Você já ouviu falar no ácido tranexâmico? A substância, muito usada como medicamento que permite o controle de sangramentos durante hemorragias, também é bastante famosa na formulação de vários dermocosméticos. Quer saber qual é a função desse ativo na pele? Para mostrar sua ação, o DermaClub conversou com a dermatologista Gabriela Albuquerque, do Rio de Janeiro. Veja só que o ela contou!

Conheça o ácido tranexâmico e sua função na pele

De acordo com a médica, “o ácido tranexâmico presente na fórmula de alguns dermocosméticos possui ação anti-inflamatória, mas o principal benefício do tratamento com esse ácido é a diminuição de manchas”. Seu mecanismo de ação é diferente de outros ativos despigmentantes: ele impede que a plasmina, uma importante enzima presente no sangue, estimule a produção de melanina e aumente as manchas em nossa pele após exposição solar”, explicou.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Em quais casos são indicados dermocosméticos com ácido tranexâmico?

Esse ativo é muito indicado em casos de manchas, como melasma, e olheiras. “Há vários tipos de olheiras, nas mistas - que é a mais comum -, o ácido está indicado porque diminuiu a quantidade de plasmina circulante e permite diminuir o escurecimento da região dos olhos”, afirmou a dermatologista. A substância pode ser usada de forma tópica ou oral tendo como função impedir o escurecimento da pele e tratar manchas escurecidas como melasma, hiperpigmentação pós-inflamatória e manchas solares.

Gostou de conhecer esse novo ativo? Para saber se você pode ou precisa usar um produto com essa substância, consulte seu dermatologista.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.