que acomete a região ao redor da boca e próximo ao nariz. “Ela não tem uma causa bem definida, mas existem algumas hipóteses de que pode ser desencadeada por alguma disfunção da barreira cutânea, por alteração da microflora, da microbiota cutânea e do sistema imunológico da pele”, explicou a médica. Essa doença costuma atingir mais as mulheres na faixa etária dos 15 aos 45 anos e possui uma relação bem intensa com a utilização de alguns produtos de uso tópico, principalmente os corticóides florados, mas também: cosméticos que têm uma ação mais oclusiva, creme dental fluorado, certos tipos de protetor solar e uma série de outros produtos que podem ser utilizados próximos ou nessa região.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Quais são os sintomas da dermatite perioral?

A dermatite perioral se manifesta a partir de uma vermelhidão, coceira, ardência e descamação ao redor da boca. A Drª Carolina conta que essa dermatose tem um aspecto clínico muito parecido com a rosácea, podendo causar até pústula em algumas situações. “Mas diferente dessa condição, ela tem uma localização específica e completamente diferente em que os sintomas da rosácea costumam aparecer”, esclareceu.

Quais são os tratamentos adequados para essa dermatite?

O primeiro passo do tratamento da dermatite perioral é a suspensão das medicações e produtos que estão envolvidos com o problema. Junto a essa atitude, a especialista também recomenda introduzir uma rotina de skincare bem leve e específica para esse região: “Lavar o rosto com um sabonete neutro, incluir cuidados que ajudam a controlar os sintomas, como o metronidazol e o ácido azelaico, e usar hidratantes com ação calmante para a pele. Já nos casos mais graves, pode haver a necessidade de incluir uma medicação por via oral recomendada pelo dermatologista”.

PRODUTOS RELACIONADOS

5 cuidados com a dermatite perioral:

1. Não usar água quente para lavar o rosto;

2. Excluir sabonetes e outros produtos com substâncias reativas, parabenos e fragrâncias;

3. Usar hidratantes com fórmulas minimalistas e calmantes, que ajudam a reforçar a barreira de proteção da pele;

4. Decidir com o seu dermatologista a melhor forma de depilar o buço para prevenir crises;

5. Evitar o uso de cremes dentais que possam causar irritação e queimadura na pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Publicada em: 16 de Dezembro de 2020
Modificada em: 24 de Março de 2023


Image

palavra do dermatologista

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia


palavra do dermatologista

Image

DRA. CAROLINA REATO MARÇON
CRM: 113.379

Especialização em Clínica Médica e Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Médica Colaboradora do Setor de Dermatologia da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo; Coordenadora do Programa Pró-Albino; Fellowship em Cosmiatria - Dr. Zoe Draelos, Carolina do Norte - EUA; Fellowship em Tricologia - Universidade de Bolonha, Itália - Prof. Antonella Tosti; Fellowship em Dermatoscopia e Microscopia Confocal - Universidade de Modena / Reggio Emilia, Itália; Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Academia Americana de Dermatologia e do Colégio Ibero-Latinoamericano de Dermatologia

Orientation message
For the best experience, please turn your device