Cada vez mais, o sérum vem sendo uma grande aposta nos cuidados com a pele. De acordo com a dermatologista Betina Stefanello, do Rio de Janeiro, essa base fluida, composta por micro-moléculas que são absorvidas rapidamente pela pele, proporciona vários benefícios para a região dependendo da sua composição de ativos. O DermaClub, junto com a médica, esclareceu algumas dúvidas sobre essa textura para você. Veja só!

1) Quais substâncias e ativos podem ser usadas em um produto em sérum?

Segundo a médica, “existem várias substâncias que podem ser usadas em um produto com textura sérum, contendo várias ações dependendo do seu tipo de pele. Entre elas, sérum anti-idade, anti-manchas, iluminadores, ácidos, renovadores, protetores e por aí vai”, afirmou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

2) O sérum pode deixar a pele oleosa?

Pode, mas tudo vai depender dos ingredientes presentes na fórmula do produto. A Drª Betina explica: “Alguns podem ser mais oleosos do que outros, dependendo do ativo da fórmula, ou seja, se for uma substância oleosa, consequentemente, sua pele poderá ficar mais brilho e cremosidade”, garantiu.

3) O produto serve para todo tipo de pele?

Em geral, podem ser usados em todo tipo de pele, mais uma vez, dependendo dos ativos. “Por exemplo, para pele oleosa e acneica, vale procurar séruns com função secativa, compostos com ácido salicílico e derivados da vitamina A (retinol). Para a pele seca, aqueles com ativos mais oleosos como a vitamina E, que protegem células de danos oxidativos, são mais indicados”, afirmou.

No entanto, quem apresenta a pele muito seca pode ter necessidade do uso de um hidratante mais oleoso após a aplicação do sérum, já que o veículo é rapidamente absorvido e, em alguns casos, acaba deixando uma sensação de repuxamento.

4) É necessário aplicar uma boa quantidade no rosto para que o sérum faça efeito?

Segundo a profissional, o sérum é aplicado como qualquer outro dermocosmético e não há necessidade de usar muito produto, já que ele tem uma ótima espalhabilidade. “Algumas gotinhas já são suficientes para melhorar a microcirculação local, proporcionar homogeneidade e rápida absorção dos ativos”, ressaltou.

5) Quais os benefícios do sérum?

Os benefícios estão relacionados aos benefícios dos ativos que compõem a sua fórmula. “Por exemplo, o sérum com vitamina C terá como benefício um efeito iluminador e antioxidante. Aquele que tiver ácido glicólico poderá apresentar como benefício a renovação celular e clareamento da pele”, explicou. Para saber o sérum ideal para a sua pele, consulte um dermatologista.

6) Sérum antioxidante pode ser usado quantas vezes ao dia?

Dependendo da fórmula, os antioxidantes são recomendados para o dia, a fim de potencializar o efeito do protetor solar, evitando os danos da radiação e poluição. No entanto, não há problema nenhum se utilizado também à noite. “Não há regra, tudo vai depender da necessidade do paciente”.

7) O sérum só pode ser usado no rosto?

Não, ele também pode ser usado no pescoço, colo, mãos... “Poderia até ser usado no corpo todo, entretanto, por ser de rápida absorção, dificilmente usamos em todas as regiões. o fato de usarmos mais no rosto também pode ser explicada pela maior quantidade de glândulas e maior oleosidade, principalmente na população brasileira”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.