Embora a hidratação da pele seja um passo fundamental da rotina de beleza, muita gente acaba esquecendo de aplicar o produto, ou até mesmo dando mais importância ao rosto que ao corpo, por exemplo. No entanto, essa etapa é mais importante do que você imagina: além de deixar a pele mais suave e bonita, o uso adequado do hidratante entrega vários outros benefícios para a saúde da região cutânea. Pensando nisso, o DermaClub entrevistou a dermatologista Betina Stefanello, do Rio de Janeiro, que listou 3 vantagens desse hábito no dia a dia. Confira!

1) Hidratar a pele mantém a barreira cutânea íntegra e funcional

A barreira da pele é a camada mais superficial da epiderme, composta por gorduras, na sua maioria ceramidas, que protege, impermeabiliza e é responsável pelas trocas ocorridas com o exterior. De acordo com a Drª Betina, para que ela se mantenha saudável e com todas as funções ativas, é necessário adotar o hábito da hidratação, de preferência com um produto que reponha ceramidas, já que elas podem ser quebradas por conta do ressecamento e outras agressões. “Hidratando, a gente mantém a barreira cutânea íntegra, evitando rachaduras, lesões, ulcerações e também outros problemas como ressecamento e coceira”, explicou a médica.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) O hábito diário da hidratação pode melhorar diversas patologias da pele

Uma consequência de manter a barreira da pele em bom estado através da hidratação é a melhora de doenças variadas que acometem essa região. Segundo a médica, se você possui algum problema de pele, aplicar um creme hidratante diariamente pode diminuir os sintomas. “Ao hidratar a pele, é possível melhorar diversas patologias cutâneas, como dermatite atópica, dermatite de contato, psoríase e várias outras”, contou a Drª Betina.

3) A hidratação também ajuda a diminuir a oleosidade da pele e problemas como acne

Muitas pessoas acreditam que quem tem pele oleosa não precisa de hidratação, para não piorar o efeito brilhoso do rosto. No entanto, isso não passa de um mito. De acordo com a médica, além do hábito ser essencial para equilibrar a produção de oleosidade, hoje em dia existem vários estudos que comprovam que o mesmo pode até melhorar alguns quadros de acne. “A hidratação diária também pode ajudar a melhorar a acne. Quem tem pele oleosa, precisa mantê-la hidratada para melhorar o tratamento, assim como a rosácea, que também cursa com uma pele oleosa”, afirmou. É essencial repor as ceramidas perdidas - muitas vezes, numa limpeza mais agressiva, ou com produtos muito adstringentes -, o que não é sinônimo de colocar gordura na pele.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.