Existe uma idade certa para ter espinhas? De fato, a acne é mais comum na adolescência, durante o período da puberdade, mas ela também pode acontecer na idade adulta, principalmente na pele das mulheres. Para entender como se formam essas lesões e qual a melhor forma de as tratar, o DermaClub conversou com a dermatologista, Tatiana Matos, de Salvador, que explicou todos esses pontos sobre a acne. Confira!

Entenda os motivos do surgimento das lesões de acne na mulher adulta

A acne da mulher adulta é aquela que surge na pele após os 25 anos de idade. De acordo com a médica, “a principal causa é o hiperandrogenismo - distúrbio que causa o excesso de hormônios masculinos como testosterona”, esclareceu. A partir dele, há a associação com a seborréia, alopecia - perda de cabelo e pelos -, aumento dos pelos corporais, infertilidade, entre outros. Além disso, as mulheres que possuem histórico de acne na adolescência e têm a pele oleosa são mais predispostas.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Como prevenir o surgimento de espinhas na pele madura?

Segundo a Dra. Tatiana, primeiramente, o ideal é fazer a avaliação do perfil hormonal da paciente para tratar qualquer doença endócrina associada. “Também se faz necessário avaliar sua rotina, se ela usa muita maquiagem, que tipo de demaquilante usa - já que o mais indicado é aquele de solução micelar -, se utiliza alguma medicação de rotina para outros problemas de saúde, se a rotina é muito estressante e que tipo de alimentação pratica”, explicou.

Trate a acne da mulher adulta com os dermocosméticos e ativos corretos

Se a acne se tornou um problema real para você, é necessário tomar alguns cuidados para tratar e acabar com as lesões: “Use produtos tópicos como sabonetes específicos, filtros solares com toque seco e que sejam seborreguladores, e dermocosméticos que tenham ação na formação contra cravos e espinhas”, indicou. Aposte também em produtos que podem ser usados ao longo do dia. Alguns ativos recomendados para minimizar a acne e suas marcas são o ácido salicílico, LHA, PCA de zinco, niacinamida, entre outros.

Em muitos casos, a dermatologista afirma que devemos fazer uso de medicamentos orais, como antibióticos. “Anticoncepcional também é de grande ajuda no controle da acne e de sinais virilizantes para pacientes com hiperandrogenismo”, concluiu.

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.