Antioxidantes são substâncias essenciais na rotina de cuidados com a pele. De acordo com a dermatologista Flávia Ravelli, de São Paulo, essas substâncias são capazes de neutralizar a ação dos radicais livres, que atrapalham o funcionamento normal das nossas células, evitando o envelhecimento precoce. Mas além desse benefício bastante conhecido, quais são as demais funções dos antioxidantes em nossa pele e organismo? A fim de esclarecer essa questão o DermaClub, juntamente com a especialista, listou 4 mitos e verdades sobre o assunto. Veja só!

1. Os antioxidantes potencializam a proteção solar.

Verdade! Os antioxidantes são capazes de proteger e corrigir os danos causados pela radiação solar, e assim tornar a proteção solar ainda mais eficaz. Isso porque, segundo a médica, “o fotodano ocorre através da liberação de radicais livres, e como os antioxidantes neutralizam essas moléculas , logo, teriam benefícios desde que utilizados em conjunto com filtro solar”. Não esqueça que o protetor precisa ser de amplo espectro, com FPS 30, no mínimo, além de ser adequado ao seu tipo de pele.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2. Os antioxidantes combatem o envelhecimento precoce da pele.

Verdade! "Os antioxidantes têm a capacidade de neutralizar os radicais livres, que são produzidos normalmente até mesmo durante a respiração e podem, quando em excesso, agredir proteínas e outras estruturas na nossa pele, levando ao envelhecimento precoce", atentou.

3. A Vitamina C é o antioxidante com mais benefícios para a pele.

Verdade! Atualmente, a Vitamina C é um dos antioxidantes mais utilizados na prática dermatológica, com muitas evidências tanto no seu uso tópico como sistêmico. Topicamente, a Vitamina C é um excelente antioxidante, prevenindo os danos causados pelos agressores como a radiação solar, mas também fortalecendo as defesas naturais da nossa pele. Além disso, o ativo ainda promove luminosidade e auxilia nos tratamentos de clareamento e antienvelhecimento.

4. Toda substância antioxidante age da mesma forma.

Mito! Apesar de terem a mesma finalidade - que é neutralizar os radicais livres -, os antioxidantes podem agir de maneiras variadas e em diferentes regiões da pele. Dependendo da sua estrutura, por exemplo, a Vitamina C é um dos antioxidantes mais usados na prática dermatológica. Ela possui uma excelente eficácia, mas por ter uma alta afinidade com a água, se concentra nos compartimentos aquosos da pele; já a Vitamina E, também muito utilizada, possui maior afinidade com os lipídios, se concentrando nos compartimentos oleosos da pele, como as membranas, por exemplo. Dessa forma, vale usar uma fórmula que contenha uma combinação de substâncias antioxidantes que potencializa ainda mais as defesas antioxidantes da pele.

5. Os antioxidantes só funcionam se forem usados durante o dia?

Mito! Os antioxidantes, quando usados durante o dia, potencializam a fotoproteção da pele e previnem os danos causados pela radiação solar e outros agressores. Quando usados à noite, após a limpeza da pele, ou diretamente após a exposição a agressores, os antioxidantes vão eliminar os radicais livres e combater diretamente os seu efeitos na pele, aumentando, assim, os benefícios dos tratamentos antienvelhecimento.

6. Os antioxidantes da alimentação são suficientes para proteger a pele?

Mito! Os, antioxidantes ingeridos na alimentação ou em suplementos na forma de cápsulas, por exemplo, serão distribuídos por todo o corpo promovendo os benefícios em todo o organismo, por isso, a quantidade de antioxidantes que alcançará a pele será baixa. A pele, além de ser o maior órgão do corpo humano também é o mais exposto às agressões ambientais - por isso, precisa de altas concentrações de antioxidantes para se manter protegida. A melhor forma de aumentar as defesas antioxidantes da pele é a aplicação tópica dessas substâncias, garantindo o combate e a prevenção dos danos causados diariamente.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.