Você já sofreu uma queimadura solar? Mais comum que o desejado, esse problema acontece especialmente no verão, quando o índice da radiação ultravioleta está mais elevado. Embora seja frequente, muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o assunto, como quais os graus desse tipo de queimadura, quais os seus sintomas e como cuidar da pele lesionada. Para entender um pouco mais, o DermaClub entrevistou a dermatologista Katleen Conceição, do Rio de Janeiro, que esclareceu 4 dúvidas sobre o problema.

1. No que consiste uma queimadura solar?

De acordo com a dermatologista, a queimadura solar é uma lesão na pele causada pelo sol. “Trata-se do dano causado à pele através da radiação ultravioleta (UV) que, geralmente, aparece dentro de poucas horas após a exposição excessiva à luz solar”, explicou a médica. Além disso, a Drª Katleen alertou também para a exposição a alguns tipos de luz artificial, como as lâmpadas das câmaras de bronzeamento, que também podem causar queimadura.

2. Quais os sinais e sintomas de uma queimadura solar?

Sem dúvidas, o primeiro sinal de uma pele queimada pelo sol é o seu aspecto avermelhado. Além disso, ela pode ficar dolorida - o que compõe um quadro de eritema. Segundo a dermatologista, outros sintomas do problema incluem: “pele quente e sensível ao toque, por vezes com prurido (coceira); pequenas bolhas com líquido, que podem romper; dor de cabeça, febre, calafrios e fadiga, no caso de queimaduras severas; e descamação da pele, geralmente 4 a 7 dias após a exposição solar”.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

3. Quais os graus de uma queimadura deste tipo?

Existem três graus de queimadura solar:
- De primeiro grau, que atinge apenas a epiderme, camada mais superficial da pele. A pele fica apenas avermelhada;
- De segundo grau, que atinge a derme, que fica logo abaixo da epiderme, podendo causar dor, inchaço e formação de bolhas;
- De terceiro grau, que atinge a camada mais profunda da pele, podendo causar febre e outros sintomas descritos acima.

4. Como devemos cuidar da pele queimada pelo sol?

O ideal é prevenir as queimaduras solares, a Drª Katleen indica o uso de um protetor solar com FPS alto, além de roupas e chapéus com filtro. Porém, quando a queimadura solar já está instalada, é preciso cuidar bastante da lesão para evitar futuras complicações ou até manchas permanentes na pele, utilizando bálsamos reparadores que possuem ativos auxiliam na cicatrização, como a Madecassoside e Pantenol. Além disso, água termal rica em Selênio é um excelente aliado ao tratamento, pois possui ação calmante e anti-inflamatória. Beber bastantes líquidos também é importante, bem como hidratar muito a pele e não puxar possíveis casquinhas ou descamações que vão se formando. Em casos de febre, fadiga, dor de cabeça ou calafrios, é fundamental consultar o seu médico dermatologista.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.