Durante o inverno, o tempo mais frio e o ar seco influenciam na saúde e qualidade da pele. Além disso, a poluição e a radiação solar, que também estão presentes, atingem o corpo, deixando-o mais sensível, ressecado e acelerando o envelhecimento. Por isso, o DermaClub separou 4 conselhos de especialista para você aderir durante a estação mais fria do ano. Confira!

1) Evite banhos muito quentes

De acordo com a dermatologista Vanessa Metz, do Rio de Janeiro, a água quente remove parte da barreira de proteção da pele. “O corpo acaba ficando ressecado e, ao longo do tempo, ganha aspecto craquelado, provocando coceira e placas vermelhas”, explicou. Por isso, dê preferência a banhos mornos ou frios e não permaneça muito tempo em contato com a água.

2) Mantenha o corpo hidratado

A hidratação é importante para a proteção e qualidade da pele e, com o tempo mais frio e seco, é preciso dar atenção especial a esse cuidado. Além de beber a quantidade recomendada de água - pelo menos dois litros diariamente -, aposte em cremes e loções específicos para as suas necessidades.

3) Proteja a pele da radiação solar

Segundo a médica, a proteção solar é indispensável em qualquer época do ano. “As pessoas esquecem que, mesmo em dias chuvosos ou nublados, o sol está presente e, consequentemente, a radiação também, e é ela quem mais afeta a saúde”, esclareceu. Com o passar dos anos, a pele afetada pelos raios solares fica envelhecida, manchada e está mais vulnerável a desenvolver câncer de pele.

4) Dê preferência às maquiagens cremosas ou líquidas

Devido ao tempo seco e à necessidade maior de hidratação, o ideal é evitar os produtos em pó, já que eles podem deixar o rosto com aspecto ressecado. Lembre-se que, antes de qualquer coisa, é importante consultar um médico da Sociedade Brasileira de Dermatologia para descobrir quais cosméticos e texturas são ideais para você.

Apesar das adaptações de acordo com o clima, a rotina de cuidados deve seguir algumas etapas básicas, como limpeza, tonificação, hidratação e proteção solar. Marque uma consulta e inicie já a sua!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.